Parabenizo o Deputado pela manifestação no congresso sobre esta pouca vergonha que estão trazendo para o nosso país, deviam ensinar os valores, a respeitar e  amar as pessoas independentes de qualquer circunstancias, mas o que eles querem é que a criança acostume-se com este comportamento como normal, pois a impressão é a preocupação da falta de companheiros para satisfazer seus desejos impuros e imorais…nossas crianças já estão expostas a inúmeros programas televisivos, como novelas com cenas que estão tornando-as precoces e realmente é uma decadência da família, por isso muitos estão caindo em armadilhas do vícios e prostituições, por que o governo não investe este dinheiro em clínicas de recuperação para dependentes químicos, professores preparados para orientar famílias e filhos de como evitar as drogas e ter maior qualidade de vida, mas respeito um com o outro… inclusive no trânsito, necessita-se de orientação e educação, é um dos meios que mais mata…porque se preocupar tanto com homofobia, pois particularmente aos 45 anos não vi casos tão estremos como os acidentes de trânsito e problemas nas famílias com drogas.

 

Exibições: 1096

Responder esta

Respostas a este tópico

Vamos pedir as pessoas de bem façam uma campanha acirrada contra a candidatura dele (Fernando Haddad) em São Paulo. Segundo o SITE, o kit não é para proteger, e sim para se ensinar o homossexualismo.

“Isto é uma vergonha! Se é para proteger quem é discriminado, porque então não fazer um kit para os gordinhos, baixinhos, magrinhos, altos, baixos, narigudos, etc… que sofrem discriminação?”.

Para os boçais, também? Hummmm... Não, não é necessário. Há uma hegemonia dos boçais. 

Alcalde de Huarmey indica que beber agua del grifo vuelve a los hombres gay

Según la autoridad municipal los altos niveles de estroncio en el agua son los que provocan homosexualidad.
(0)
Alcalde de Huarmey indica que beber agua del grifo vuelve a los hombres gay
Foto: radarg.com

José Benítez alcalde de Huarmey aseguró que tomar agua del grifo vuelve a los hombres gay, esto por el alto contenido de estroncio que contiene el vital elemento.

El alcalde dijo que el estroncio reduce las hormonas masculinas por lo que los varones de la ciudad corren el riesgo de ser como sus vecinos de la localidad deTabalosos, de donde procede el agua que consume la comunidad y en la que habitan 14.000 hombres gays, según Benítez 

Roberto Castro Rodríguez decano del Colegio de Química Farmacéutica de Limarechazó las palabras del burgomaestre que explicó que el estroncio en grandes cantidades puede provocar cáncer óseo, anemia y problemas cardiovasculares, pero en ningún caso la homosexualidad, según publica  vanguardia.com.mx.

Esta no es la primera declaración de este tipo en el continente Sudamericano, en abril de 2010, el presidente de Bolivia, Evo Morales, indicó que los transgénicos tenían la culpa de la homosexualidad.

 

++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

Aos detratores do homossexualismo qualquer desculpa vale, só não vale o livre arbítrio! jbc.

Essa notícia saiu em português há alguns dias no terra.com.br mas trocaram o mico pago pelo Evo Morales por outro, do ministro do interior peruano de 2 anos atrás que advoga a expulsão de gays da polícia local.

Menos mal que o Humala Ollanta tem maior visão de conjunto e já se comprometeu pelos direitos LGBT no Peru. Veremos o que fará.

E vamos lembrar que LGBTS não tem interesse em manipulação política e Realpolitik, pelo menos quando se fala de igualdade de direitos civis.

A pauta não vai avançar se Chávez diz que a Venezuela não precisa de casamento gay e Piñera usa a aprovação da parceria civil homoafetiva no Chile como sombra a outras questões.

Bolivarianos e Neoliberais que se entendam em questões de distribuição de renda e participação do Estado na economia, mas que não usem os direitos de gays e lésbicas como moeda de troca!

É piada pronta, não é? Os transgênicos seriam transgenericos?

kkkkkk.... a bancada ruralista seria uma bancada LGBTS disfarçada?

RSS

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço