Por que só agora os USA encontram e matam Bin Laden?

A morte de Bin Laden talvez encerre um ciclo criado pelo próprio USA, ao se ler a biografia se Ozama Bin Laden, vemos que ela começa e é encerrada através do desejo de um mesmo país, os USA. Bin Laden foi um daqueles projetos do sistema americano que não deu exatamente como eles desejavam, entretanto como ele também atrapalhava os tradicionais opositores ao capitalismo Norte Americano ele era ainda tolerado. Em um determinado momento ele se torna inconveniente, termina-se o ciclo, e se coloca a bola no meio do campo para se retornar ao jogo.

 

A criatura Bin Laden voltou-se contra o criador, da mesma forma que nos filmes de ficção científica os produtos dos sistemas de segurança norte-americanos voltam-se contra os próprios.

 

Agora me vem uma pergunta que não se quer calar: Por que só agora os USA encontram e matam Bin Laden? Vamos tentar dar uma resposta.

 

Bin Laden era o bicho papão de todo o norte-americano médio, antes de dormir o senhor ou a senhora rezavam para que fosse achado este facínora que tanto mal tinha levado a população norte-americana. Bin Laden era tão perverso ao cidadão médio norte-americano que todo dinheiro usado para procurá-lo e matá-lo não sobrava nada para uma saúde gratuita financiada pelo governo.

 

Imensas quantias em dinheiro eram oferecidas para quem desse uma pista do paradeiro de Bin Laden, porém seus seguidores eram tão fanáticos e tão leais que em nove anos e dez meses não apareceu entre as milhares de pessoas que sabiam de seu paradeiro alguém que o denunciasse.

 

Os serviços secretos norte-americanos, mais de 1 milhão de pessoas trabalhando na segurança dos USA, nenhum desses conseguiu descobrir que Bin Laden não morava nas montanhas no Afeganistão, mas sim numa confortável casa na capital do Paquistão.

 

O que mudou? Mudou que o governo Norte-americano se deu conta que tão ocupado estava em “combater” a fraude Bin Laden, que esqueceu de defender seus aliados na Tunísia, no Egito e no Iemem, países muçulmanos e o povo estava conseguindo a democracia. Faltam tropas inclusive para invadir a Libia, e parte do saque vai ter que ser repartido com os franceses e ingleses. Osama Bin Laden de uma solução se transformou num problema.

Exibições: 155

Responder esta

Respostas a este tópico

O importante que nossas opiniões convergiram de forma independente, reforçando a análise.

Para meus alunos quando eles fazem um exercício lhes digo, se dois obtém resultados diferentes não se pode dizer quem esta errado ou quem está certo, porém quando os resultados convergem para um dado ponto, provavelmente a chance de estar certo é altíssima.

Caro Maestri, foi muito gentil com a elite -USA: " uma saúde gratuita financiada pelo governo".

Abraço

Se olharem nas notícias que começam a aparecer na imprensa norte-americana, verão que já há declarações do tipo "Experts militares dizem que não há mais de 20 ou 30 militantes da Al Qaeda no Afeganistão",  ou pior "que "os norte-americanos não devem gastar seu dinheiro para reconstruir o Afeganistão". Breve, mas muito em breve, o governo dos USA deve anunciar retirada das tropas deste país pois com a morte de Bin Laden a "guerra contra o terror foi um sucesso".

 

Agora vejam, o grande teórico da Al Qaeda continua vivo, Bin Laden saiu de chefe para mártir, ou seja, nada mudou, mas a guerra contra o terror acabou.

Maestri, nada a ver com seu tópico, mas como fui eu quem te deu esta figurinha do avatár ( lembra?) e te acho um gaúcho peleador queria te contar que ando viajando pelos pampas gaúchos... coisa mais bonita meu deus! Sobre Bin Laden, num sei nada não. Estou mais com o olhar voltado pro sul, na linha do John Serrat cantando o poeta uruguaio Benedetti El sur tbien existe. Presente pra ti, espero não fique p da vida de eu entrar aqui pra falar de outras coisas, mas faz de conta que é recreio kikiki. abraço.

RSS

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço