Inácio Pinheiro, também conhecido como Pernambuco do Pandeiro, chegou na Rio de Janeiro em 1932 no Estácio, assimilando o samba que ali se consolidava. Conviveu na Lapa com a alta malandragem. Foi músico do Regional de Claudionor Cruz, que era composto por nada mais nada menos que Bola 7 e Abel Ferreira, tocou esporadicamente no Regional do Canhoto. Participou de inúmeras gravações nas décadas de 1940 a 1959, quando muda para Brasilia a convite de Juscelino. Enfrenta vários percalços, mas continua com sua trajtória musical. Participa do conjunto de Waldir Azevedo e é um dos fundadores do Clube do Choro de Brasília. É um livro de co-autoria, onde ele entra com a linha e eu faço o tecido. A pesquisa está pronta, e com mais 60 paginas 

Exibições: 281

Anexos

Responder esta

Respostas a este tópico

Ezalmone, me interessei. Pernambuco é celeiro de grandes talentos.
De Gilberto Freyre a mestre Ariano, e tantos
Ezalmone,
li um cadinho ontem e li o restinho hoje e fiquei e continuo comovida.

uma história linda, incrível, que mostra o lado lindo de um homem talentoso, produto de uma história sofrida, muito sofrida.

linda a linha e o tecido tá muito bem costuradinho. vai dar panos prá manga... prá ficar no mesmo riscado, né?

sucesso no resto da caminhada que não deve ser simples.
achei ele aqui. um show, viu! um show!
outro dia pensava que queria aprender a tocar pandeiro... acho que vou desistir...

Olha só que coisa incrível. linda. que genialidade.

Ezalmone,
vc está no blog do Nassif.
vc viu?
parabéns.


Olha ele aí, na abertura da temporada de 2010 do Clube do Choro (última sexta-feira)



Aqui falando para quem quiser ouvir que o Márcio Marinho, este garoto que está ao seu lado, é um dos melhores cavaquinhos que ele conheceu (e olha que ele manja do riscado!).



VIVA PERNAMBUCO DO PANDEIRO!
Parabéns pela sua pesquisa.
Coisas da Cafu mesmo.
como descobrir isto, assim tão fresquinho.
daqui a pouco chega a imagem, não?
O Pernambuco do Pandeiro é um dos fundadores do Clube do Choro de Brasília, Luzete. Este show de abertura do projeto de 2010 Brasília Capital do Choro teve a participação da Velha Guarda dos chorões, acompanhados com pela talentosa Prata da Casa e encerrou de forma magnífica com o Tiaguinho, este garoto de 12 anos que toca bandolim feito gente grande. Guarde este nome: Tiago do Bandolim.



Tiaguinho no Clube do Choro de Brasília

Beijos.
Cafu,
i num é quei eu achei o tiaguinho?
ò procê e prô dono do tópico que sumiuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu!
Eita maravilha! Valeu! Palmas pra eles.
Beijos.

RSS

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço