O que é o petróleo e o gás apertado e porque o pré-sal é tão importante. (Parte II)

Se analisarmos a produção de gás e óleo apertado nos Estados Unidos, veremos que esta produção é extremamente dependente do preço do petróleo e gás (que não são os mesmos [8]). Quando em 2006 começa a subir exponencialmente o preço do petróleo atingindo valores de US$140,00 o barril em 2008, há uma explosão de produção de hidrocarbonetos a partir das reservas de óleo apertado, mas logo após em 2009 o preço do petróleo cai a menos de US$40,00 o barril, com isto ocorre duas coisas, o número de poços novos caem e a produção diária de hidrocarboneto também cai.

Figura 3: (Fonte: U.S. Energy Information Administration in http://www.eia.gov/naturalgas/crudeoilreserves/)

Uma prova evidente da correlação preço com capacidade de consumo pode ser vista no Press Released de 10 de abril de 2014 da U.S. Energy Information Administration intitulado “Proved reserves of oil and natural gas show divergent trends reflecting large decline in natural gas prices”[9], que explica como as reservas provadas dos USA recuaram 7,5% em 2013 devido uma diminuição do preço médio do gás em 2012 em 34% abaixo do seu nível de 2011. No mesmo período as reservas provadas do petróleo subiram em 15,4% devido à estabilidade do preço médio já bem elevado.

Reservas provadas são as reservas disponíveis para a extração dentro de um cenário tecnológico e econômico.

Figura 4. Reservas provadas de gás e petróleo dos USA (Fonte: mesma que a figura 3)

Os preços de petróleo e gás não seguem exatamente a curva de variação ao longo do tempo, pois enquanto o petróleo não depende de grande infraestrutura para o transporte e principalmente para a exportação para novos mercados, o gás para ter preços competitivos depende da construção de gasodutos e para a exportação de caras instalações de liquefação e recebimento.

Agora o que mudou mesmo foi o PREÇO do petróleo e a tentativa geopolítica dos Estados Unidos ficarem livres da importação de petróleo. Alguns apressados em festejar as conquistas Norte-americanas frente ao pré-sal que acham que a abundância de gás e petróleo pode derrubar o preço a curo prazo [2] esquecem que estes produtos não podem derrubar o preço, mas sim mantê-lo alto.

Visto a necessidade de preço tanto para o gás e o petróleo apertado é necessário ainda levar em conta dois fatores importantes, a real disponibilidade destes produtos em relação a demanda norte-americana e os seus custos crescentes.

(continua)

Exibições: 421

Responder esta

Respostas a este tópico

Caro Rogério

O preço do petróleo baixou também por conta da exploração do gás americano, e vice-versa, o gás americano somente se tornou viável graças ao alto preço do petróleo, penso que os americanos utilizam dessa "válvula de alivio" exatamente para controlar os preços, lembrando que utilizam de outras formas de controle de preço para o petróleo, porem  a produção do gás não deixa de ser importante controlador.

Sempre gosto de ler suas postagens, pois sei que vem de um verdadeiro professor, daquelas pessoas que sentem prazer em informar e transmitir conhecimentos, independentemente e acima de qualquer coisa.

Parabéns.

abraços

Tem mais coisas ainda, Sebastião, vai longe e mostra a estratégia norte-americana para dominar o petróleo no mundo. Mas vou aos poucos, documentando tudo.

RSS

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço