Portal Luis Nassif

Você paga para ter internet banda larga e também paga um provedor de acesso? Se a sua resposta for "sim", leia o que segue abaixo porque isto vai te interessar muito. 
 
Só me senti seguro para publicar isto após, finalmente, receber em minha casa a conta de telefone sem a cobrança do inútil (ao menos para mim) "provedor de acesso". E isto só foi possível graças a uma ameaça de processo contra o tal provedor que insistia em não retirar a cobrança. 

 

Para ficar bem claro: uma coisa é o acesso à internet banda larga, serviço pelo qual você paga e é justo que a concessionária cobre. Outra coisa é o provedor de acesso, que é totalmente inútil - a não ser, claro, que o provedor ofereça serviços úteis (notícias, suporte técnico, entretenimento etc.) pelos quais você QUEIRA pagar. Inclusive, há uma lei que proíbe as concessionárias de acesso à internet (Oi-Velox, Telefonica-Speedy etc.) de impor um provedor, que não passa de um "atravessador" do seu acesso à internet.
 
Numa comparação metafórica, seria o mesmo que você pagar mensalmente uma taxa para ter direito a atravessar livremente, por um mês, uma ponte que já existe (seu modem até o backbone da concessionária). Até aqui tudo bem. O problema é que surge uma terceira entidade na área: um sujeito (provedor de acesso) que põe uma cancela na entrada da ponte e passa também a te cobrar por um serviço que você já paga. Clique AQUI para mais detalhes. 
 
O meu caso com o provedor começou com uma ida até o PROCON de minha cidade para reclamar contra a cobrança de R$ 29,90, pois eu tinha solicitado o cancelamento do "serviço" e eles se negaram em fazê-lo. Bom, segue o meu diálogo com a atendente do PROCON, que reflete o grau de desinformação sobre o assunto:
 
Atendente: você precisa do provedor para acessar!
Eu: não precisa.
Atendente: Precisa sim. Sem o provedor você não tem senha nem login para entrar na internet.
Eu: você tem internet na sua casa?
Atendente: tenho!

Eu: banda larga mais provedor?

Atendente: isso!
Eu: você já experimentou, na janela da conexão, colocar qualquer senha e qualquer login?
Atendente: não.
Eu: então, quando você chegar em casa, faça o teste.
Atendente: mas precisa de provedor sim.
Eu: este seu terminal tem acesso à internet?
Atendente: tem!
Eu: você pode entrar agora no Google?
Atendente: posso. 
 
Pedi então que a atendente digitasse as palavras "provedor internet venda casada" (sem aspas). Por sorte, surgiu como um dos primeiros resultados na pesquisa uma reportagem de 2005 em que o próprio ministro das comunicações de então, Hélio Costa, questiona o que considerou "venda casada", sendo que ele próprio desconhecia sobre a prática irregular quando contratou para a casa dele o serviço de banda larga, que veio junto com o serviço de provedor. Confira aqui:
http://www1.folha.uol.com.br/folha/dinheiro/ult91u98166.shtml
 
A atendente do PROCON então pediu licença e foi consultar a advogada do órgão. Dez minutos depois, ela veio com a resposta: "olha, esse caso foge da competência do PROCON. Você vai ter que entrar na justiça".
 
Bom, ao menos no meu caso, não precisou abrir processo. A própria operadora me telefonou avisando que enviaria outra conta apenas com o serviço de banda larga, ou seja, sem a cobrança do provedor. E pediu desculpas pelo “equívoco”. Isto porque eu tinha dito ao atendente do provedor que eu tinha consultado um advogado e que iria entrar com um processo na justiça.

 

E tem gente que paga "só" R$ 9,90 ou até R$ 1,99 e acha que está levando vantagem. Falando em "vantagem", há pessoas que até pagam um bom dinheiro para "técnicos" de computador picaretas irem em suas casas para arranjarem um "jeitinho" de não precisar pagar provedor. Adiante, explico como você mesmo pode dar esse "jeitinho".


Daí você perguntaria: "Ah, mas eu não vou ficar sem internet?"
Resposta: Não. Você vai continuar acessando normalmente com o seu mesmo login e senha. Aliás, com a proibição da venda casada (banda larga + provedor) pela justiça, hoje com qualquer login e senha você entra na internet (desde que, claro, você esteja pagando pela banda larga).

 

Então faça o teste agora mesmo: desconecte-se da internet e, na janela de conexão, troque o seu login e senha por um outro qualquer. Pronto. Conecte-se novamente e boa navegada! Este é o "serviço" que alguns "técnicos" andam vendendo na praça. Caso o teste não dê certo, corra atrás dos seus direitos.

 

Bom, de qualquer jeito, caso você não queira ficar pagando por um serviço que considera inútil, ligue agora para o provedor e mande cancelar o serviço. O atendente certamente irá te dizer que você vai ficar sem internet, mas esteja certo que esta informação não procede. 
 
Por que ninguém, ou melhor, nenhum noticiário de TV ou jornal te informa disto? Resposta: lembre-se que alguns veículos da chamada “grande mídia” têm oferecido serviço de provedor para banda larga. E perderiam muito dinheiro se todo mundo soubesse que o provedor de acesso é supérfluo, ou, um serviço opcional.

Exibições: 12781

Responder esta

Respostas a este tópico

É possível isso? Nao sabia.

Rss... simm, corre lá e veja do que é composto sua conta. Liga e manda desligar o provedor de banda larga.

Liguei a NET a cabo estes dias em casa (me livrei do Speedy e da Telefônica numa tacada só..) e nem quiseram saber quando perguntei se precisava de login, senha... nada disto. Tá plugado, tá conectado.

:)

Obrigadíssima.

RSS

Publicidade

© 2017   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço