Aspectos Político-ideológicos e Interesses Econômicos na Recusa da Acupuntura como Terapia Médica

Quarta, 15 de abril de 2009, 08h11 Acupuntura faz efeito? NYT/Reprodução

Espinhoso. "Parece absurdo proibir médicos chineses, radicados no Brasil, de praticarem a medicina que aprenderam no seu país de origem", critica Brito
Ronaldo Correia de Brito
Do Recife (PE)


Você acredita que a acupuntura faz algum efeito? Ainda existe muita desconfiança no Brasil em relação a essa forma de tratamento, tão antiga e popular na China. O rótulo de medicina alternativa só faz piorar a imagem da acupuntura, pois as matérias jornalísticas misturam diversas terapias como se fossem a mesma coisa.

A acupuntura é uma especialidade reconhecida pela Associação Médica Brasileira - AMB, como ginecologia, pediatria, nefrologia e todas as outras especialidades. Nos últimos anos ela ganhou prestígio, é ensinada em algumas faculdades e surgiram cursos de formação.

Antigamente, ela era praticada apenas por médicos chineses, que vieram morar no Brasil, e os pacientes, em geral, só buscavam no tratamento o alívio para a dor. Hoje, é usada por pessoas que tomaram conhecimento dos seus benefícios em várias doenças.

Quando surgiram os primeiros casos de AIDS, ainda não se usava agulha descartável nas sessões de acupuntura. As campanhas de prevenção passaram a apontá-la entre os fatores de risco. Muita gente ficou aterrorizada e os consultórios dos acupunturistas se esvaziaram. Bastou o uso de agulhas descartáveis ou individuais para reverter esse medo.

A Associação Médica de Acupuntura no Brasil quer que a especialidade seja praticada apenas por médicos com formação em nossas universidades. Parece absurdo proibir médicos chineses, radicados no Brasil, de praticarem a medicina que aprenderam no seu país de origem, bem como outros profissionais de saúde.

Cada vez mais a acupuntura é procurada como tratamento. Os planos de saúde pagam as consultas como as de qualquer outra especialidade e uma portaria do SUS (Sistema Único de Saúde) tornou-a acessível a todas as classes sociais, através de seus serviços de saúde.

Encontrei num corredor de hospital uma médica psiquiatra. Falamos de um paciente que há tempo lutava contra a depressão, tomando vários medicamentos, sem bom resultado. Ela se mostrava surpresa com a melhora que ele apresentara nos últimos meses. Falei que o paciente havia procurado um acupunturista chinês, e que desde o início da aplicação das agulhas apresentara grande melhora. A psiquiatra argumentou que não acreditava em acupuntura, que a melhora talvez se devesse ao manejo de algum novo medicamento.

Esse tipo de recusa às formas de medicina, que fogem ao modelo biomédico, é comum na profissão pela falta de interesse em conhecer outras terapêuticas. Muitos não consideram os danos de uma intoxicação medicamentosa nem os ganhos com um tratamento não químico.

O mais justo seria trabalhar com terapias complementares, não descartando os bons resultados dos medicamentos nem da acupuntura. Mas o que está em jogo é o poder sobre a cura, o lucro da indústria farmacêutica e o crescente uso de próteses desnecessárias. Reconhecer que a medicina chinesa possui valor é abrir mão desse poder único a que chamam ciência e que está ligado a um imaginário de Ocidente. Mesmo que vez por outra essa ciência mostre o seu lado calamitoso.

Ronaldo Correia de Brito é médico e escritor. Escreveu Faca, Livro dos Homens e Galiléia.

(extraído do Terra Magazine)

Exibições: 161

Responder esta

Respostas a este tópico

Deixo de lado o assunto em si da matéria, pois requer alta especialização nos negócios da medicina. Médicos, jornalistas especialistas e até jornalistas curiosos e xeretas deverão tecer pertinentes comentários.
Só chamo atenção para o fato de que as Chinas reunificadas, talvez mais Japão e Coréias, serão o novo Império da Terra, com o detalhe que é uma nação de um bilhão e cacetada de chineses nacionalistas rumando do campo para a modernidade ao sol farniente do consumo tão ideologicamente cultivado e bem vendido pela América. Então, tudo que é característico e cultural da China será bem vindo neste Ocidente caindo pelas tabelas no limiar da Era do Dragão do Sol Nascente. Aliás, hoje, quase tudo de coisas e objetos mil já vem de lá. É avassalador e não tem pra ninguém. Eles só não tem florestas virgens, água abundante, onde colocar seu lixo comum e tóxico e o que fazer com o povo tibetano oprimido, mas, tenho certeza, darão um jeito imperial nos problemas...
Não é por acaso que tomei estratégica decisão: estou tendo aulas de mandarim, apreciando poesia haicai, cultivando novas amizades temáticas como o Zé da China, Liu Say Yam desta comunidade e outros oriundos da veneranda e vetusta nação do arroz. Acho que já é um bom começo...
Depois pode ser muito tarde. Então que venha acupuntura milenar. Só não vale agulha no olho.
Conheço acupuntura desde a década de 70. É extraordinária para nos equilibrar em todos os sentidos- orgânico e psíquico.
Meu médico no Rio de Janeiro é Orlando Gonçalves Filho, um dos primeiros brasileiros a usarem o método, foi aluno do professor Frederico Spaeth.
É médico e coordenador do Instituto de acupuntura do RJ, leiam aqui:
http://www.iarj.com.br/historia.php
Não é só a acupuntura que sofre preconceitos no meio médico.
Uso acupuntura qdo sinto necessidade. E tomo alopatia qdo é necessário.
Se temos um leque de possibilidades por que negá-las? Por que não somar?
Acupuntura não é sugestão. Quem conhece sabe. Os que a ignoram continuam sem saber.
Difícil aceitar o que é novo, difícil aceitar o diferente. Fora o problema do mercado, mas ai me calo.
Abs, Laura
Pois é. O mesmo vale para a Homeopatia.
Bjs
AnaLú
Anarquista, eu nem quis falar na homeopatia... :)
me trato com homeopatia desde que passei a me cuidar sem os pais escolhendo métodos.
Gosto muito.
Nunca fiz uma cirurgia, não tenho pressão alta, nem diabetes, nem nada- sou saudável- e tenho mais de 50 anos.
E cá entre nós, muitos médicos não acreditam em psicoterapia verbal- apenas terapias com drogas- vide o número enorme de pessoas que fazem uso de remédios para depressão porque sofrem de pânico, ou ansiolíticos para insônia. Por que não buscar a causa do conflito?
Meu mestre Freud chamava pânico de neurose de angústia, ou fobia, dependia da forma que se apresentava- mudaram a nomenclatura, vende mais.
Neurose obsessiva virou TOC, e por ai vai...
É moda dizer agora: Sou Bipolar. Há remedinhos que prometem a cura. Qto sofrimento...
Bom dia!
Olhem que beleza isso, em matéria de solidariedade e preocupação com o futuro:

Anarquista que maravilha o que eles fazem.
Meu marido faz acumputura seguido e se sente muito bem. Eu não faço porque tenho pavor das agulhas. Problemas da infância: minha mãe tinha mania de injeção. Só um psiquiatra para me curar deste pavor.hahahaha.
Confesso que tb tenho esse problema. Nao faço acupuntura. Mas me dou ao direito (ao luxo...) de fazer shiatsu toda semana. E me cuido pela homeopatia e pelo Reiki.
Bjs
AnaLú
PS: viu o vídeo? Vale a pena, é emocionante!
* * *

Aaia, aaiaa!!! Salve!!! Ave!!!

Êta, a passarinha gosta muito desse papo de agulhinhas, elas tiveram muita serventia no auxílio com as seqüelas (ainda com trema) da intoxicação por mercúrio...

É uma lástima que a medicina “oficial” com sua habitual arrogância... pedantismo, aliada aos escusos interesses venais de protecionismo à industria farmacêutica & hospitalar, não compreenda o quão seria importante pra Saúde Pública a aliança com a chamada medicina “alternativa”. Pois ela tem potencial para trabalhar ao nível da prevenção das doenças, portanto, se economizaria muito do erário, e, claro, a indústria farmacêutica veria seus lucros diminuídos... Aí, o bicho pega...

Lembro de inúmeras campanhas difamatórias através de veículos como a Veja, Fantástico, e outros...

Mas, agora, sabe-se lá, movidos por quais interesses, parece que a Rede Bobo, mesmo que no seu habituê tom sensacionalista, resolveu fazer uma certa divulgação do que antes eles acusavam como charlatanismo...

E, os maus pensamentos já povoam os poucos miolos desta ave... ai, ai, ai...

Sabem aquele papo de que tudo é encampado pelo modelo econômico... até o jeans desbotado, agora é de “butique” & custumizado???... Estão se dando conta que funcionam os métodos “alternativos”, então, estão dando um jeito de incorporar à medicina oficial, não só a acupuntura, que já conseguiram, bem como a prática de shiatsu e técnicas afins... vem sendo cogitado que seja uma prática exercida, somente, por fisioterapeutas...

Só rindo, pra não chorar... pois são paradigmas, epistemes muito distintas... Na China, a prática da massagem é milenar, e é uma prática, também, familiar, uns se aplicam nos outros, profiláticamente...

Mas, os “doutorzinhos” querem mais esse quinhão pra eles, e pior, SÓ PRA ELES...
A passarinha, vai seguir o conselho do Pajé e vai tomar chá e alfavaca, pra vê se dorme, he, he...

Marise, menina querida, as agulhinhas não machucam como injeção, não... Ocê deveria experimentar...É FANTÁSTICO... mas, muito mió que aquele programa bobal de quinta, mas que passa aos domingos, na telinha, tenha certo...

É muito bom virar ouriço, não é não Laurita????

Ana Lú, sabe das coisas, homeopatia, reiki, massagem... bommmmmmmmm...

Bejins, bejins... que a passarinha tem de aproveitar enquanto está com conexão... mas, isto é uma outra história, rsss


Saudações ouriçais (vixe, ficô esquisito, rss) pro’cês \♥/


Eu adoro ficar que nem ouriço, Grauninha, é uma delícia. E, pra quem não sabe, a agulha fica na superfície, não penetra, não dói. E dá uma sensação maravilhosa de bem estar.
Tb fiz mtos anos de shiatsu, era uma delícia tb- ali no Marina Hotel(Leblon), o José Carlos Araujo ainda deve atender lá- é uma das pessoas mais queridas que conheci, tem um astral maravilhoso e era lindo- há anos não o vejo- vim embora pra duna...
:(
ou
:)
não sei...
Gente, esse comentário nao é sobre terapias alternativas, mas tem a ver com a questao dos interesses econômicos dos laboratórios dominando que tipo de terapias sao consideradas:

Enviado por: Pedro Vieira

Nassif, bom dia!

Eu gostaria muito que vc abrisse um post sobre o assunto abaixo:

Cura do câncer!
>
> Um médico italiano descobriu algo simples que considera a causa do câncer. Inicialmente banido da comunidade médica italiana, foi aplaudido de pé na Associação Americana contra o Câncer quando apresentou sua terapia.
> O médico observou que todo paciente de câncer tem aftas. Isso já era sabido da comunidade médica, mas sempre foi tratada como uma infecção oportunista por fungos - Candida albicans.
>
> Esse médico achou muito estranho que todos os tipo
> de câncer tivessem essa característica, ou seja, vários são os tipos de tumores mas têm em comum o aparecimento das famosas aftas no paciente. Então, pode estar ocorrendo o contrário - pensou ele.
>
> A causa do câncer pode ser o fungo. E, para tratar esse fungo, usa-se o medicamento mais simples que a humanidade conhece: bicarbonato de sódio.Assim ele começou a tratar seus pacientes com bicarbonado de sódio, não apenas ingerível, mas metódicamente controlado sobre os tumores.
>
> Resultados surpreendentes começaram a acontecer. Tumores de pulmão, próstata e intestino desapareciam
> como num passe de mágica, junto com as Aftas.
>
> Desta forma, muitíssimos pacientes de câncer foram curados e hoje comprovam com seus exames os resultados altamente positivos do tratamento.Para quem se interessar mais pelo assunto, siga o link (em inglês): não deixem de ver o
> video, no link abaixo.
>
> O médico fala em italiano, mas tem legenda em portugûes. http://www.curenaturalicancro.com/
> Lá estão os métodos utilizados para aplicação do bicarbonado de sódio sobre os tumores. Quaisquer tumores podem ser curados com esse tratamento simples e barato.
>
> Parece brincadeira, né? Mas foi notícia nos EUA e nunca chegou por aqui. Bem que o livro de homeopatia recomenda tratar tumores com borax, que é o remédio homeopático para aftas. Afinal, uma boa notícia em meio a tantas
> ruins.
>
> De novo, a pergunta que não quer calar: por que a grande imprensa não dá a menor cobertura a isso? Nem na TV, nem nas rádios, nem nos grandes jornais… Absolutamente nada. Quem os proíbe de noticiar?
>
> O médico teve que construir um site, para divulgar o seu trabalho de curar o câncer (ou, pelo menos, várias das suas formas), usando apenas solução de bicarbonato de
> sódio a 20%. Imaginem!
>
> Bicarbonato de sódio, coisa que a gente encontra até no boteco da esquina.
>
> Neste endereço, o vídeo, onde o médico italiano mostra a evolução do tratamento até a completa cura em 4 casos:
> http://www..cancer-fungus.com/sub-v1pt/sub-pt.html
>
>
> Neste, o site em Português. Clicando-se nas bandeirinhas no alto da página, muda-se o idioma:http://www.cancerfungus.com/simoncini-cancro-
> fungo.php#
>
>
> VAMOS ACABAR A FARRA DOS LABORATÓRIOS! A GANÂNCIA DAS MULTINACIONAS QUE LUCRAM BILHÕES DE DOLARES COM MEDICAMENTOS EM TODO MUNDO, FAZ QUE GOVERNOS E A GRANDE IMPRENSA QUE RECEBE MILHÕES DE DOLARES ESCONDAM ESTA CURA TÃO SIMPLES????
>
> Cabe agora que organismos sérios formados por pesquisadores honestos e independentes prossigam nestas pesquisas, é possível que algumas formas de CANCER provocadas por radiação solar, ou radiação atômica não sejam tão fáceis de curar assim, contudo outras centenas de tipos de CANCER poderão ser curadas com metodos tão simpl es e baratos como esse! BICARBONATO DE SÓDIO!
Eu conhecia sobre o bicarbonato, desde cça sei que é excelente para acidez(uma pitada num copo d'água, vc pode deixar na geladeira numa garrafinha e beber aos poucos-maravilha para acidez de grávidas), agora a novidade sobre o câncer.
Se é realmente verdade, é fantástico!
E, sabemos nós, simples mortais, que há interesses espúrios dominando os laboratórios- o mundo em que vivemos... é triste tudo isto.

RSS

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço