Portal Luis Nassif

A dignidade da garçonete Gretchen e o jornalismo rampeiro

Então alguém descobre que a cantora Gretchen está trabalhando num café em Orlando e a mídia, excitada, descola a pauta que vai incendiar o noticiário. Até aqui tudo bem. É realmente curioso que uma pessoa que fazia sucesso na mídia nos anos oitenta tenha optado, agora, por uma profissão comum, longe do estrelato.

 

Mas se eu conheço a mídia velha de guerra, o objetivo é outro; o enfoque é outro... E numa dessas, algum veículo acaba deixando à mostra a ponta do rabo do monstro escondido. Refiro-me ao "ato falho" (ou consciente, o que dá na mesma) do Gazeta Online, do Grupo Globo. Pois está lá, com todas as letras:

 

Gretchen foi flagrada trabalhando como garçonete nos Estados Unidos. De acordo com o Extra Online, a cantora saiu do país afirmando que faria uma turnê na terra do Tio Sam, onde "faz sucesso e é muito querida", mas parece que as coisas não deram muito certo por lá.

 

Clique AQUI para conferir.

 

Como assim "flagrada" trabalhando como garçonete? Por acaso esta profissão é crime ou humilhação? Tal mesquinhez de espírito - que enxerga a sociedade em castas e as profissões em desníveis de dignidade - é idêntica àquele apresentador de telejornal para quem os garis não são dignos de desejarem Boas Festas aos brasileiros. Aliás, este fato patético foi lembrado noutro texto que tocou no "ato falho" do Jornal Nacional que, no ano passado, revelou que os jogadores da seleção da Coréia do Norte teriam sido punidos pela má campanha na Copa do Mundo de Futebol da África do Sul - mas que a "punição mais dura" (sic) teria sido dada ao técnico do time, que, segundo a reportagem, foi obrigado a trabalhar como operário na construção civil. Clique AQUI para o texto.

 

Enfim, o que esperar de uma mídia que escancara seu espaço para as dançarinas "bombadas" enquanto esconde os professores apanhando (clique AQUI) por reinvidicar um salário digno? Ou seja: se você não pode ser empresário, profissional liberal, dançarina ou jogador de futebol, esqueça tudo porque a vida não vale a pena. Por essas e outras julgam que o projeto de Gretchen "deu errado" nos EUA; porque, em vez de rebolar para ganhar a vida, optou por virar garçonete.

Exibições: 588

Responder esta

Respostas a este tópico

e no ceará, também, não é mesmo?

tudo porque os professores querem que o governo estadual cumpram o mínimo estabelecido por lei federal.

 

Deputado repudia violência contra professores em greve no Ceará


“Qualquer violência, parta de onde partir, contra trabalhadores em greve, deve ser repudiada. Lamentamos profundamente que isso tenha acontecido, contrastando com as conversas, em mesa de negociação, entre professores e Governo do Estado”. A afirmação é do deputado Chico Lopes (PCdoB-CE), que demonstrou indignação quanto aos casos de violência contra professores, registrados na manhã desta quinta-feira (29), na Assembleia Legislativa do Ceará.


O Povo
Deputado repudia violência contra professores em greve no Ceará

Um professor foi agredido na cabeça e teve de ser encaminhado ao hospital. 

Paralisados há 54 dias e com alguns fazendo greve de fome na Assembleia, os professores entraram em confronto na Assembleia Legislativa instantes antes da votação em plenário que aprovou a nova tabela de vencimentos da categoria.

 

(http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia=165223&id_sec...)

 

 

Não deixemos mais que nenhum político que despreze a Educação ganhe eleição em nosso estado.

Uma verdadeira Vergonha, o governador do Ceará

vejam só...

 

CID GOMES Ontem e Hoje:



PERGUNTAS ONTEM (nos debates) HOJE (na greve)
Considerando que o professor é peça chave para a melhoria da qualidade do ensino. Como o candidato pretende articular a formação dos professores com a prática da sala de aula para que haja um efetivo impacto na qualidade?
 
– Primeiro, fazendo todo o esforço no sentido de acabar com a figura do professor temporário, muito presente aqui. Nesse ano, por exemplo, estamos concluindo um concurso para contratar 3.800 professores e ter, pela via natural do concurso, o mérito como porta de entrada ao sistema estadual. Mas é uma ação permanente. É preciso estimular o professor diariamente, dar oportunidade para ele se qualificar, ter programas que o estimulem a fazer um curso de especialização ou de mestrado. "Por que vocês fizeram concurso? Por que não foram para a escola privada?". E mais, sendo questionado sobre o esmagamento da carreira proposta nas tabelas apresentadas no final de julho, o executivo declarou: "Por mim, nem carreira existiria!".
 
Como pensa em estimular a atratividade da carreira docente junto aos jovens concluintes do Ensino Médio? Não tem outro caminho que não seja melhorar o salário. Não há outro caminho. Nós vivemos numa sociedade capitalista e o mundo é materialista. Para estimular a carreira é preciso melhorar o salário. Tenho procurado fazer isso aqui no Ceará. “Isso é uma opinião minha que governador, prefeito, presidente, deputado, senador, vereador, médico, professor e policial devem entrar, ter como motivação para entrar na vida pública, amor e espírito público”, declarou. "Quem está atrás de riqueza, de dinheiro, deve procurar outro setor e não a vida pública”,
: A maioria dos estudos empíricos demonstra não haver correlação entre gastos em educação/salários de professores e aprendizados dos alunos. O senhor aceita este achado ou acredita que devemos investir mais para obter melhor qualidade de educação? É necessário para a educação que se tenha um bom salário para o professor e que a escola tenha um orçamento que permita a ela resolver as necessidades que são muitas e cotidianas. “Quem quer dar aula faz isso por gosto, e não pelo salário. Se quer ganhar melhor, pede demissão e vai para o ensino privado".


UMA VERGONHA!!!

Caro Senhor (ia fazer uma brincadeira com sua denominação, mas o assunto é sério demais para tratarmos levianamente).

 

Todos grandes países são formados na base de seu ensino de primeiro e segundo grau através do ensino público, e o motivo que muito desses países tem um ensino público de bom nível está no respeito com que tratam seus professores. Tolero suas brincadeiras e até participo de uma forma ou outra em assuntos sérios, mas não tão sérios como este.

 

A educação do primeiro e segundo grau de bom nível é o pilar da personalidade do adulto no futuro, agirmos levianamente não respeitando os professores é desrespeitar e comprometer o futuro. Se o governo do Estafo de Minas não tem recursos (se tem ou não, não é a minha discussão) ele deveria ao menos dar uma satisfação aos professores. Ignorar os fatos que estão ocorrendo e esconder a cabeça como uma avestruz é simplesmente dizer que a educação não é importante. O importante é remunerar com dignidade os professores e simplesmente além de remunerá-los indevidamente tratá-los com desprezo denota falta de tato e de interesse público.

 

Não é porque o governador não recebe e não dialoga com os professores que as coisas deixarão de existir, mas o que o governo de Minas está fazendo é isto, omite-se de participar na discussão porque certamente não tem argumentos para não satisfazer em parte as solicitações dos mestras de Minas.

 

Sinto muito, mas o que está sendo feito é o pior que um gestor público pode fazer, comprometer profundamente o futuro do estado.

O Pelvécio deve ser frequentar a mesma igreja do pastor Caio.
Professores e demais seguimentos da sociedade de Minas Gerais que transformaram em filhote da tortura Aécio Neves em Governador, pelo visto são masoquistas e vão votar novamente neste almofadinha para presidente da República, mas DEUS e Dilma não permitirão.
Pelos personagens envolvidos, o título da notícia deveria ser: Gretchen e o jornalismo rameiro
Parabens a esses bravos deputados Rogério e Sávio pela disposição de defender o povo de Minas Gerais, povo que inocentemente votaram no almofadinha Aécio Neves cujo avo Tancredo se inquieta onde quer que esteja de tanta decepção por ter um neto corrupto e inimigo do Brasil por quem deu a própria vida. Cuidado eleitor mineiro para não afundar também o seu país.

A midia é sensacionalista e pretenciosa, só reportam o que gera ibop.

Não estão interessados em notificar o que é últil e necessário.

Concordo Plenamente com voce.. o que mais me chocou foi a midia se posso chama-la de midia..achar que era humilhante para ela trabalhar honestamente de garçonete..quantas pessoas de um nivel bom foram para fora e nem se incomodaram em trabalhar como garçonetes..faxineiras..mulheres fruta..programaveis..de vida dificill que se expoem hoje na TV..quando antes era so em boate..inferninhos,,pode..e nós tendo que mudar de canal ou desligar a tv para nao ver estas porcarias que hoje tem grandes patrocinios..

vender sanduba honestamente nao pode..é feio..fico sim é penalizada ao constar que ela só se envolve com homens errados..tem vivido quebrando a cara em materia de amor..talvez falte maturidade ...ou sei lá o que..mas ela é uma mulher batalhadora..que quer mudar de vida ...deixem ela vender sanduiche em paz...e vao cuidar de olhar para as pessoas que estao necessitadas aqui mesmo no nosso pais sem oportunidades de trabalho..

 

RSS

Publicidade

© 2017   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço