Caros

Muito se tem falado sobre falta d'agua na cidade de São Paulo, cujos reservatórios do sistema Cantareira se encontram com níveis nunca antes tão baixos como atualmente, abaixo dos 15% de reserva.

Já ouvi historias e estorias a respeito, colocando aquecimento global, mudanças climáticas, diminuição das chuvas, influencia das atividade humanas na região e outros tantos motivos, por isso, resolvi dar uma espiada nos motivos que levaram a esses baixos volumes de reserva e pelo que consegui visualizar os reais motivos dessa pseudo catástrofe se resume ao que os paulistas costumam chamar de "baianada" na operação dos reservatórios que não sei se da Sabesp ou do DAAE ou ainda da própria ANA.  

Vejam nesse gráficos de vazão disponíveis na internet fornecidos pela ANA: 

 http://arquivos.ana.gov.br/saladesituacao/BoletinsDiarios/Divulgaca... 

 Pelo que se percebe, no ano de 2012 houve uma liberação de volume de água muito alem do normal durante os meses de junho e julho, pois nos anos anteriores, 2010 e 2011,  devido ao excesso de chuvas na região encontrar as barragens de Atibainha e Cachoeira  com 100% de sua capacidade, ocorreu as maiores enchentes na cidade de Atibaia, inundando toda a área ribeirinha a jusante das barragens, assim, para que essas enchentes não se repetisse, liberaram água alem da necessária, como as chuvas dos verões de 2012 e 2013 não foram as esperadas, deu no que deu.

Agora, ter que escutar ambientalistas se alvoroçar contra a ligação da barragem Igaratá/ Atibainha/Cachoeira alem de uma grande bobagem, vem mostrar total desconhecimento do tema, pois a ligação já existe, o que se está propondo é uma ligação com maior capacidade de vazão e com possibilidade de reversão, ou seja pode-se mandar água de Igaratá para o sistema como se faz hoje ou reverter, mandar água do sistema para Igaratá.

Como se tivéssemos dois vizinhos sendo um com uma caixa grande e outro com uma caixa menor, se cotizam e fazem uma ligação entre os reservatórios para maior segurança de ambos.

Como temos ano de eleição pela frente, o tema sai completamente da discussão técnica e passa a ser politico, com governador do Rio dizendo que ira faltar água para o Rio, ambientalistas verberando bobagens o que para o Brasil de modo geral é péssimo. 

Abraços

Ótima semana

Exibições: 164

Responder esta

Respostas a este tópico

Sebastião.

Vou acrescentar mais um pequeno comentário ao teu texto. Na Europa a Noruega é um exemplo de sustentabilidade em termos de geração de energia, ela é elogiada por todas as ONGs européias pois 98,25% de sua energia provém da hidroeletricidade, energia que em todo o mundo é considerada energia sustentável.

Para surpresa geral (minha não!) as mesmas ONGs que aplaudem a Hidroeletricidade na Noruega são radicalmente contra a construção de reservatórios no Brasil (como que para se gerar energia hidrelétrica não se precisasse de reservatórios).

Devido a isto vários projetos estão praticamente parados devido a impedimentos ambientais.

Enquanto para se instalar um parque eólico no Brasil, se necessita 2 anos de observação do regime de ventos (que varia muito de ano a ano) para um reservatório são necessários 30 anos de observação! Importante chamar a atenção que para o primeiro caso a maior parte do investimento provém de produtos importados, no segundo se constrói os reservatórios com pedra, areia e cimento nacionais (talvez aí esteja o problema).

Caro Rogério

Estive incursionando em seu site e percebi que sua ultima publicação foi de junho de 2013, e mudando um pouco o assunto desse tópico para enriquecer sua ultima publicação do "Sou Engenheiro" com uma boa piada, veja o navio russo fretado pela Antártica Australasiatica que foi a Antártica medir o derretimento da calota polar literalmente encalhado no gelo:

http://noticias.terra.com.br/mundo/navio-encalhado-ha-2-semanas-na-...

  abraços

Estou deixando que se defina claramente e de forma inequívoca a forma que progride o clima para escrever algo, pois realmente o que escrevi não é necessário mudar uma linha.

RSS

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço