Li no Direto da Redação este texto do Jornalista URARIANO MOTA.

Recife (PE) - Enquanto escrevo, ainda não acabou o julgamento, pelo STF, das cotas para negros na Universidade de Brasília.  Às 10 e 15 do Recife numa quinta-feira, o Supremo Tribunal ainda vai se pronunciar sobre uma ação contra as cotas movida pelo DEM, que atende pelo nome de Democratas, e tudo sem ironia. A realidade é que já passou do limite do deboche.    

A dar corpo à sua defesa democrática, sem ironia, entendam, o DEM argumenta que o negro sistema transgride, viola diversos preceitos fundamentais fixados pela Constituição de 1988, a saber: a dignidade da pessoa humana, o combate ao preconceito de cor e à discriminação, o que afetaria o próprio combate ao racismo. Mas tudo sem ironia, se conseguem entender. E de tanto usar a observação, a partir de agora usarei apenas TSI, que vem a significar “tudo sem ironia!”. 

Dizem os democratas, TSI, que o sistema de cotas fere o princípio meritocrático. Melhor seria dizer, sem TSI, que o DEM reafirma o meritocrático como um  mentirocrático, porque torna absoluto  o mérito, o mérito que sempre houve para os de sempre, a saber: tudo para os filhos dos bem postos na sociedade de exclusão, os seus vizinhos, sobrinhos, esposa, mãe, os mais próximos enfim, que, é um diabo, todos têm mérito e são filhos de Deus. Mas indo além da defesa do próprio mérito, defendem os democratas TSI que o sistema ofende dispositivos do direito universal para a  educação. Você leram bem: cota-para-os-negros-fere-direito-universal-da-educação. TSI! TSI! TSI! ao infinito.  

Notem que as cotas para negros se confundem com as cotas para estudantes de escolas públicas, onde não por acaso se encontram os pobres, negros e mestiços do Brasil.  E por falar em mérito, um estudo da Universidade de Campinas já demonstrou que os alunos oriundos de escolas estaduais, menos de 30% do corpo discente da Unicamp, possuíam durante o curso médias 5% superiores aos demais - apesar de enfrentarem maiores dificuldades materiais ao longo da permanência na universidade. Mas esse mérito dos que lutam pela educação como uma tábua de sobrevivência, não serve aos Democratas.

Para quem não sabe, as cotas fazem uma compensação às injustiças de renda, família e oportunidades na vida. Nelas, por elas, brasileiros podem entrar em uma universidade, apesar da pobreza, apesar da discriminação geral, apesar dos pais, alguns até inexistentes, mas todos portadores da ignorância e infelicidade recebidos há gerações.

Os novos senhores de engenho do DEM e assemelhados dizem que no Brasil não há negros, pois de tal maneira estamos misturados, que difícil é saber o branco que não tenha uma fração de sangue da senzala. Difícil seria, quando não impossível saber quem é negro. Que queixão, que questão. Ora, todo queimadinho de sol sabe que todos sabem quem é quem, quando lotam as prisões, quando são preteridos para uma chance de vida nos hospitais, quando uma bala perdida sempre vai para a sua pele, ou destino preferencial, digamos, sem TSI.      

As cotas são um acordo enquanto no mundo não há justiça. A obra da escravidão é uma longa, angustiosa e interminável história. “Não basta acabar com a escravidão. É preciso destruir sua obra.", dizia Joaquim Nabuco, há dois séculos. E até hoje continuamos no débito. Somos o último país do mundo a terminar a escravidão legal, enquanto discutimos se os negros brasileiros merecem o tratamento de uma discriminação positiva.

Talvez os iluminados da nossa democracia racial não saibam que os nossos jovens de alma branca são sempre os suspeitos, são eles sempre os primeiros a sofrer o vestibular de assassinatos. Esta é a nossa democracia, que escapa à inteligência do DEM: no Brasil, todo negro é alvo para a polícia.

Exibições: 710

Responder esta

Respostas a este tópico

Você deve saber desenhar melhor do que ler?

Vai lá, tenta, e aproveita pra desenhar o que faz um anarquista opinar sobre regulamentação do Estado??????

Discriminar alguém pela cor da pele é racismo. Conseguiu entender?

Procura no dicionário o que é discriminar. Depois na internet se existe alguma diferença genética em função de falta de cultura de ancestrais. Procura também se é possível cientificamente dizer que a cor da pele torna alguém menos humano. Depois, daqui um ano ou dois, quando conseguir, se conseguir. Desenha.

 

Com você, pelo visto, nem desenhando... 

Dona Lúcida, não vai adiantar escrever, desenhar e tão pouco repetir um milhão de vezes. Eu penso.

Favorecer alguém pra compensar injustiça de outrem e tanta injustiça quanto á de outrem.

Além disso, se não ilegal é imoral. O problema da discriminação não se resolve com mais discriminação e sim com educação igualitária e para todos e como único meio e objetivo  de prover o pais de evoluir cientifica e tecnologicamente. Veja o contra-senso. O Estado gastando milhões com esse sistema fajuto e declarando publicamente que não possuímos tecnologia pra desenvolver nada. Necessitamos comprar aviões ultrapassados, velhos, comprar casco de submarino na França porque aqui não tem sistema de ensino. Quanto custa isso em relação ao que já vem sendo jogado fora com as tais das universidades.  Qual é o resultado? Quantos prêmios Nobeis temos de formandos da USP mesmo sabendo que é fajutice? Quanto custa o  Brasil plantar café e a Alemanha sem um pé de café plantado em seu território ser um dos maiores fornecedores desse produto porque aqui ninguém aprendeu na faculdade a ter visão de mercado. Quanto custa nosso sistema de telefonia importado? Onde esta o carro com tecnologia nacional. Porque a petrobrás importa sistemas se temos tantas universidades no país?

Dona Lúcida, acaba com universidade! O pais tem que descobrir suas mentes maravilhosas aos sete anos de idade. Tem que investir nele como se fossem ações da maior e mais sólida empresa do mundo por que de fato são. O resto, é panacéia, mentiras, mentiras e mais mentiras. Não importa a cor da criança, o importante e descobrir a que veio, seu talento. Quem estuda de verdade tem que receber por isso porque é quem vai pagar a conta quando tiver sucesso profissional. O resto é tudo casualidade, de um milhão um ou dois da certo entÃO ta bom.  

RSS

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço