O que está errado na educação: professores despreparados ou alunos desinteressados?

Gostaria de saber a opinião de voces a respeito do assunto.
Um abraço.

Exibições: 785

Responder esta

Respostas a este tópico

Não estudo em uma escola particular, na verdade faço um curso superior em uma universidade pública, mas é exatamente o que voce disse a respeito da quantidade de interessados, mesmo sendo um curso superior, há aqueles que não fazem nada, acham as leituras muito chatas (e falando nisso são inúmeras) , e há uns poucos realmente interessados em obter conhecimento. Há professores que "viajam" muito na aula, mas há aqueles que estão preocupados com nossa formação. A parte da matéria ser cativante, eu procuro pensar eu mesma em como torná-la cativante para mim, independente do professor ser "bom" ou não. E por incrivel que possa parecer, apesar de serem todos adultos, ainda há aqueles que pensam estar no ensino médio, hehehe, e atrapalham as aulas. Mas vou continuar estudando, porém seu conselho de evitar olhar além dos livros me parece quase impossível, pois já tomei gosto por olhar mais além.
Obrigada.
Bianca, curta os professores que parecem "viajar" em sala. Mesmo que nao sejam os mais didáticos, sao os que têm uma relação mais viva com os conteúdos que passam, os mais capazes de suscitar questões interessantes (pelo menos em áreas de humanas; nao sei se em disciplinas muito técnicas isso se aplica). E você já está no nível superior, já deve ser capaz de "administrar" seu estudo, já é capaz de "cortar seu bife", nao precisa mais de que te dêem comida na boca...
Está certissimo, os professores que eu mais gosto são aqueles que meus colegas não entendem o que eles querem, quando eu quis dizer "viajam" são aqueles que querem impor sua maneira de pensar e não dão espaço pra discussão. E tenho cortado meu próprio bife, muitas vezes, fico horas na internet pesquisando além do conteúdo dado pelo professor ou buscando respostas quando fico com dúvida. O meu interesse em fazer a pergunta que fiz é realmente buscar olhar outras visões, pois também concordo que não há culpados, na verdade quero saber como as pessoas pensam a respeito, se elas também acham que há um culpado, mas é numa pergunta sem resposta que posso escutar outras opiniões.
Obrigada.
Gostei da participação Fábio, o tema é abrangente propositalmente, assim as opiniões serão bem diversas.
Obrigada.
Bianca,

Creio que, em última instância, não é isso, nem aquilo.
Tanto professores quanto alunos estão inseridos em uma indústria em que se transformou tudo, inclusive a educação.
O foco foi direcionado à mera obtenção do diploma superior, necessário hoje até para as atividades mais simples e parece que isso basta.
Por outro lado, a obtenção do diploma não garante sequer um bom emprego.
Professores, por mais que tentem escapar à lógica mercadista, também precisam desse emprego em sua maioria.
Foi-se o tempo em que médicos e professores, principalmente, exerciam um sacerdócio... não lhes é permitido isso...
E os alunos, esses são preparados para o mercado, um mercado inclusive ilusório onde o conhecimento nem sempre é bem-vindo e muitas vezes é até indesejado pois traz embutida a capacidade de contestação... o importante, nessa lógica, é o relacionamento, principalmente com quem... e a resiliência, ou seja a capacidade de engolir sapos...
Obrigada por sua resposta. Será então que a educação já perdeu seu foco? Será que ela já não tem mais identidade própria? Essa é nossa realidade e será que conseguiremos mudá-la? Um desafio e tanto...
Vc tem razão, Bianca, é um desafio e tanto, que deve envolver a todos.
Acho que aí não há culpados em si, mas um processo que precisa mudar de paradigma...
A insatisfação crescente tanto de professores quanto a de alunos, bem como da sociedade como um todo, ainda que manifestas de formas diferentes, é que pode ajudar nesse salto necessário.
Como? Esse é o desafio... encarar essa necessidade de frente, sem jogos de culpas...
Bianca,

não acho que é uma coisa OU a outra. Muitos professores são despreparados, muitos alunos desinteressados. As condições de trabalho dos professores muitas vezes não ajudam, o currículo tem que ser revisto, as condições de vida fora da escola influenciam muito o interesse do indivíduo em estudar, você concorda? Acho que essa questão "o que está errado na educação" é extremamente ampla e complexa... mas acho ótima qualquer iniciativa de se discutir o assunto, para continuarmos construindo a mudança. Abraços
Obrigada por responder, realmente eu fiz essa pergunta já sabendo que não haveria uma resposta definitiva, mas deixando ela em aberto com essa amplitude dá pra ter noção do caminho que se percorre para discutir o assunto. Obrigada.
NÃO É POSSIVEL UMA RESPOSTA PUNTUAL PARA ESSAS PERGUNTA. É BEM PRÓXIMO AQUELA QUESTÃO FOLCLÓRICA A RESPEITO DE QUEM NASCEU PRIMEIRO, SE FOI O OVO OU A GALINHA. A EDUCAÇÃO É O FUNDAMENTO PRINCIPAL PARA O APROFUNDAMENTO DE UMA DEMOCRACIA, É SOMENTE POR MEIO DELA QUE CONSEGUE-SE PERCEBER O CAMINHO PARA DESENVOLVER UMA PLENA CONSCIENCIA DE CIDADANIA. PORÉM, A EDUCAÇÃO É SUJEITA TAMBÉM A UMA CONSCIENCIA DESENVOLVIDA PELO POVO. O PADRÃO DE CONSCIENCIA QUE TEMOS HOJE, É MUITO AQÚEM A QUE SE EXIGE PARA SE TER UMA BOA EDUCAÇÃO. UMA SOCIEDADE QUE PERMITE QUE A CARREIRA DE PROFESSOR SEJA ALGO DESISTIMULANTE, A TAL ´PONTO QUE OS JOVENS NÃO SE SINTAM ATRAIDOS PELA PROFISSÃO, QUE VEEM UM DOUTOR TENDO QUE TRABALHAR 40 HORAS PARA GANHAR O QUE UM POLICIAL CIVIL, SOMENTE COM GRADUAÇÃO, GANHA, OU TRES VEZES MENOS QUE UM JUIZ OU PROMOTOR. A PROFISSÃO ASSIM, ACABA VIRANDO BICO, E O PROFESSOR PROFISSIONAL VAI FICANDO CADA VEZ MAIS RARO, E COM ISSO FAZENDO COM AS AULAS FIQUEM POUCO INTERESSANTES. POR OUTRO LADO, OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO QUE DE UMA FORMA INDIRETA PARTICIPAM DO SISTEMA EDUCACIONAL, POSSUEM UM COMPROMISSO MAIOR COM O MERCADO, JOGANDO NOS LARES PROGRAMAS IMBECILIZANTES. POIS ESTAMOS EM UMA SITUAÇÃO CRÍTICA, NESSE MOMENTO É ONDE SE FAZ VALER A FORÇA DO ESTADO, CONCLAMANDO UM ESTADO DE GUERRA EM FAVOR DA EDUCAÇÃO, POR QUE CASO CONTRÁRIO VAMOS FICAR NESSE LENGA LENGA DE PROFESSORES DESPREPARADOS OU ALUNOS DESINTERESSADOS. VEJO-OS COMO VITMAS DESSE SISTEMA SEM SERIEDADE PELA PRINCIPAL FERRAMENTE DE CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA: A EDUCAÇÃO ENGAJADA, PREOCUPADA COM A IDENTIDADE CULTURAL, COM A CONSCIENCIA CIDADÃ.
Obrigada por responder, realmente a alienação que percorre dentro dos lares brasileiros é algo preocupante. Gostei muito da sua opinião.
Ao escrever tudo em caixa alta, você faz que a gente, quando está com pressa, pule o que você escreveu... Ao invés de salientar o dito, isso só atrapalha a leitura...

RSS

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço