Como se aproveita da ânsia ecológica para fazer exatamente ao contrário.

O portal da Globo Natureza dá uma notícia fantástica sobre a Costa Rica:

Nova usina solar impulsiona energia limpa na Costa Rica.

Ao ler a notícia, que achei um pouco surpreendente demais. Vi que uma empresa Japonesa está doando 10 milhões de dólares para implantar um projeto de abastecimento de energia solar na Costa Rica. Este dinheiro vai servir para alimentar 800 residências na Costa Rica, eles não vão ganhar nada com isto, implantaram a usina numa área de 2,7ha e terão o direito posterior de utilizar 10,4km² para um futuro projeto de energia geotérmica no no Parque Nacional Volcán Rincón de La Vieja. Até achei que a humanidade estava sofrendo um processo de mudança e que os nossos amigos Japoneses estavam virando Santos.

Como sou meio curioso fui pesquisar um pouco sobre o assunto, primeiro sobre a presidenta Laura Chinchilla que está promovendo esta revolução ambiental, depois sobre o famoso aproveitamento de energia solar.

Em resumo vou colocar algumas conclusões sujeitas a chuvas e trovoadas mas baseadas em alguns fatos reais:

A Costa Rica tem uma empresa estatal de geração e distribuição de energia elétrica que atende a quase 95% da população do país, tendo a 5ª mais barata da América Latina e quase a totalidade desta energia é gerada através de usinas Hidrelétricas, que no seus projetos não apresentam problemas sérios com as comunidades locais (até pouco tempo), sem a queima de combustíveis fósseis.

Estando do jeito que está parece que não deveria nada ser mudado, porém com a formação da CAFTA (Central America Free Trade Agreement), uma espécie de ALCA para a América Central, os USA estão exigindo a privatização da Energia Elétrica, dos serviços de água e esgoto e por último, e mais grave, através do “Expediente N.º 17.211” querem privatizar as áreas de matas protegidas (videhttp://www.asamblea.go.cr/Lists/Noticia ... px?ID=1943 , http://www.puntarenas.com/portal/articles.asp?id=85 e http://www.asamblea.go.cr/Centro_de_Inf ... ecto=17211 ).

Bem, aí me parece que vem o problema, o tal área reservada para a energia geotérmica (10,4km²), decantada em prosa e verso pela imprensa que faz a cobertura de meio ambiente, é uma cunha para realizar estes dois últimos, a privatização da Energia Elétrica na Costa Rica (afinal de tudo, os Costarriquenhos não entendem nada de energia solar - talvez porque não precisem, mas isto já é outra história), e o ataque as áreas protegidas das florestas da Costa Rica.

A notícia que os meios de comunicação estão falando é que esta usina solar seria entregue ao Instituto Costarriquenho de Eletricidade (ICE, empresa pública de  geração elétrica), esquecendo dizer que no momento da privatização está área será transferido para quem ganhar o processo de privatização!
Acho que estes sites que colocam notícias vitoriosas sobre o Meio Ambiente, seria melhor verificar o que está por trás desta notícia.

Exibições: 83

Responder esta

Respostas a este tópico

pobre Costa antigamente Rica....

RSS

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço