Trecho retirado da colunha de Mauro Santayanna, hoje (16/09) :


Não é provável uma saída rápida para a crise. Ainda que se chegue a um acordo entre o presidente e os governadores da região oriental, o problema continuará latente. O caso da Bolívia é também uma advertência para a nossa política fundiária na Amazônia. Estamos permitindo a aquisição de glebas na região por estrangeiros e por grandes fundos de investimentos (que são apátridas, como o Opportunity), o que trará grande risco em futuro próximo.

todos os "alarmistas" estão tendo as suas previsões confirmadas, há tempo ainda de nos debruçarmos sobre as questões que realmente importam.

Exibições: 45

Responder esta

Respostas a este tópico

Prezado Ricardo:
Os fascistas de todos os tipos adorariam uma deterioração da crise boliviana para ampliar a dominação imperialista. Mas o razoável nível de consciência das lideranças democráticas sulamericanas não permitirá o retrocesso político e social. Para uma visão da geopolítica regional, ver artigo em www.raio3x.blig.ig.com.br
Atenciosamente, Mario Ramos.

RSS

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço