a minha alegria atravessou o mar....( de lama)...

Exibições: 288

Responder esta

Respostas a este tópico

04.11.10 - BRASIL

Viva as Mulheres!


Selvino Heck *
Viva as mulheres que trabalham, se afirmam todos os dias e não têm medo de nada, nem do escuro, nem da sombra.
Viva as mulheres que nos tanques da vida lavam a roupa suja da opressão, da desigualdade e da injustiça.
Viva as mulheres que lutam pela igualdade, pelos mesmos direitos que o homem, mesmo salário e mesmas oportunidades.
Viva as mulheres guerreiras que se aventuram nos espaços mais inusitados e mostram sua capacidade com ternura e firmeza.
Viva as mulheres que se doam, não dormem por seus filhos que estão fora de casa ou no hospital, que crêem no amor e o vivem diariamente.
Viva as mulheres corajosas que enfrentam as turbulências da vida, às vezes a violência, e não se dobram, nem se curvam.
Viva as mulheres plantadoras da paz e do milho, dos frutos da humildade e da consciência cidadã.
Viva as mulheres que são belas e sorridentes, cantam e encantam, mexem com os corações e a alma.
Viva as mulheres com as mãos cheias de calos e feridas pelos tombos e quedas e que não se vergam ao cansaço e às tempestades.
Viva as mulheres, e sua incansável contribuição para o futuro de um outro mundo possível.
Viva as mulheres parteiras da liberdade, da democracia e da vida.
Viva as mulheres que anunciam o novo, e o regam e o cercam de flores e perfumes.
Viva as mulheres amantes, amigas, irmãs, mães, avós que não se entregam nunca ou se entregam totalmente.
Viva as mulheres e seu olhar de fogo e luz.
Viva as mulheres agricultoras e as que trabalham nas fábricas e nos lares, nas escolas e nas creches, nos hospitais e nos ônibus, nos campos de futebol e nas universidades, nos açudes e nos palácios, nas prisões e nas igrejas, na roça e na metrópole.
Viva as mulheres que choram e riem e deixam suas lágrimas rolar livremente.
Viva as mulheres que põem a semente na terra e no ventre e a conduzem à juventude e à maturidade.
Viva as mulheres guerrilheiras da esperança, da luta incansável por tempos de solidariedade e pelo alegre convívio dos diferentes.
Viva as mulheres donas do pedaço e do nariz.
Viva as mulheres governantes que cuidam de todos e todas, manhã, tarde e noite com dedicação e felicidade.
Viva as mulheres companheiras de todos os dias e todas as horas, na dor e na alegria, no sofrimento e na vitória.
Viva as mulheres cuidadoras do amanhã e suas incertezas, do que virá e suas belezas.
Viva as mulheres sonhadoras de uma utopia onde todos e todas são iguais, onde o amor seja o centro da vida e o construir junto forme a comunidade de irmãos e irmãs.
Viva as mulheres fazendo história.
Dilma Roussef, no seu primeiro discurso como presidenta eleita, disse: ‘...é uma demonstração do avanço democrático do nosso país, porque pela primeira vez uma mulher presidirá o país. Já registro, portanto, o meu primeiro compromisso após a eleição: honrar as mulheres brasileiras para que esse fato até hoje inédito se transforme num evento natural e que ele possa se repetir e se ampliar nas empresas, nas instituições civis e nas entidades representativas de toda a nossa sociedade. A igualdade de oportunidades entre homens e mulheres é um princípio essencial da democracia. Eu gostaria muito que os pais e as mães das meninas pudessem olhar hoje nos olhos delas e dizer: ‘Sim, a mulher pode’.

* Assessor Especial do Presidente da República do Brasil. Da Coordenação Nacional do Movimento Fé e Política
dilma lá, não é?

enquanto isto... enquanto isto, na frança, olha o que faz um mau perdedor:

Serra critica Lula na França e ouve: "Por que não te calas?"

Derrotado nas urnas, o ex-candidato tucano à presidência, José Serra, participou nesta sexta-feira do encerramento do XI Fórum de Biarritz, no sul da França - dedicado a analisar as relações entre América Latina e União Europeia (UE) - a acusou o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de desindustrializar o país e fazer "populismo" de direita em matéria econômica. Da plateia, um homem reagiu e gritou: "Por que não te calas?"

Durante sua palestra, Serra argumentou que não pôde discutir como gostaria durante a campanha eleitoral e declarou que o Brasil é um país fechado ao exterior. "Há um processo claro de desindustrialização", afirmou, criticando "a fraqueza" dos investimentos do governo e a elevada carga tributária.

"É um governo populista de direita em matéria econômica", afirmou, complementando que a a democracia não é só ganhar eleições, "é governar democraticamente".

O tucano também criticou o modelo de orçamento participativo, no qual o contribuinte pode decidir sobre a distribuição de parte dos impostos, adotado pelo Brasil e por outros países latino-americanos.

O ex-candidato também acusou o governo de se unir a ditaduras, como a do Irã. Neste momento, foi interrompido por um membro da Fundação Zapata, do México, que estava na plateia, e gritou: "Por que não te calas?", provocando um momento de agitação.

(eu pergunto: não dá um misto de vergonha e réiva? dá né? e muiiiiita!)

fonte: http://www.jb.com.br/pais/noticias/2010/11/05/serra-critica-lula-na...
E ao mesmo tempo dá um alívio de saber que esse cara não mora e nem nunca vai morar no Planalto...
É do Sebrae mas é uma das apresentações mais lindas que conheço. Viva Dilma!!!



18.770.409 foram os votos não dados ao Alckmin em São Paulo, ele foi eleito com 11.519.314 ou seja muita mais gente não quer o Geraldo, não eu, o Alckmin, e nao vejo e nunca vi esta coisa de desmerecer a vitoria, como estam fazendo com a Dilma com selo de " 70 milhoes não votaram nela e eu sou uma delas " ... a coisa vai ser dificil ... esta derrota foi maior do que eles pensavam.
O sujeito devia era usar um selo assim: " 70 milhões não merecem usufruir do bom momento do Brasil e eu sou um deles". Mas este, claro, o cretino não usa.
concordo com você, mas tenho lido alguns blog e parece que a eleição ainda não acabou... tem uns falando em Aecio para presidente do brasil, mas primeiro eles falam em pres do senado, é uma coisa maluca... o odio é mesmo irracional .
O ódio contra Dilma é de fato irracional. Uma mulher ativista ter enfrentado a ordem estabelecida parece provocar maremotos de indignação. Não demora mais do que poucos minutos pra desmontar os argumentos dos raivosos. Não adianta, eles se calam, mas seu olhar diz tudo. A questão parece ser psicológica.
vamos esperar, e ficar atento... abraços

RSS

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço