Parafraseando o ditado popular de que "nós somos o que comemos"podemos extrapolar para a música que "nós somos o que ouvimos".
Música de qualidade é igual a cultura musical.
A medida que vamos adquirindo cultura musical vamos crescendo como ser humano;vamos nos elevando a um outro patamar humanístico.
Uma das maneiras de permitir ao povo o acesso a cultura musical é levando a cultura para sua comunidade,bairro,cidade,estado.
Na começo da década de 60 foi criado o Centro Popular de Cultura(CPC)com este conceito, de levar todo tipo de arte ao povo(teatro,musica,poesia,literatura e cinema).
O maior objetivo era ir ao encontro do povo; infelizmente esta iniciativa logo foi abafada pela ditadura de 64 e as radios e as televisões tomaram o lugar dos "agentes transmissores de cultura".
Logo sentimos que o objetivo maior das emissoras de televisão e das radios é o lucro; viraram grandes oligopólios onde o lucro é a principal meta.
O telespectador é habituado a ouvir diàriamente através das suas novelas e programas de auditórios música de baixa qualidade, a chamada "música de consumo" e vem com a absurda justificativa de que o "povo não tem educação" portanto só aceita música ruim ou "popular".
Esta é uma grande mentira que deve ser combatida divulgando projetos que tem o objetivo de apresentar cultura musical ao povo.
Um deles é o projeto do grande pianista Arthur Moreira Lima um gigante na sua arte.

Considerado uma das mais importantes personalidades da nossa cultura, Arthur Moreira Lima projetou-se internacionalmente no Concurso Chopin de Varsóvia.
Laureou-se também nos Concursos de Leeds (Inglaterra) e Tchaikovsky (Moscou).

Desde então, Moreira Lima tem feito turnês em todos os continentes, lotando as principais salas de concertos do mundo.

Projeto "Um piano pela Estrada"
A música clássica ao alcance de todos.
Esse é o ideal do projeto "Um Piano pela Estrada", que leva Arthur Moreira Lima e seu Caminhão Teatro para todo e qualquer lugar do país.

No momento em que, dentro de um mundo globalizado, tentamos fortalecer nossa identidade, imprescindível para a dignidade de uma nação, o projeto Um Piano pela Estrada leva música, universal e brasileira, a uma população que dificilmente teria acesso a esse tipo de manifestação.


Nosso caminhão-teatro, conhecido desde o sucesso dos projetos São Francisco - Um Rio de Música(2003)
São Paulo 450 Anos (2004)
CTBC 40 Anos (2004)
Embratel 21 (2004)
Light 100 Anos (2005)
Nos Caminhos da Fronteira (2005/2006)
Nos Caminhos de JK (2007)
Brasil Sertões (2008/2009)
Nos Caminhos dos Tropeiros(2009/2010)
Brasil Sertões 2 (2011)

Já realizou mais de 400 apresentações, levando cultura a quase um milhão de pessoas, em cerca de 180.000km de percurso pelos estados de MG, BA, PE, SE, AL, GO, TO, SP, PI, PB, CE, RN, ES, PR, SC, RS, MS, MT, AC, RO, MA, PA, AP, RJ e DF.

O projeto "Um piano pela estrada" é patrocinado pela UltraGás e Petrobás


No ano de 2012, pretendemos cumprir os roteiros da última etapa de "Brasil Sertões 2", além dos novos projetos “São Paulo e seus Caminhos” e “Brasil Total”, formados por cerca de 70 concertos por todo o território nacional.
Temos muitos pedidos de cidades para serem incluídas nestes roteiros, o que será feito, levando-se em conta sua importância histórica, geográfica, econômica ou política.
Atendendo, sobretudo, às mais carentes.

Foi também realizado em escolas, um projeto paralelo, !Um Sorriso Pela Estrada".

O projeto conta com palestras educativas sobre prevenção, saúde geral e bucal, higiene e aplicação de flúor, sob a direção de odontólogas especializadas.


Este ano, "Um Sorriso pela Estrada" acompanha "Um Piano pela Estrada" no projeto "Nos Caminhos dos Tropeiros", projeto que se iniciou em 2009 e, em 2010, cumprirá roteiros no Distrito Federal, além dos estados de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul.

De maio a dezembro, o programa será dividido em três etapas, iniciando no Distrito Federal, atendendo a 8 cidades-satélites (Núcleo Bandeirante, Vargem Bonita, Paranoá, Lúcio Costa, Gama, Ceilândia, Planaltina e Mestre D'Armas).
A segunda etapa acontece em setembro, em Santa Catarina, quando deverá passar por Tijucas, Balneário Camboriú, Gaspar, Itajaí, Barra Velha, Timbó e Rio do Sul.
Em novembro, durante a terceira etapa, será a vez do Paraná e Rio Grande do Sul. A caravana passará por Londrina, Apucarana, Maringá, Umuarama, Pérola, Campo Mourão, Cascavel e Irati, no Paraná.
No Rio Grande Sul, a tournée inicia na cidade de Charqueadas, seguindo depois para Santa Maria, Cruz Alta, Marau, Farroupilha e Gramado, finalizando o projeto em Santa Cruz do Sul, no dia 28 de novembro.
O projeto "Um Sorriso pela Estrada" é patrocinado pelo Governo Federal, através do Ministério da Saúde, Malwee, Associação Brasileira de Odontologia, Olsen, Condor e Speed Graph.











Exibições: 100

Responder esta

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço