Vamos abrir aqui no Portal Luís Nassif uma agenda de discussões sobre as propostas relevantes para a campanha presidencial de 2010.

As sugestões deverão contemplar:

1. Temas não tratados pelo governo atual e anteriores.
2. Upgrades em políticas já em execução.
3. Compilação de temas já discutidos nos Fóruns do Portal.
4. Indicação de autores que estejam tratando de cada tema.

Peço que coloquem as observações nos comentários deste tópico, evitando abrir outros, por enquanto.

Exibições: 318

Responder esta

Respostas a este tópico

A discussão agora está sob o candidato a vice-presidente, tudo mudou, oxalá Dilma se recupere, haverá especulação, a sorte esta lançada..............deus nos proteja.
Efetivamente não existem candidaturas colocadas,apenas balão de ensaio,e admitindo-se que o PT lance o nome Dilma e agregue ao mesmo um nome forte e "puxador de votos" para vice,o que temos ? Basicamente a escolha nas urnas será quase um plebiscito,pois a população brasileira está dando o seu recado,nas pesquisas que estão sendo feitas agora,aonde os entrevistados estão respondendo o seguinte:Não se vota mais nos partidos,nem em nomes,e sim na confiança da continuidade administrativa dos indicados. Isto já foi plenamente demonstrado nas eleições municipais e estaduais passadas,e agora deve se repetir na sucessão presidencial. O trabalho do Lula,especialmente o voltado às minorias e às regiões até então excluídas do processo,é tão considerado,que a guerra da oposição,para que o povo não enxergue isto,é inútil.
O povo brasileiro cansou de promessas vãs e de milagres,ele quer que o candidadto mantenha os programas que o alcancem,independente da sua coloração política partidária.
Oi, Giuseppe

Estou há semanas para participar dessa discussão, e estou atolada, nao consigo. Mas é legal saber que algo assim existe.
Gostei do tema proposto pelo arkx. Só acrescentaria uma palavra a mais: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL, COM INCLUSÃO SOCIAL.
Há tantos temas, que chego ficar perdida. Mas, vamos lá, podemos falar da reforma no congresso. Como faremos para tirar esses "caras" de lá? Porque essa história de voto consciente não existe. Gente, o povo é comprado, é enrolado e muito mais. Os políticos não largam o osso (que é gordo) e os que chegam não mudam o panoramam . E , com isso o país vai se afundando na lama e nós pobres mortais , indo junto. Será que tem solução?
É fácil tirar essa canalha da Praça dos 3 Poderes.........
É só tirar antes a impunidade da "elite branca", protegida por aquela estátua cercada num chiqueirinho, na frente do STF....
Se alguém consegue fazer o STJ virar justo e honesto, a porcalhada do senado e da camara vai pra cadeia, pois o STJ jamais cassou um politico ladrão.
São todos irmãos
O problema não são os políticos, são os seus capangas.......
O político é uma espécie de funcionario público que só existe no Brasil, foi criado e é alimentado pela gente e cursou pós graduação na baia da guanabara e doutorado no cerrado. Ele faz hoje para garantir a mordomia dos seus amanhã. Uma moda agora é a gestão estratégica lançada como nova ferramenta na administração pública mas se os dados coletados e as ações são futeis o plano diretor é uma ferramenta para desviar o foco. Em paises normais a administração pública não para e nem muda de foco com as eleições e se houver uma mudança de partido político do prefeito, governador, presidente ou primeiro ministro não muda o planejamento a longo prazo ou o cronograma a ser cumprido. Porquê será que toda obra pública aqui tem seu prazo modificado seu custo alterado e as vezes abandonado sem ninguem de peso ser responsabilizado. O voto é uma ferramenta que nós temos de aprender manejar!!!!!
Sugiro levantarmos todas as iniciativas possíves que estão sendo bem-sucedidas pelo nosso país e que sirvam de base para a amplificação em termos federais visando um futuro governo ainda mais criativo do que este tem sido, com relação ao desenvolvimento da base da pirâmide e a visualização de um país comprometido com as necessidades de nosso tempo:

Seguem alguns exemplos colhidos do site da Serta, que está fazendo um trabalho excepcional em várias cidades de Pernambuco e do Instituto Socioambiental:
http://www.serta.org.br/publicacoes/Relatoriosdeoficinasdecapacitac...

http://www.serta.org.br/publicacoes/tecnologias/hortaemcerca.pdf

http://www.serta.org.br/publicacoes/tecnologias/hortadetonel.pdf

http://www.serta.org.br/publicacoes/tecnologias/irrigacaoporfitapla...

http://www.socioambiental.org/
Um País pseudo democrata..onde está a democracia?!! a obrigatoriedade do voto..passa por este debate.

Muito boa a abertura para se confrontar idéias a respeito de 2010,obrigado?!!!

obs: A tese do Nitsche pode ser considerada, a partir de atitudes..

Do caos nasce a estrela bailarina


Abs
Anselmo
Então quais seriam os passos necessários para atingirmos todas essas metas propostas?
O que nós podemos fazer para que algo realmente mude na política do nosso país?
O que fazer para obrigarmos os vereadores, deputados e senadores a fiscalizarem os executivos e legislarem em nosso benefício?

Valeu!
Caro Nassif é de suma importância que se limite à influência dos políticos no setor público. A grande maioria dos setores poderiam justificar a tão propalada carreira pública que atualmente não existe. É muita indicação política, gerenciamento no sentido de manter a corrupção alimentando partidos, famílias e supostos representantes. Mudança já.
1) Reforma Política, englobando:

a) o fim do financiamento privado das campanhas eleitorais e adoção do financiamento público;

b) cláusula de barreira, exigindo-se um percentual mínimo de 3% dos votos - nas 3 esferas de poder: federal, estadual e municipal) para ter representação no Poder Legislativo;

c) fim das coligações para eleições legislativas;

d) aumento das exigências para se obter registros definitivos de partidos políticos na Justiça Eleitoral;

e) extinção do Senado, adotando-se o Unicameralismo.

2) Reforma da Legislação sobre propriedade de veículos de comunicação, adotando-se restrições quanto à concentração da propriedade e com o governo adotando uma política de fortalecimento de publicações (revistas, jornais, etc), sites e blogs da Internet, emissoras de rádio e TV pertencentes a movimentos sociais, ONGs, partidos políticos, tornando mais plural o processo de produção e de divulgação das notícias.

3) Estabelecer metas ambiciosas para o aumento no número de vagas nas universidades e nas escolas técnicas públicas a fim de se aumentar a qualificação da força de trabalho do país;

4) Implantar uma política de Estado que aumente, a cada ano, a parcela de recursos públicos investidos em ciência e tecnologia, até se chegar a 3% do PIB/ano, definindo-se um prazo para que tal meta seja atingida.

5) Definir um Plano de Carreira mínimo, em nível nacional, para todos os funcionários públicos do setor de Educação (Ensino Básico), estabelecendo:

a) um piso salarial nacional, com o governo federal complementando as despesas dos estados e municípios que não tenham condições de pagá-lo;

b) número mínimo e máximo de horas/aula semanais para os professores;

c) definir um número de horas/aulas semanais destinadas a cursos de atualização para os professores e demais profissionais da educação (diretores de escola, coordenadores pedagógicos, supervisores de ensino);

d) estabelecer um número máximo de alunos por sala de aula, até que o mesmo seja reduzido para 20 em cada classe;

e) política salarial destinada a aumentar os salários reais dos profissionais da educação, estimulando-se o interesse pela carreira e atraindo bons profissionais para a área;

f) evolução funcional para os profissionais da educação, conforme os anos de trabalho e os cursos realizados durante a carreira;

g) oferecer, pelo menos, 8 horas/aula diariamente para cada aluno, com a adoção da escola integral, altenando-se aulas em sala de aula, com outras em bibliotecas, salas de informática, de dança, música, teatro e atividades físicas, visando a formação integral do aluno como um cidadão participativo e consciente de seus direitos e de seus deveres;

h) definir um período máximo de tempo para atingir as metas estabelecidas acima.

RSS

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço