Portal Luis Nassif

Assista ao vídeo abaixo (os trechos dos editoriais do vídeo são reais e você confere nos links ao final deste e-mail).
http://www.youtube.com/watch?v=KxpP5F7NF5g

"PIG", segundo a Wikipedia, a enciclopédia livre:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Partido_da_Imprensa_Golpista

Outro vídeo fundamental em que o jornalista Mino Carta dá uma verdadeira aula sobre a mídia brasileira.
http://www.youtube.com/watch?v=4gF6jTGZwK0

Nesta imperdível palestra informal de Mino Carta, ele ainda brinca com o fato de ter sido o inventor das "páginas amarelas" da revista Veja. E afirma que a mídia brasileira nunca foi censurada ou incomodada pela ditadura - já que ela, a mídia, sempre foi parte integrante do próprio golpe. Tradicionalmente, essa velha mídia nunca tolerou qualquer governo de orientação popular que esteja fundamentalmente compromissado com a melhoria das condições de vida da população miserável.

Para quem não conhece Mino Carta, ele foi o idealizador da revista Veja junto com Victor Civita e a transformou na melhor revista do Brasil naquela época. Depois, ele saiu da Veja e fundou a "Isto É", que viraria também uma revista respeitável. Mino saiu da "Isto É" para finalmente fundar uma revista própria: "Carta Capital". Hoje, infelizmente a revista Veja se transformou numa revista fascistóide da pior qualidade. E Mino, divertido, até brinca com o monstro que ele próprio criou. Confira:

http://www.youtube.com/watch?v=4gF6jTGZwK0

Entrevista de Mino Carta ao Jô Soares em 1988 (nos bons tempos do SBT) em que o próprio entrevistador apresenta Mino como "o mais brilhante dos jornalistas brasileiros":
http://www.youtube.com/watch?v=GQaoSfxElyA

Portanto, meu prezado, muito cuidado quando você ouvir a grande mídia reclamar que alguém quer “censurar a imprensa” no Brasil. É um engodo canhestro até porque a grande imprensa está morrendo sozinha com seus próprios (de)méritos, com a queda gradativa das tiragens e a qualidade técnica cada vez pior. É o ciclo vicioso da pindaíba: aos poucos foram sendo expurgados (por demissão ou aposentadoria) os bons e experientes jornalistas (de altos salários) e foram inflando as redações com estagiários que fazem tão-somente "copidescar" as orientações dos seus patrões.

E, claro: o advento da internet. Ao se deparar com esses rumores idiotas de "censura", tente ouvir de maneira clara (sem cortes, edições ou manipulações) o que a outra parte realmente está dizendo. Talvez você, surpreso, entenderá que essas pessoas estão cobrando, isto sim, “imparcialidade”, “honestidade” e “democratização” da grande mídia – esta que é tradicionalmente controlada por meia-dúzia de famílias no Brasil. E a internet no Brasil surge como uma ferramenta fundamental para quebrar tal oligarquia. Isto, apesar das tentativas reais de censura de autoria de ninguém menos que o senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG), que tentou impor o chamado "A.I. 5" digital. Por que censurar a internet? Será porque este sagrado território de liberdade de opinião ameaça algum outro poder? Pesquise no Google por “azeredo censura” (sem aspas) e opte apenas por clicar em sites e portais de credibilidade (não confie em blogs anônimos). Confira no Portal Terra:
http://tecnologia.terra.com.br/interna/0,,OI3846184-EI4802,00-Lula+...

Blog "NaMaria News" construído por professores de São Paulo especialmente para denunciar o pornográfico mutualismo entre o PSDB e a grande imprensa: o governo de SP faz compras milionárias de periódicos do PIG para distribui-los pelas escolas da rede pública de ensino. Todos os dados do NaMaria News são linkados com editais oficiais do governo de SP (para ter acesso aos documentos, basta passar o mouse nas datas e depois clicar na janela que abrir).
http://namarianews.blogspot.com/2010/09/o-toma-la-da-ca-da-educacao...

Editoriais dos jornalões enaltecendo o golpe de 1964:

JB:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Jornal_do_Brasil

O Globo:
http://pt.wikipedia.org/wiki/O_Globo

O Dia:
http://pt.wikipedia.org/wiki/O_Dia

Tribuna da Imprensa:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Tribuna_da_Imprensa

O Povo:
http://pt.wikipedia.org/wiki/O_Povo

O Globo:
http://pt.wikipedia.org/wiki/O_Globo

Editorial de O Globo, escrito por Roberto Marinho (acusado de ser o mentor intelectual do golpe) em 1984 em comemoração aos 20 anos da "Gloriosa Revolução" de 1964:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Roberto_Marinho

Exibições: 85

Responder esta

Publicidade

© 2017   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço