Portal Luis Nassif

A questão da escola sem partido ,bem como a da ideologia de gênero se resume  no debate que normalmente Silas Malafaia e os cristãos têm com a esquerda anacrônica:ambos os lados têm um fundamento errado para a defesa que dizem fazer da democracia,que é o de associar a cidadania e o direito com as maiorias.
É lógico que na democracia as maiorias têm o poder de dar sentido à política,mas já passou o tempo delas oprimirem as minorias e decidirem sozinhas.
Mesmo nos regimes presidencialistas velhos e ultrapassados como o nosso esta verdade moderna da politica tem que ter o seu lugar obrigatório:a politica moderna é a soma das maiorias com as minorias,o reconhecimento de que a mais mínima manifestação legítima de idéias tem que ser ouvida nos parlamentos.
Mas mais do que isto, o direito,que anda lado a lado com a democracia ,lhe oferecendo um roteiro e balizas supostamente seguras de conduta,não pode ser influenciado diretamente por maiorias.
Quero dizer ,e este é o erro de todo o debate,que não é por causa de o Brasil ser predominantemente cristão,que as leis só devem expressar o pensamento cristão,o pensamento religioso.
Por estas duas balizas,o papel das minorias e o do direito,nós temos que lembrar que esta discussão é sobre os fundamentos nacionais,que o Brasil não tem até hoje e que outros países evoluídos o são por possuírem-nas, e que a sua consequência é que o poder politico público se escuda na cidadania,que transcende as maiorias.
O conceito de cidadania implica em deixar convicções pessoais,ideológicas e religiosas,para resolver problemas  da nação.Não que estes valores religiosos ou ideológicos não joguem um papel na formação dos valores,mas indiretamente,não diretamente.
Isso foi o que o nazismo fez:ganhando a maioria no parlamento eles se sentiram no direito de suprimir outros cidadãos,discordantes ,o que foi cristalizado num juramento militar à pessoa de Hitler,por cima do princípio constitucional básico de qualquer país,que tem a cidadania como base e escopo de qualquer nação ,moderna pelo menos.
Tanto Silas Malafaia está errado ao querer impor o cristianismo,quanto a esquerda com a sua ideologia.Ambos ignoram a nação, a cidadania, e agem como Hitler e os nazistas,impondo as suas maiorias.
Bem o cristianismo é maioria no Brasil,mas e a esquerda,que maioria ela tem?Ah,os trabalhadores,os pobres e oprimidos.Não sei até que ponto estes pobres e oprimidos delegaram direito de representação à esquerda,em suas diversas denominações.
O debate é fundamental,mas está totalmente errado e isto é um perigo(o fascismo).

Exibições: 14

Responder esta

Publicidade

Blogs Brasilianas

© 2017   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço