Plenária dos movimentos sociais e sindical organiza calendário de lutas durante Olímpiadas

Será a Treva?

No bom sentido...

Com o tema “Olimpíadas sem salário, sem moradia, sem emprego. Não vamos dar sossego! Nenhum direito a menos!”, diversas entidades de movimentos sociais e sindical estão organizando manifestações para denunciar a retirada de direitos e ataques aos trabalhadores durante a realização das Olimpíadas de 2016.

Em plenária realizada no dia 13, as entidades decidiram por realizar uma grande manifestação no dia 5 de agosto, data de abertura dos jogos olímpicos, além de apoiar e integrar outras atividades como um ato dos petroleiros, previsto para 28 de julho, em protesto contra a privatização da Petrobrás e contra a corrupção; e também um indicativo de paralisação nacional do setor de transportes, no dia 1 de agosto.

Será confeccionado um manifesto e uma carta dirigida a todas as centrais sindicais do país. Nessa reunião, além do ANDES-SN, estiveram presentes representantes da CSP-Conlutas e a CUT, além de representações de várias categorias dos servidores federais, servidores estaduais do Rio de Janeiro, Sindicato dos Petroleiros do Rio de Janeiro, SOS Emprego, Associação dos Terceirizados da UFRJ, Federação de Moradores, Federação de Favelas, Trabalhadores de Asseio e Conservação de Niterói, Federação Nacional dos Metroviários, Sindicato dos Aeroviários e Federação Nacional de Correios.

*****

Edição de ANDES-SN, com imagem de Asduerj-SSind.

Exibições: 49

Responder esta

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço