A iniciativa de abrir este tópico veio de uma conversa por email com várias pessoas. Estávamos discutindo o fato de certas postagens no blog-mãe favorecerem um clima não amigável às mulheres, por vezes até misógino, e como ele desanima as mulheres de postarem lá, por já saberem de antemão que terão de lidar com comentários desagradáveis, quando não ofensivos, como foi o caso do post Antidepressivo que acalma a mulher: o sêmen. Pensamos então em fazer uma espécie de "manifesto" a ser posto no Fora de Pautafalando em como aquele clima nos incomoda. Mas, para que isso não fique só atribuído a uma ou duas pessoas, combinamos que eu criaria primeiro um tópico aqui no Portal, onde várias pessoas pudessem se manifestar. A palavra está aberta.

Links para os dois topicos que provocaram nossa indignaçao: 

http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/antidepressivo-que-acalma-...

http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/o-semen-como-antidepressiv... 

   

Exibições: 7499

Responder esta

Respostas a este tópico

Quem nao está brigando? Aqueles comentaristas que vêm com aquelas piadas torpes? Eu adoraria nao ter que brigar, mas com eles estou brigando sim... Se eles procedem daquele jeito, nao têm direito de reclamar da reaçao ao que postam. 

Sabe, nao é só em Física que a cada açao corresponde uma reaçao, de igual força e sentido contrário... 

Daniel, não se trata de guerra dos sexos, mas de "passado" x "futuro", "reacionarismo" x "evolução social".

Vamos dividir em 3 tipos de comentários?

- comentários sumamente grosseiros e ofensivos, do tipo dos do JMP > denunciar resolve, ok. 

- comentários espirituosos, mesmo que brincando com diferenças de gênero (mas nunca resvalando para a desqualificação ou imposição de papéis) > beleza, é o que a sociedade espera em uma conversa amigável com frequência diversificada, ok.

- comentários machistas ou inapropriados, ainda que não ilegais e não personalizados (não ofensivos a uma pessoa) > não ok. Uma pessoa que faz esses comentários é infantil (o que não é proibido) e acaba passando mico em público (muita gente nota), mas é a defesa de um lado errado, o machismo (ninguém é capaz de achar alguma vantagem no machismo) o que sustenta uma cultura que queremos mudar. E isso incomoda pessoas (mulheres + homens) que querem uma sociedade mais justa e igualitária, isto é, onde mulheres não vejam seus direitos tolhidos.

Se as pessoas não notam que estão fazendo piadas socialmente prejudiciais, e não há meio legal para coibir, o que cabe fazer é a crítica. Isto é, aparece um comentário sonso, "patrulha" nele. É assim que dá pra fazer algo didático (de preferência com presença de espírito, assertividade, bons argumentos e pouco gasto de energia.)

Não sei porque nao consigo responder à Anarquista Lúcida, entao tomo a liberdade de responder aqui.

Acho que me expressei mal, eu quis dizer que o objetivo não é "brigar com ninguem", se tem gente que quer brigar azar deles, é melhor não perdermos tempo com isso. O meu objetivo é expressar meus pensamentos, acompanhar as noticias e aprender, e claro fazer possíveis amizades, só isso. Quem quiser brigar, levar para o lado pessoal, o idel é que faça isso sozinho. Não dá para a gente ficar perdendo tempo com isso. É no máximo uma resposta firma, mostrando o desagrado e pronto.

E essa coisa de só "os homens podem se esbaldar na mediocridade e nas piadinhas agressivas" e as mulheres não, eu nao concordo. Se o comportamento é errado, o ideal é se mostrar o erro e não usar do mesmo (baixo) nível para "entrar na briga". Ora, se homens fazem algo que é supostamente ruim porque voces querem fazer também ? Para se igualarem ao que eles (nós) fazem de ruim ? Melhor não né..Poder, voces até podem se igualar por baixo, mas na minha opinião não devem...

Nao é isso, Daniel. Mas é preciso às vezes "falar grosso", responder à altura. Nao fazer baixaria de volta, claro que nao. 

Não é pra ficar intrigada não...

É uma amostra de como a coisa é problemática.

Os "dois lados" seriam machismo e feminismo, como se fossem dois partidos, duas equipes, dois grêmios. Essa abordagem já é machista de raiz. Alguém imaginaria "racismo" e "antirracismo" como dois lados? Ou "homofobia" e "antihomofobia" como dois lados? Certamente não. Devia ser óbvio que machismo não é lado que valha a pena, mas essa ficha não cai.

E não exagero no lado "feminista", não nesse post (e eu nunca vi o exagero nesse lado em lugar nenhum.) Esse é outro problema, parecido com PIG vs Governo : o que é de um lado é subestimado, o que é do outro é superestimado. 

Nessas visões um comentário machista é suavizado duas vezes, nos seus termos ("foi só humor") e na importância (é considerado "lado válido".) É um julgamento claramente parcial, mesmo que não intencional. Está mesmo no subconsciente de muita gente (em geral homens.)

Clap, clap, clap. 

palmas!

ôoba, a onça apareceu no pedaço!

oncinha...rsrs

De 16 anos?!? ;)

S2

Claudia,

Não vi o que aconteceu com a Vânia. Prefiro nem acompanhar estas postagens. A gente sabe de cara o que vai acontecer...

De qualquer forma, a crítica, tem a melhor das intenções. Acho que o Nassif sabe disto.

RSS

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço