POR FAVOR ESQUEÇAM QUE SOU AREGNTINA, ME FALEM DE CORAZÓN.
NO VOU FICAR CHATEADA!!!!
QUEM É O MELHOR?


UAUUUUUUUUUUUUUUU!!!!!

POEDEM RESPONDER.

Exibições: 317

Responder esta

Respostas a este tópico

Luzete, compañera,

Fica até chato apelar ao chavão de paralelizar tango e futebol, certo?
O sentido trágico de Maradona que não sabia cair pra cavar faltas. Quem vê (e vê com olhos e coração) o futebol como o esporte que melhor traduz o homem desafiando a si mesmo e à natureza, sabe do Pibe levando porrada de zagueiro, os dois times parados esperando pela falta, e levantando no pique porque o grande jogador troca a falta fácil pelo tesão de enfiar a bola e resolver a parada! O Pibe aclamado no Sambódromo, como o cigarrinho sempre aceso nos lábios de Gardel e o olhar parado-distante de Che. Os hermanos têm dessas coisas.

É machista? Pode ser. Como o tango, como o futebol, como Che! Como devolver a humilhação de Malvinas causada por generais imbecis e covardes, ganhando uma Copa sozinho e arrasando o baluarte britânico com o ímpeto dos alucinados.

Te garanto que Don Diego jamais subiria uma rampa pra bajular Médicis.
Nisso concordo com o china delinquente: Diego Armando Maradona.
Quanto ao pó: Confissões de um comedor de ópio.
De Touro Sentado e Baudelaire a Sherlock Holmes e Garrincha, a Arte nunca será domesticável.
Sou um grande admirador das coisas argentinas,embora ache que alguns argentinos mais conservadores,achem-se superiores aos seus irmãos sulamericanos,talvez pela ascendencia meia-europeia destes.
Ninguem jamais foi por mim, tão idolatrado e admirado que o inesquecível CHE GUEVARA,que tinha uma visão sonhadora para o futuro das nossas nações,e por isso deu a vida;
Ninguem embalou tanto minhas noites de namôro,nos anos 70,que os tangos do Gardel;
Nenhum governante sulamericano,até os anos 80,foi tão admirado pelos brasileiros, que o saudoso(embora populista) Peron;
Depois de Pelé,quem tinha tanta habilidade com a bola,que Maradona,que se está a anos luz,do nosso craque,na vida esportiva,em compensação tinha em demasiado as qualidades que o Pelé se ressentia,a falta de envolvimento político e engajamento na vida dos seus contemporaneos que o craque argentino tinha e ainda tem,e isso é interessantíssimo,para mante-lo em evidencia,apesar de alguns tropeços na vida particular,afinal ninguem e perfeito,né não ?
Zé-tirofijo jamais joga água no chope de gozações mútuas entre rivais futebolísticos, até sabendo que idênticas chacotas pululariam do outro lado se a sacolada tivesse sido ao contrário.

Só não consegue penetrar na mente chauvinista de um Galván Bueno sempre pronto a reeditar Tamandarés e Caxias. O que tem a ver um jogo esportivo, em que o anti-Dunga platino caiu de seis, com o passado apoio declarado a Evo Morales de pleitear direito legítimo de seu país jogar em altiplanos ou cordilheiras?

Argentina foi Maradona. Saiu pro ataque total, tentou futebol e levou um chocolate, cositas de fútbol. Apanharam, salve Bolívia e sarro pra cima dos hermanos.

Brasil foi Dunga. Multidão de volantes de contenção dentro de casa contra o poderoso lanterna Perú. Ganharam, salve salve, pra que ranço chapa-branca? Limitar-se a iludir o torcedor com ufanismos baratos, tá? Deixar Evo Morales tranquilo no seu canto, certo, general Bueno?
Mudando de assunto a 400 por hora, mudam regulamentos e equipamentos, só não muda Rubinho Barrichello.
Declaração de Rubinho ontem que sua meta é "brecar" o companheiro de equipe Jenson Button.
Se Rubinho chegar em 20º e Button e 21º a missão estará cumprida, para o gáudio de Rubinho, Galvão e Globo.
A equipe? F....-se!
Quá quá!
Recorta e cola do maurício em página alhures.
Zé-cola-legal assina em cima. Menos a parte do revira os olhinho e balança as cadeira, pé de pato, falai por vós tão somente.
Zézito era pé de valsa quequihá!

É, o fenômeno guardou fôlego pra dar só um pique no jogo. Um que decidisse. Largou um garoto 10 anos mais jovem que ele perdido na esteira da correria pra executar o lance, apenas um lance mortal.

O cara que joga sabendo dos seus limites, e assim mesmo fazendo a diferença. Futebol é arte inacessível a chinas, como sambão, forró ou maxixe. Aí o china fica de ladinho só batendo palmas.

RSS

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço