Portal Luis Nassif

Se a dívida pública é de R$3.092,7 bilhões e a Taxa Selic é de 13% ao ano e a população brasileira é de 206 milhões de habitantes, cada um de nós - brasileiros - tem que fazer um pagamento anual de dois salários mínimos de R$973,00 - juros - além da dívida de 15,4 salários mínimos - o principal da dívida.

A dívida pública é nossa, em última instância. Eleger um administrador público é o equivalente a passar uma procuração para que administre os bens coletivos em nome da coletividade.

Uma família composta por pai, mãe e dois filhos tem (contratado pelos administradores públicos) um desembolso de R$649/mês para manter a dívida além da dívida de R$60.000,00 referente ao principal da dívida.

Há, até onde consigo entender, apenas uma reivindicação a fazer para amenizar essa situação: a diminuição da taxa SELIC de 13% ao ano - reputada uma das maiores do mundo - para valores menores que esse.

Exibições: 34

Anexos

Responder esta

Respostas a este tópico

Os valores mencionados no meu comentário destinam-se a honrar compromissos financeiros assumidos em nome da população por um ente - administrador público - que foi criado para gerir recursos arrecadados a fundo perdido, os impostos.

Se se parte da premissa de que os impostos brasileiros são predominantemente regressivos - paga relativamente mais quem menos tem - e que são os que mais têm os que aplicam recursos financeiros em empréstimos ao Poder Público, pode-se concluir que a dívida pública tornou-se um mecanismo de efeito socialmente perverso: transfere riqueza da camada de menor poder aquisitivo para a camada de maior poder aquisitivo, um fator de concentração da renda e da riqueza.

Essas circunstâncias abrem a possibilidade de arbitragem internacional de juros com a entrada de recursos financeiros de lugares em que a taxa de juros é inferior - boa parte é assim - para que o agente economico se aproprie da diferença. Não é à toa que o sistema produtivo está em marcha lenta.

O informe do banco a respeito da cotação do dólar: R$3,14 na sexta-feira. O que pode estar acontecendo? Entrada de dólares maior que a saída? Nesse caso, para onde estariam indo esses dólares? Para a dívida interna do Poder Público?

Anexos

RSS

Publicidade

Blogs Brasilianas

© 2017   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço