Cabe ao PT colocar sua militância na rua contra a "barbárie" em SP?

A presidente Dilma Rousseff, no Fórum Social 2012, somou sua voz à indignação nacional contra a truculência mais uma vez desencadeada pela Polícia Militar paulista contra os excluídos.

O que aconteceu em Pinheirinho foi "barbárie", disse ela.

Foi barbárie, dizemos todos os que penamos 21 anos sob uma brutal ditadura e não assistiremos passivamente às sorrateiras tentativas de restabelecerem o primado da repressão como resposta aos problemas sociais --mais um passo de uma caminhada que poderá conduzir a novo estupro da nossa liberdade, se não esmagarmos o ovo da serpente enquanto é tempo.

Dilma está certa quanto aos limites da atuação do governo federal no caso. Mas, o PT não tem tal inibição e precisa colocar a militância protestando na rua, até para honrar os seus princípios, sua história e sua mística: É UM PARTIDO QUE NÃO TEM O DIREITO DE OMITIR-SE DIANTE DA BARBÁRIE! 

Eis o relato do enviado da Folha de S. Paulo a Porto Alegre, Felipe Bächtold:

"Em reunião fechada ontem com movimentos sociais em Porto Alegre, a presidente Dilma Rousseff fez críticas contundentes à reintegração de posse na área conhecida como Pinheirinho, em São José dos Campos (a 97 km de São Paulo).

A Folha ouviu seis participantes do encontro. Segundo eles, Dilma se referiu à operação da Polícia Militar paulista como 'barbárie' e disse que não esperava que ocorresse dessa maneira.

Falou ainda que o modelo usado na reintegração, realizada no domingo passado, nunca será adotado pelo governo federal.

Mas, ainda segundo os espectadores da reunião, a presidente disse que o país é uma federação e que o caso estava sob responsabilidade de um Estado e do Judiciário, o que limita a atuação do governo federal".

Exibições: 200

Responder esta

Respostas a este tópico

Celso.

Creio que o militante do PT deve sim . intervir./

e urgentemente!

o Paulistano deve sim se mobilizar,

assim fazemos nós por estas bandas,

outro dia fizemos passeatas contra as politicas de desapropriações do gov. Cid., por conta da COPA Do MUndo. ( o que tá nos saindo uma vergonha)

li na Adital que a Anistia tomou providencias.

"" inúmeras violações de direitos praticadas durante a desocupação na comunidade de Pinheirinho, em São José dos Campos, São Paulo, sudeste brasileiro, chamou a atenção e indignou não apenas movimentos e organizações do país. Os ecos da violência praticada contra cerca de 9 mil pessoas no último domingo (22) chegou à Anistia Internacional, que está fazendo um chamado urgente ao governo brasileiro a fim de garantir moradia a todas as famílias retiradas de suas casas.

"As autoridades brasileiras devem atender urgentemente as necessidades dos milhares de pessoas que ficaram sem casa. Devem envolver-se ativamente com os moradores para encontrar uma solução em longo prazo que se adapte a suas necessidades, e não um lugar temporário em um albergue, algo que acaba desestruturando as famílias”, alertou Atila Roque, diretor de Anistia Internacional Brasil.""

espero que  vejamos algum resultado .

e que o Estado Brasileiro seja responsabilizado.

E não é só em São Paulo, não..

 tá se alastrando pelo Brasil inteiro.

veja na Paraíba.

A área em questão está localizada na região da Grande Mucatu e é alvo de um conflito envolvendo as famílias e a Emprersa Elizabeth, que adquiriu lotes na região de forma ilegal para instalar uma fábrica de cimentos.

  Cerca de 100 famílias indígenas da etnia Tabajara e trabalhadores rurais assentados de Mucatu foram alvo de violência e de despejo ilegal por parte da Policia Militar, após ocupação de uma área na região ontem (26). Após várias denúncias de ilegalidade, a tropas da PM foram retiradas do local apenas às 12h de hoje. Neste momento, a PM e seguranças particulares da Empresa Elizabeth encontram-se de vigília à 3km de onde estão os indígenas e trabalhadores rurais assentados. As famílias temem que novas ações de ilegalidade e de violência da policia militar e da Empresa Elizabeth aconteçam a qualquer momento.

"Cabe ao PT colocar sua militância na rua contra a "barbárie" em SP?"

O PT que o diga. Se disser não, morreu o PT.

Sem dúvida o PT deveria. Mas o PT é ainda o PT? É isso que está em questao, quando membros do Partido cogitam em aliar-se a Kassab... 

O governo do PT deveria fazer aquilo que o governo do PSDB de são josé dos campos de concentração e do estado de são paulada não fizeram, dar urgente moradia e transito dignos - sem pulserinhas nazistas -  para os sem-teto gerados pela barbárie típica da direita ignorante, insensivel e imbecil.

E colocar a militância não nas ruas, mas na prefeitura de são jose dos campos de concentração, exigindo terrenos para a construção imediata de moradias temporárias e condições mínimas de vida, enquanto não se constroem moradias definitivas e de qualidade em um prazo reduzido, porque tudo o que a direita quer é evitar ser derrubada da prefeitura de são paulo.Sem Kassab, certamente.

Deixando bem claro que o que Alckmin propos de auxilio aluguel não alugaria nem uma casa no próprio Pinheirinho e que o prazo de 6 meses da ajuda não combina com o prazo de 18 meses para construir 1000 casas, para quem já está na fila, ou seja, não necessariamente os sem-tetos criados agora.

Nem mentir direito sabem.

Se é que não vão construir é maquetes, que é a especialidade deles.

Sem esquecer em momento algum que o que Alckmin e o prefeito fizeram em um dia em termos de desabrigados e humilhados, Israel levou um ano para fazer na Palestina.

Bota barbárie nisso.

É obrigação, não só do PT, mas de todos os que tem um mínimo de consciência, resgatar a dignidade desses prisioneiros de campo de concentração.

Um absurdo inominável o que está acontecendo e a falta de discernimento de todos que dizem se opor a isso.


Acabei de ler e assinar este abaixo-assinado online: «contra a desocupação do Pinheirinho» 

http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoVer.aspx?pi=must 


favor divulgar

Sou petista e não estou esperando decisão alguma do partido. Faço pela minha consciência. Tenho participado na medida do possível de manifestações de protesto e estarei em SJC na segunda-feira, junto com o pessoal do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana - CONDEPE/SP, pra fazer um levantamento das reais condições dos desalojados.

Boa, Nilva. A gente tem um compromisso com a nossa consciência e não com determinações burocráticas. A alma do PT, quem faz é a gente e nunca, jamais, um ditame oficial. Onde a getne puder intervir, acusar, mobilizar e congregar, que o façamos. Quem espera sentado terá cãimbras na bunda.

Sabe a história da cobra que morde o próprio rabo? Pois é, o último bastião da direita no país, que era o governo paulista, acaba de comer o que restava de sua cauda.

Que os céus te ouçam! 

Uma vergonha esta juíza.

Tava acabando de ver isso no blog-mae, Stellinha. Ai, dá um nojo na gente. Nao é possível que essa vergonha nao tenha um preço para o governador de S. Paulo, o prefeito de SJC e para essa juíza. 

Gente, mesmo se a evacuaçao das pessoas fosse justa, para cumprir a lei, etc., NAO TEM PERDAO O MODO COMO FOI FEITA. A violência, o gás pimenta em cima de crianças e velhos. Nao ter nenhuma estrutura de apoio.Pulserinhas de identificaçao como em campos de concentraçao. E demolir as casas com os bens dos moradores todos dentro, nao dar tempo para as pessoas buscarem, é a cereja do bolo. 

RSS

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço