O deputado federal Protógenes Queiroz tentou inutilmente intervir no julgamento de liminar do STJ do passador de bola apanhado no ato de passar bola, Daniel Dantas.


Como se sabe, o ministro Macabu, cujo filho trabalha no escritório do advogado de Dantas – clique aqui para ler, relatou a favor de Dantas.

Clique aqui para ler: “Será que o Dr. Macabu vai salvar Dantas enquanto a Época incrimina Dantas ?”.

O ministro Napoleão Maia acompanhou o voto do ministro Macabu.

O ministro Napoleão Maia é o mesmo que soltou a “louca” do mensalão do grupo em Brasília que ia dar o vice, o Arruda, da chapa do Padim Pade Cerra.

Para sepultar a Satiagraha no STJ faltam três votos.

Está 2 a 0 a favor do passador de bola apanhado no ato de passar bola.

O próximo a votar é o ministro Gilson Dipp, um juíz respeitado, que os brasileiros aprenderam a admirar enquanto esteve no Conselho Nacional de Justiça.

Agora, o ínclito delegado Protógenes Queiroz lançou um movimento para manter a Satiagraha viva.

Este é o email que o Conversa Afiada recebeu: (clique aqui para ver quem já assinou, e aqui para assinar a petição):

Caro PHA,


Já conseguimos quase 1200 assinaturas no abaixo assinado e ainda tem os comentários que estão muito bons, encaminho uma cópia para sua análise e se possível recolocar em destaque no Blog Conversa Afiada, estamos toda semana acompanhando a pauta de votações do STF, mas eles adiam sempre o sepultamento da Operação, vamos entregar o abaixo assinado em breve no STF informo e encaminho fotos.


Adalberto Ferreira Romar (Beto)

Do blog Conversa Afiada


ASCOM – Dep. Delegado Protógenes

Exibições: 136

Responder esta

Respostas a este tópico

Refrescando o tópico, porque foi postado de madrugada e passou batido. Nao acredito que ninguém aqui no Portal deseje defender a Satiagraha...
Analú defenderia sim o Satiagraha. O problema que encontro para assinar é fornecer dados pessoais como CPF, Identidade e título de eleitor. Explico:ano passado clonoram esses documentos de um amigo e compraram um carro no nome dele e só veio tomar conhecimento, quando recebeu no final do mês o boleto do pagamento das prestações.

Idem.

 

Acompanho a Satiagraha e acho que tem tudo pra ser um divisor de águas na história do Brasil.

Acho simplesmente VITAL nosso apoio mas confesso que fornecer dados pessoais me incomoda muito.

Alguém sabe se há outra forma? Talvez algum lugar onde possamos assinar pessoalmente?

 

 

Respondendo ao Webster e ao Ronan junto. Entendo o medo. Agora, nao sei mais, apenas repassei as informaçoes do Conversa Afiada. Acho que para assinar pessoalmente, deve ser só em Brasília...
Tentei assinar ontem Analú mas qdo vi a quantidade de informações pessoais desisti. Penso que a identidade, endereço e telefone seriam o suficiente. 

Leandro na Carta: delegado da PF
é da CIA ? É o “vazador” da Satiagraha ?

  • Publicado em 06/05/2011
  • Salve e compartilhe
  • | Imprimir Imprima |
  • Vote
    Avaliação NegativaAvaliação Positiva (+26)

Corrêa (à esquerda da foto) e Lorenz terão conversinha com o Protógenes



Na pág. 32 da Carta Capital que está nas bancas, o repórter Leandro Fortes – que se orgulha de ser processado por Gilmar Dantas (*) – publica importante reportagem: “Na folha da CIA ? Delegado Daniel Lorenz deixou a Secretaria de Segurança do Distrito Federal sob a suspeita de integrar um esquema para difamar a comunidade árabe no Brasil”

Lorenz foi trabalhar com o governador do DF, Agnelo Queiroz, por indicação do delegado Luiz Fernando Corrêa, aquele que até hoje não achou o áudio do grampo.

Aliás, deve-se desconfiar que o “esquema” Corrêa de poder continue vivo e forte: que ele continue a mandar na PF e adjacências.

De volta ao Leandro e ao Lorenz.

Lorenz teria sido a fonte de Veja – o detrito de maré baixa – na “reportagem” sobre os supostos terroristas de Foz do Iguaçu.

Aliás, o incansável Stanley Burburinho já tinha percorrido a trilha de Leandro: a embaixada americana encontrou doce guarida no PiG (**) para criminalizar e difamar os islamitas.E Lorenz seria a banda larga por onde passavam os interesses da CIA – segundo a reportagem de Leandro.

O deputado Protógenes Queiroz – cuja autoridade se reforçou nesta quinta-feira com o corajoso voto do Ministro Dipp, ao manter a Satiagraha viva – Protógenes instalou na Câmara, segundo Leandro, uma Proposta de Fiscalização e Controle para saber quem financia a campanha de difamação de islamitas no Brasil.

Este ansioso blogueiro se impressionou com a denúncia de Leandro e conversou por telefone com Protógenes.

Nesta sexta-feira, ele está em Belo Horizonte, onde pretende angariar mais assinaturas para manter a Satiagraha viva.

Protógenes diz que pretende convocar para uma conversinha na Câmara:

Luiz Fernando Corrêa, o homem que quase sepultou a Satiagraha na Polícia Federal e tentou impedir que Protógenes prendesse Daniel Dantas, o passador de bola apanhado no ato de passar bola.

Vai convocar o atual diretor geral da PF.

Vai convocar Lorenz, diretor de Inteligência de Corrêa.

E o atual diretor de Inteligência da PF, David Salem.

Quando diretor da PF em Belo Horizonte, Salem avalizou um processo de demissão sumária de Protógenes.

É um das duas dezenas de processos que Corrêa moveu contra Protógenes na PF.

Viva o Brasil !

Nessa conversa desta sexta-feira, Protógenes relembrou ao ansioso blogueiro que recai sobre Lorenz a suspeita de vazar para a “repórter” Andrea Michael, da Folha (***) a informação de que Protógenes estava para concluir a Satiagraha.

A divulgação da “reportagem” permitiu que Dantas, da Costa Rica, preparasse os dois HC Canguru que acabou por merecer de Gilmar Dantas (*).

(Por falar nisso, por onde andará Andrea Michael, esta notável repórter ?)

Estavam na sala Protógenes, Andrea e Lorenz.

Protógenes negou que preparasse a Satiagraha.

Até porque, para todos os efeitos, quem teria passado a conduzi-la teria sido o investigador que Daniel “subornou”, no jornal nacional, no horário nobre da tevê brasileira.

Tratava-se de uma “operação controlada” por Protógenes e o corajoso Juiz Fausto De Sanctis – e Dantas caiu como um patinho.

Protógenes negou veementemente.

Mas, Andrea obteve o furo.

E detonou a Operação, na Folha.

O “vazador” só pode só pode ser o Lorenz, acredita Protógenes.
Aliás, esse depoimento de Protógenes faz parte de documentário e livro que Paulo Henrique Amorim em breve anunciará.



Paulo Henrique Amorim

Sinceramente, até hoje não sei que é o bandido e quem é o mocinho nessa operação. De um lado um banqueiro, do outro um funcionário público que virou político. As provas que mostraram na tv, onde se negociava um suborno ou uma extorsão não são conclusivas. Vale lembrar que nessa disputa encontra-se teles gigantes disputando mercados bilionários. Telecon Itália x Oportunity, ou algo assim.
Virar político já virou crime? Ainda mais depois de 30 e tantos processos armados para cima dele, tornando inviável sua continuaçao na PF?

Entrar na política foi a forma que restou ao Protógenes para continuar sua luta contra a corrupção dos poderosos. É uma batalha interminável só conhece quem já sentiu na pele e participou dela. Louvo e apoio a luta do Protógenes e vou arrumar uma forma de assinar seu manifesto entrando diretamente no seu blog.

Parabéns pelo Post Analú!

Obrigada, Webster.
Realmente Webster, não restou muitas alternativas para Protógenes.....nesta briga o único enxovalhado foi ele.

Caros

Essa historia ficou pela metada porque o pobre do Protogenes não teve nem a minima chance de explica-la.

Pelo que vimos publicado, esse delegado foi como camarão a paulista, fritado com casca e tudo. Merece e muito o apoio de todos.

Ana, mais uma coisa, sempre falei e ouvia "risco de vida", coisa que penso ter esse delegado sofrido, porem, agora andam falando "risco de morte", qual a expressão correta, voce que gosta do vernaculo ?

 

 

abraços

RSS

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço