Senador Aécio Neves tem o apoio dos prefeitos mineiros na proposta de aumentar os royalties do minério

Os prefeitos mineiros estão apoiando a proposta do senador Aécio Neves (PSDB-MG) que corrige o valor dos royalties minerais pagos a estados e municípios no país. O senador defende aumento da alíquota máxima da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais (CFEM) dos atuais 3% para 5% sobre o faturamento bruto das mineradoras, e não mais sobre o lucro líquido das empresas.

Os municípios e estados mineradores aguardam há uma década pela revisão no valor dos royalties do minério, pagos como compensação financeira pelos prejuízos ambientais e sociais gerados pela exploração de recursos naturais. Em entrevista o prefeito de Nazareno (Região do Campo das Vertentes), José Heitor (PSDB-MG), comemorou os recursos extras que os municípios terão direito como compensação pela atividade mineradora.

 

Exibições: 101

Responder esta

Respostas a este tópico

"Enquanto embaixo ele respira,
 Nada te vedo nesse assunto;
 Erra o homem enquanto a algo aspira".

("Fausto", Goethe. Tradução: Jenny Klabin Segall, 1949)

Parabéns ao senador! Vejo que está muito ativo em prol de seus eleitores; assim como estão muito alvoroçados seus apoiadores, que mal entram no portal e têm fricotes, já caem matando três matérias de divulgação do rapaz. Dizem que o senador é candidato aspirante à Presidência da República. Nada contra às aspirações dele, muito pelo contrário, sou muito liberal nesses assuntos, cada um aspira o que quer.

O danado é fazer uma coisa dessas com o Brasil. Que mal fez esse país, para que gente aqui tão bem nascida queira lhe fazer tanto mal? Nós já tivemos, graças aos esforços e tramoias, dos que aqui foram, pra lá de bem nascidos, um presidente bêbado chegado a romances de fim de noite e outro playboy, dois governos desastrosos. Agora querem juntar dois em um. Leva mal não, mas acho que o lugar de cafungar esse pleito é outro.
Aspirações.


RSS

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço