Caio Blinder chama rainha da Jordânia de "piranha" e gera crise diplomática ao Brasil

Eu assisti essa baixaria, que foi na Globo News.Eles se acham  no direito de jogar pedras pra todo que é lado,Aquele Mainardi então da nojo de ver a cara dele falando   do Brasil em  veneza.São   comentaristas  de humor ácido,  tecem comentários  maldosos  e agora a globo vai ter que se  retratar porque  feriu a diplomacia do Brasil.

"

Um comentário do jornalista Caio Blinder, durante o programa "Manhatan Connection", da Globo News, em que chama a rainha Rania da Jordânia de "piranha", gerou protestos por parte da embaixada do país no Brasil.
"Politicamente, ela [Rania] e as outras piranhas são intragáveis. Todas elas têm uma fachada de modernização desses regimes - ou seja, não querem parecer que são realeza parasita e nem mulher muçulmana submissa. Isso é para vender para o Ocidente, enquanto os maridos estão lá, batendo e roubando", declara Blinder, segundo informa a jornalista Cristina Lemos.
O comentário não agradou Ramez Goussous, embaixador da Jordânia no Brasil, que enviou ao Itamaraty nota verbal formalizando protesto contra o comportamento do jornalista. 
A embaixada exige retratação de Blinder durante o programa e ainda ameaça processar a Rede Globo. A Jordânia recebeu o apoio de outros 17 embaixadores, que repudiaram a atitude do jornalista.             
        
"Eu errei e estou pedindo desculpas"
No final da tarde desta quinta-feira (14), o jornalista Caio Blinder conversou por telefone com a reportagem do Portal IMPRENSA e disse que considerava o episódio superado.
"Eu sabia que a gente tinha feito uma besteira, mas já acabou essa história pra mim. E houve a retratação no ar. O Lucas [Mendes], editor-executivo do 'Manhatan', pediu desculpas pelo meu termo ofensivo. E nós demos as mãos à palmatória", explicou. 
"O Lucas até leu no ar: agora mais um momento raro, mas não inédito, onde cometemos leviandades, injustiça e insultos, quem nos conhece sabe que não queremos ofender", lembrou Caio antes de reiterar que não é de seu "feitio ofender pessoas", e que não costuma se referir às mulheres com termos chulos.
"Não me refiro às mulheres como piranhas, sejam elas árabes judias, esquimós...E não é uma questão política. Aliás, eu faço críticas políticas; não a pessoas. Eu errei e estou pedindo desculpas", finalizou. 
Em 1997 o programa viveu polêmica semelhante, quando Paulo Francis - comentarista ao lado de Mendes, Blinder e Nelson Motta - defendeu  no ar a privatização da Petrobras e acusou seus diretores de possuírem 50 milhões de dólares em contas na Suíça. Francis se retratou, mas foi processado pela estatal em 100 milhões de dólares, e iniciou um embate indireto com o diretor da empresa, Joel Rennó. Poucas semanas depois, Francis morreu devido a um ataque cardíaco."
 

Exibições: 354

Responder esta

Respostas a este tópico

É um abuso. Mas, por outro lado, como a embaixada poderia processar a rede Globo? Ao jornalista individualmente sim, por difamaçao e ofensa. Mas nao creio que a Justiça considerasse a Globo subsidiária do ato...

Ana

qual veículo que esta sendo usado pra tal infâmia? A rede Globo.a responsabilidade é de quem? é um programa da GLobo News, que tem  que bancar  a responsabilidade   do que esta sendo levado ao ar.O lula  eles deitavam e rolavam de tanto falar mal  ironizando  debochando escrachando  seu  governo.Lei de medyos já!!!!!

Com isso concordo em gênero, número e grau... (rs, rs)

 

Esse vídeo mostra a infâmia.

Me parece que o tal de Ricardo tem a cabeça entre as orelhas. O resto parece um bando de trogoloditas.
momento bom rogério pra lei de medyos, ja que envolveu´  a  diplomacia do Brasil no mundo árabe aviltando  mulheres e  seus maridos.
Eu não sei quem assiste este programa, eles estão tão por dentro da situação política tanto como um zé da rua. Eles lêem os editoriais dos jornalões norte-americanos e pensam que sabem alguma coisa, é patético.

Dalva,

 

Me parece que um deles já está na Itália com medo de ser condenado por alguma coisa aqui no Brasil. O tal de Blinder está traçando o mesmo caminho.

 

Porém é interessante, após tomar algo para enjoou, assistir até o fim, a parte que eles falam sobre o Egito, chega ser hilária o outro, que não ouso repetir o nome (copiando o Harry Potter - afinal tenho filhas pequenas e tenho que assistir todos os filmes), traça loas aos USA por eles estarem democratizando aquela parte do mundo, aí o Ricardo, que me parece ter uma cultura histórica bem maior do que os outros, fica surpreso, dizendo que quem sustentou Mubarak e outros ditadores é o próprio ocidente (foi claro na colocação, não citando meramente os USA, e dividindo a responsabilidade com as demais potências ocidentais).  Quando ele fala isto o outro pergunta, da onde tiraste isto, e ele responde da história. Ou seja, se não fossem parceiros do mesmo programa eu diria que ele pisou na garganta daquele que não se fala o nome.

Explica isso pros maridos árabes que eles  zuaram  até!!!onde é passado o programa?eles são os brasileiros "colonistas" amam os Usa e odeiam o Brasil.O Lula ja falaram cada coisa qdo  era presidente, que  em nenhum país  do mundo poderia haver  tanta falta de respeito  com o chefe de estado.

 

 

 Rania é uma celebridade internacional, por causa da beleza e do trabalho humanitário entre mulheres e crianças pobres de seu país. A rainha surpreendeu o mundo quando utilizou o site de compartilhamento de vídeos, Youtube, para desmistificar estereótipos sobre árabes e muçulmanos, e é conhecida como defensora dos direitos da mulher. O rei Abdullah II e a rainha Rania estiveram no Brasil em 2008 e foram recebidos pelo ex-presidente Lula.

 

 

 

Chamar uma rainha de piranha... Tem coisa que não se aprende na escola: é pai e mãe mesmo. Nunca vi na TV nenhum comentário desse tipo sobre a Lady Diana, Caroline de Mônaco ou alguma outra monarca de sangue ou de dinheiro (como Paris Hilton) branca, embora em contextos que pudessem sugerir esse tipo de avaliação indelicada e até imprópria.

 

No fim das contas, não passam de um bando de Bolsonaros (esse sim, é um xingamento pesado): racistas e auto-indulgentes pela certeza da absoluta impunidade. Podem abrir a boca e falarem o que quiserem de quem quiserem. Antes da próxima eleição vão falar coisa pior da nossa presidente. Aqui pode, aqui há a "liberdade de expressão" (da Globo). O problema é que a rainha Rânia não mora num barraco e isso certamente atordoa...

 

Concordo inteiramente com o comentário de que "lêem uns editoriais estadunidenses e acham que estão bem informados". Arrotam escolaridade, mas jamais deixam alguém realmente estudado concluir um raciocínio (dizem que é o tempo de TV, bobagem, é o medo do abismo...).

 

Além do mais... che bella ragazza...!

Francisco, o único país do mundo em que o Governo dá amplo direito de ser chamado do que é realmente, ladrão, safado, bandido, (cachorro não porque o animal é o mais honesto e fiel de todos os seres vivos) hipócrita, traidor, falso, salafrário, etc. é o Brasil cujos Governantes quase todos se semtem felizes por possuirem essas qualidades e se realizam em demonstra-las ao mundo inteiro.

RSS

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço