Que tédio... é a sensação que dá ao ler a notícia. Aliás, não é uma notícia, é a primeira tentativa para enfrentar aquilo que será o maior problema da campanha de Serra: Ele vai usar o mesmo trampolim?

E nada mais natural que o Kassab seja o porta-voz desta reportagem encomendada: Alguém levou a sério a sua aliança com o PT? Se algum petista incauto saiu em defesa desta aliança, pode tirar o cavalinho da chuva...

 "O Serra tem experiência na vida pública, é um conciliador. Todos os partidos que entendem que ele é o melhor para a cidade de São Paulo saberão compreender e apresentar sua visão para que seja um bom candidato"

Quem mandou eu abrir a Folha num sábado à tarde...

Da Folha

25/02/2012 - 13h00

Serra desiste da Presidência para disputar prefeitura, diz Kassab

MAÍRA TEIXEIRA
DE SÃO PAULO

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (PSD), disse neste sábado (25) que o tucano José Serra tem um projeto de cinco anos com a cidade de São Paulo. Ao dizer isso, Kassab indica que Serra desistiu de se candidatar à Presidência da República. A referência dos cinco anos de trabalho pela cidade inclui a candidatura de Serra neste ano e mais quatro anos como prefeito.

"Essa questão [de se candidatar à Presidência] está encerrada na vida do Serra. Ele abandona esse projeto. Ele deixou isso muito claro. Ele tinha um grande projeto, aliás legítimo, de ser presidente. Caso fosse candidato de novo, se fosse eleito, seria um grande presidente, mas ele entendeu que deveria abandonar esse projeto. E ele abandonou", afirmou Kassab em uma visita a uma praça da Freguesia do Ó, zona norte da capital.

Para divulgar prévias, PSDB dá R$ 25 mil a pré-candidatos
Kassab descarta possibilidade do PSD indicar vice de Serra
Serra busca estratégia para vencer rejeição

Márcia Ribeiro - 12.fev.2011/Folhapress
José Serra (esq.) durante evento do governo de São Paulo ao lado de Geraldo Alckmin
José Serra (esq.) durante evento do governo de São Paulo ao lado de Geraldo Alckmin

Segundo o fundador do PSD, a partir de agora a vida pública do tucano está toda voltada para a cidade de São Paulo. "As suas preocupações, seus projetos, seus estudos [estão voltadas para São Paulo]. É por isso que eu digo que a cidade ganha com um grande pré-candidato, depois um grande candidato e prefeito. Os próximos cinco anos dele serão voltados para a cidade."

Kassab disse que Serra definiu sua posição ontem. Depois disso, os dois conversaram pessoalmente sobre uma aliança e apoio entre o PSDB e PSD.

"Eu o apoio porque ele é ótimo para a cidade. Ele é meu candidato, terá meu voto. O Serra, por sua história, não precisa de nenhuma condição", ressaltou Kassab.

Perguntado se a aproximação do PSD com o PT e seu pré-candidato, Fernando Haddad, teria sido o motivo da decisão de Serra, o prefeito disse que não. "Ele não demorou a se posicionar. Cada partido tem o seu tempo. As convenções são em junho. O Serra não demorou, ele definiu dentro dos prazos. Não tem ligação [com as conversas do PSD com o PT]."

Sobre a possibilidade de Serra ter em sua base o PSD e o antigo partido de Kassab, o DEM, o prefeito não vê problema. "O Serra tem experiência na vida pública, é um conciliador. Todos os partidos que entendem que ele é o melhor para a cidade de São Paulo saberão compreender e apresentar sua visão para que seja um bom candidato", afirmou.

Sobre uma possível chapa "puro-sangue" do PSDB, Kassab disse que é possível, mas diz que não acredita que isso ocorra. "Uma aliança ampla como está sendo feita pressupõe uma chapa com candidatos de outros partidos."


Exibições: 94

Responder esta

Respostas a este tópico

Puxa, me engana que eu gosto... Eles acham que os eleitores acreditarao nisso? Pior é que é possível que acreditem... 

Pior é que o povo besta de S.Paulo vai votar neste sujeito, que vai fazer como sempre, ficar 2 anos na prefeitura e se candidatar a presidente de novo.

RSS

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço