Quem é Francisco Primeiro? Confesso que não sei, como não sabem a maioria dos “terráqueos”, porém, partindo do princípio de que “onde há fumaça há fogo”, largamente utilizado e defendido pelos admiradores do jornalismo brasileiro, que quando diz “há indícios”, já aproveita e condena suas vítimas, inocentes ou culpadas, sem nenhuma piedade, a quem jamais concedeu espaço para defesa, no mínimo podemos admitir, com toda certeza, que fumaça há em torno do “Novo Pontífice”, além daquela branca que saiu das chaminés do Vaticano.

Apenas precisamos estabelecer um conceito sobre aquilo que se denomina como “fumaça”, que na verdade entendemos como aquela coisa que ainda não é fogo, ou que nunca será, quando não soprada pelos ventos de “mídias que tem lado” espalhadas pelo mundo afora.

Imagino que se enquadre como fumaça, por exemplo, a atitude do jesuíta Franz Jalics, que levou simplesmente duas décadas para deixar de admitir que fora “denunciado” juntamente com um colega, antes de serem seqüestrados, pelo fato de discordarem ideologicamente dos seus superiores hierárquicos, conforme publicação no endereço a seguir.
http://noticias.terra.com.br/mundo/europa/renuncia-do-papa/jesuita-...

Por via das dúvidas, se me sentisse sob o comando daquele pastor, seria uma ovelha desconfiada, daquelas que só enxerga lobos por todos os lados e, ao simples estalido de um graveto quebrado, empreenderia fuga puxando a fila, a procura do verdadeiro e único cuidador do rebanho universal.

Exibições: 88

Responder esta

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço