Assunto: (PSB) ERUNDINA prefeita + (PT) HADDAD vice (última chance)

 

             Prezados, quem gostar, por favor publique, divulguem. É um apelo.

 

             Pode ser a nossa última chance.... reproduzo aqui, um post que enviei ao portal em 27/3 pp.

 http://blogln.ning.com/forum/topics/psb-erundina-prefeita-pt-haddad...

 (PSB) ERUNDINA prefeita + (PT) HADDAD vice =  um Brasil democrático e popular

“Com confirmação do ex-governador SERRA candidato, o PSB de São Paulo dispõe dessa única e melhor solução para a eleição da Prefeitura de São Paulo em 2012. A deputada LUIZA ERUNDINA com HADDAD vice, é viável, útil e a melhor estratégia para se evitar o pior para São Paulo e para o Brasil, sem falsa modéstia paulistana: retirar do limbo o ex-governador com seus compromissos e ambições nacionais. Com SERRA, a candidatura de HADDAD poderá ser derrotada no 1º turno. “
Publicado por José Roberto Ferreira Militao em 27 março 2012 às 23:09 em Política

Continua: http://blogln.ning.com/forum/topics/psb-erundina-prefeita-pt-haddad...

 

        Nassif e demais,

 

        Decorridos três meses, desde março pp, agora, enfatizo, na última hora, estão tentando impor à Deputada ERUNDINA (PSB) uma condição quase que humilhante, à nossa mais idônea Deputada Federal, que dificilmente aceitará: emprestar seu nome e conceito, na condição de candidata a VICE-PREFEITA para uma candidatura desconhecida sem qualquer teste eleitoral e sem chances de vencer uma difícil disputa municipal de características bem diferentes da disputa nacional, em que um Presidente popular, preparou por três anos, a eleição de uma candidatura nova.

 

        Na eleição para prefeito o eleitor vota no que conhece e precisa conhecer bem para confiar o futuro de seu dia a dia, da escola dos filhos, do transporte público, da calçada e iluminação da rua, do posto de saúde, enfim, do seu bem-estar cotidiano.

 

        Ser candidato a VICE é condição para quem, em início de carreira, não tem voto e prestígio suficiente para ser o titular e vincula o seu nome a uma expressão de maior grandeza. Não pode ser o inverso.

 

        Na conjuntura eleitoral e política de São Paulo, a condição natural, seria num gesto espetacular HADDAD e LULA (PT) junto com EDUARDO CAMPOS, MARCIO FRANÇA e ELISEU GABRIEL (PSB) reconhecerem que a única viabilidade para derrotar a candidatura do ex-governador SERRA será a inversão, em que o PT e PSB prestarão uma qualificada reverência à Deputada LUIZA ERUNDINA, com seu prestígio e honorabilidade para uma disputa com o apoio necessário para uma vitória que interessa ao Brasil.

 

        Seria um gesto extraordinário, com grande impacto na mídia e na opinião pública, de quem não pensa em si mesmo, mas pensa na melhor solução para a cidade com reflexos evidentes para 2014 tanto no plano estadual quanto no plano federal. Uma nova eleição de SERRA em São Paulo, altera profundamente o tabuleiro eleitoral de 2014.

 

Se, entretanto, encaminharem dessa forma ora colocada pelos caciques (ERUNDINA – VICE) e receberem um não da Deputada o baque na campanha de HADDAD será fatal.

 

Por uma série imensa de fatores, depois de 27 de março, decorridos quase três meses a situação ficou bem pior para HADDAD:

 

1) Candidato desde setembro/2011, continua desnutrido nas pesquisas, pois é inteiramente desconhecido na periferia de São Paulo;

 

2) o que a Senadora MARTA disse, com seu respeitável gesto na ausência na festa de lançamento do seu algoz é que não está disposta a queimar seu prestígio popular a favor de um candidato fraco imposto de cima prá baixo;

 

3) Em São Paulo LULA e o PT, além de rejeição igual ou maior que a de SERRA, com um candidato desconhecido não chegará aos 30% de votos petistas;

 

4) A decisão do Supremo Tribunal colocará o ´mensalão´ na pauta eleitoral e o candidato do PT que integrava o governo federal, principal acusado, passará a campanha obrigado a defende-lo abertamente em todos os debates e entrevistas;

 

5) restam somente 100 dias para as eleições e a contagem regressiva não viabiliza fazer com HADDAD o que LULA fez com DILMA em 1.000 dias.

 

6) Em seis meses de campanha, HADDAD não conquistou novos apoios de outros partidos;

 

7) o PT sempre alcança 30% dos votos na Capital, embora todo petista já saiba bem que será o candidato do partido, continua com apenas 5%.

 

De outro lado, a candidatura da Deputada ERUNDINA, com apoio incondicional do PT e da forte lista de candidatos a vereadores na Capital, em poucos dias, desfrutará de uma série de vantagens competitivas:

 

1)      Se a Deputada ERUNDINA for convocada para essa missão, será consagrada pela população de São Paulo;

 

2)      No lançamento da campanha poderá contar com o apoio ostensivo da Senadora MARTA, da Presidenta DILMA, dos diversos governadores do PSB e PT, de CIRO GOMES e do ex-Presidente LULA;

 

3)      Erundina poderá contar com a vinda de CIRO GOMES para uma campanha fantástica num segundo turno com SERRA;

 

4)      Erundina (e o PSB) possuem boas relações políticas com o governador do Estado, e a aliança com o PT, assegura um governo municipal alinhado com o governo do estado e o governo federal;

 

5)      O próprio governador ALCKIMIN não precisará se empenhar muito na eleição de seus desafetos/adversários em potencial da aliança SERRA/KASSAB;

 

6)      PT e PSB numa campanha animada, elegerão grandes bancadas e pela primeira vez a esquerda poderá governar com base sólida na Câmara indispensável para aprovação dos grandes projetos urbanos e sociais que MARTA e ERUNDINA não conseguiram;

 

7)      Será a única candidata mulher com fortes vínculos com os direitos sociais: no município é onde o cidadão desfruta dos bens e direitos sociais.

 

8)      Erundina, possui taxa de rejeição igual a de Serra e igual taxa de conhecimento do eleitorado, próximo de 100%

 

9)      Apresentará seu VICE como um jovem, competente professor, a quem confiará grande parcela da responsabilidade administrativa;

 

10)  Poderá anunciar com credibilidade que HADDAD será o seu sucessor daqui a quatro anos;

 

11)  Poderá afirmar, com toda convicção, que não sonha com outras candidaturas, pois com 78 anos, não terá disposição para tentar exaustivas campanhas para ser candidata a governadora ou Presidente da República.

 

12)  Será a única candidata nordestina com fortes vínculos com as dificuldades dos migrantes;

 

13)   O PSB é um dos poucos partidos que não tem nada a ver com a história do ´mensalão´. Nem com qualquer escândalo de corrupção  tanto a nível municipal, estadual ou federal, e a candidata em si, é uma reconhecida reserva moral da nação.

 

14)   Com base parlamentar forte, ERUNDINA poderá realizar um governo extraordinário, pois, com sua credibilidade, poderá convocar qualquer nome respeitável, como fez com PAULO FREIRE e MARILENA CHAUI para conduzirem as políticas públicas de São Paulo.

 

Eis, senhores dirigentes de nossos partidos, PSB e PT, a oportunidade extraordinária para serem Estadistas que o Brasil tanto espera.

 

Pelo bem de São Paulo, e por interesse nacional:          

ERUNDINA (PSB) PREFEITA – HADDAT (PT) VICE

 

José Roberto F. Militão,

Presidente do PSB – ZONAL LAPA/Capital

Direitos Civis,  Direitos Sociais e Direitos Humanos

- ativista contra o racismo e contra a ´raça´ estatal

 f. (11) 3837-9959 cel. 7456-7412

minha página em  http://luisnassif.com/profile/JoseRobertoFerreiraMilitao

´Numa sociedade com a cultura de ´raça´, a presença do racista, será, pois, natural.´

 FRANTZ FANON, 1956  (foi o primeiro grande ativista contra o racismo)

 

Exibições: 639

Responder esta

Respostas a este tópico

quarta-feira, 13 de junho de 2012

PSB e PT escolhem Erundina como vice de Haddad

Estadão.com.br - Eleições2012 - 13 de junho de 2012 | 15h 24
Fernando Gallo e Julia Duailibi

O PSB ofereceu o nome da ex-prefeita e deputada Luiza Erundina como vice na chapa encabeçada pelo pré-candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad. Segundo o Estado apurou, o PT acatou o nome da parlamentar para ingressar na campanha do ex-ministro da Educação e faz um "esforço" para anunciá-lo na próxima sexta-feira.

Erundina já foi sondada pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos, há 13 dias e disse aceitar a missão, desde que houvesse consenso no PT e no PSB. Na expectativa de que ela aceite a indicação, o PT esperava uma conversa final dela com direção do PSB ainda hoje em Brasília. Antes de bater o martelo, o PSB corre para diminuir a resistência da ala paulista do partido à escolha. Isso porque Erundina não é ligada ao grupo do presidente estadual do PSB, Márcio França, que trabalhou por uma aliança com os tucanos.

Campos já havia colocado o nome da deputada nas primeiras conversas que manteve com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para definir a aliança em São Paulo em maço. Ele também sondou a parlamentar sobre a disposição de aceitar o convite durante encontro, no dia 1º de junho, em Recife, quando foi lançada a Comissão da Verdade em Pernambuco.

Na conversa, Erundina disse que só toparia se a indicação fosse por consenso. Ela também pediu sigilo sobre o assunto, pois temia que o nome dela sofresse desgaste, se o assunto vazasse para a imprensa.

"É o diretório nacional que está fazendo a discussão", afirmou a deputada ao Estado. "Ainda não há fundamento nem base para eu comentar essa questão", disse. Questionada se toparia ser vice de Haddad, a ex-prefeita disse: "Não parei para pensar isso ainda".

Hoje Haddad elogiou a parlamentar. "Luiza é uma mulher partidária, tem muito respeito da militância petista. Ela tem tradição na luta social e um padrão ético incontestável. Está mais próxima de nós, para a minha honra", declarou.

Colaborou Ricardo Chapola 

Hurra! Hurra! Hurra! Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia! Aleluia! 

Hurras e Aleluias por suposto e com força, mas os entraves eram bem outros.

Nao foi a oposiçao interna ao PSB? Quais eram entao? (Nao estou contestando, nao sei mesmo)

Digo que certamente não era pouca farinha para o angu da Luiza ser indicada para vice do Haddad, como estamos vendo. O problema era interno ao PSB.

A ala partidária do PSDB-SP? Se isso, tal problema transcende uma eleição pra prefeito, tirando PT e PSDB que só compõem entre si em BH, há muitas coligações em nível estadual diferentes das do nível federal. Já nas eleições é assim, após as posses de governadores há adesismo extra.

Seja como for, é ótimo. Erundina é uma excelente candidata, eu até a preferiria para prefeita, mas é muito bom tê-la de vice. Ai, por uma vez na vida, que inveja dos paulistanos! Engulir Eduardo Paes X coligaçao de César Maia com Garotinho (via filhos) é dose! 

Essa coligação filho de Maia com filha de Garotinho é realmente desarvoradora.

O Freixo não é bom candidato? (Pelo menos para melhorar o nível dos debates e empurrar pro 2º turno.) Sei pouco dele, apenas a entrevista que deu pra C.C.

Aliás, a C.C. está com uma série de entrevistas com prefeituráveis. Já teve Haddad, Chalita e Russomano.

Estou curiosíssimo pra saber se terá entrevista com Mr. S.

Eu ia votar no Freixo, e tz ainda vote. Mas fiquei tao puta com o Psol por ter assinado pedido de açao contra o Lula, junto com o DEM e o PSDB, e por aquela denúncia evidentemente mentirosa do Gilmar Mentes, que desisti. E depois acho que, se ele for para o segundo turno, faria acordo com o PV do Gabeira, e tb nao dá para digerir. Nao sei, Tz vote nele no primeiro turno; e, se ele nao fizer nenhum acordo desabonador, vote de novo no segundo, se ele chegar lá, o que acho pouco provável. 

Eu também não gostei dessa representação mequetrefe que o PSoL fez, grande erro, falta de tirocínio. Irritou.

Mas aqui em SP tanto Chalita como Haddad fizeram erros ao meu ver comparáveis.

Daí junto tudo num perdas e danos e ainda acho o PSoL aceitável, pelo menos para legislativo (para vereador com certeza votarei PSoL)

Como o candidato a prefeito daqui não tem chance nenhuma sequer de aparecer, o ponto é levar para 2º turno. Posso até votar na Erundina como vice.

Na minha opinião, se eu fosse carioca, votaria no Freixo mesmo que eu estivesse conformado com Paes (e vendo a distância me parece mais fácil ser conformado com Paes que com Mr. S.). Não para ser prefeito, mas para tentar levar a 2º turno. Nisso o Paes se expõe mais, assume mais compromissos. Mal não faz, mas de repente melhora um pouco o discurso e faz um 2º mandato melhor...

Então acho que faz bem em votar nele no primeiro turno. Mas as chances de fazer acordo com PV existem, claro. Só que mesmo o PV do Rio parece melhor que o PV de S.P.

E vocês por um triz não tiveram o Gabeira como prefeito, não?

@Gunter: pois é, o risco é fortalecer Gaberia... Ainda bem que ele foi tao elitista e "zona sulista" que irritou o pessoal mais popular e dos subúrbios. 

Não dá mais tempo para transferir meu título para Sampa.

No Rio a coisa está overjoy. Lula declarou apoio a Eduardao Paz, acho que se Dilma subir nesse palanque, onde a deputada Lucinha (PSDB) deita e rola, perderá pontinhos. Nunca se viu prefeito pior, saúde e educação zero, estilo César Maia de fazer obras gigantescas ao mesmo tempo e inaugurar às vésperas das eleições, o queridinho da especulação imobiliária. Manda ver, chega ser ridícuo ver o cara  na Rio+20. É o predador da sustentabilidade econômica e cultural. Um Lacerda boy, cria do Lacésar.

Freixo foi o deputado mais votado na zona sul. Nos subúrbios poderá arrancar votos da linhagem Garotinho Maia. Unirá a zona norte à zona sul?

Zona Sul, que o elegeu e votou em Marina. Freixo já pediu votos ao PV que vem sem Gabeira, com Aspásia:

Zona Norte: Tropa de Elite:

Está de bom tamanho para a democracia? O PSOL. Ah, sim, o PSOL. Apoio declarado do PCB para as majoritárias.

RSS

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço