A locupletação, pós-privatização.

Toda privatização generalizada é uma operação de lesa pátria.

Em geral, visa interesses mesquinhos, interesses de grupos, interesses de perpetuação no poder usando o financiamento denominado privado que de privado nada tem, pois esses senhores ficam comprometidos com seus financiadores.

O financiamento denominado privado sai do nosso bolso, quando a obra que pagamos é superfaturada e malfeita, pois, quem recebe esse dinheiro não tem moral, nem liberdade para fiscalizá-la.

Os que defendem a total atividade privada devem observar que os grandes desastres econômicos, as injustiças sociais, as guerras e demais calamidades sempre estão a serviço do privado. Os governos não passam de meras marionetes nas mãos dessa gente, dando, apenas, a impressão de uma independência que não existe.

Por que não se investe, fortemente, na educação básica? Quem não quer? Quem não deseja? Não é o povo, maioria da sociedade. São os grandes interesses privados.

Sobre a comentada venda da GVT:

Foi um crime de lesa pátria a total privatização das telecomunicações, liquidando empresas do grupo Telebras e a Embratel. Entregaram, de mão beijada, quase todo ativo fixo dessas empresas para grupos estrangeiros.

Podiam ter permitido a entrada de investimentos estrangeiros, criando regras e cumprindo-as para evitar a formação de cartéis, sem estraçalhar empresas como a Telebras e Embratel.

Até pela Segurança Nacional, a Embratel, que estava envolvida no desenvolvimento de Satélite, não deveria ter sido vendida, sucateada.

Não deve merecer a confiança do nosso povo quem não confia nele, achando que esse imenso país precisa ser entregue a multinacionais estrangeiras para alcançar prosperidade e desenvolvimento. São os mesmos que dão pouca importância à educação básica da nossa juventude.

Depois dessas privatizações, agora, começam o movimento para a formação de grandes monopólios sob a batuta de multinacionais, como as comentadas fusões e/ou compra da GVT, TIM etc. 
Os interesses mesquinhos conseguem disseminar o sentimento de vira-latas em nossa denominada elite. Que elite nos controla!

Essa compra da GVT faz parte desse jogo pernicioso para o nosso país.

Já sou, como exemplo, uma das milhares de vítimas desse execrável tabuleiro de interesses.
Estou sendo pisoteado pela GVT. Ela se comporta com total desrespeito com seus clientes. Muita propaganda e péssimo atendimento!

Quase toda empresa que está para ser vendida deixa de investir, começa, grotescamente, a fazer pouco caso da sua clientela. E como tem hienas e bajuladores tentando tirar proveito da situação!

Sem mencionar tudo que vem acontecendo até o dia 21.06.2014, quando fiquei sem o telefone fixo e a internet contratada de 15 Mbps por duas semanas, entre os dias 21/06 a 05/07. Nova falta desses serviços começou no dia 25.07.2014. Só no dia 30.07.2014 restabeleceram os serviços. No dia 02.08.2014, novamente, total falta de telefone e falha intermitente na internet. Este serviço, quando disponível, só atinge 06 Mbps dos 15 Mbps contratados. Até hoje, 09.08.2014, continua o problema. 

Acredito que os planos são vendidos, mas o cabeamento não é ampliado. Os cabos multivias devem estar com todos seus pares ocupados. 
Danificam-se por aquecimento e não há solução imediata, pois, possivelmente, estão usando todos os pares que deveriam ficar como reserva para substituir aqueles que se danificam. Ponho em dúvida, inclusive, a qualidade desses cabos.

É uma total falta de respeito. O cliente fica sem o serviço, causando um grande transtorno. O prejuízo ainda é maior para as pequenas empresas que muitas vezes têm que contratar planos de outras operadoras para não ficarem desguarnecidas. A vida já é difícil para elas e são obrigadas a manter essa despesa extra para garantia dos serviços imprescindíveis. Hoje, qualquer pequena empresa não consegue funcionar sem telefone e internet. Como tirar a nota fiscal, pagar impostos, se tudo é eletrônico? O custo é muito alto!

Onde estão a regulamentação e a fiscalização? Onde está a cobrança?

Uma cobrança funciona! É a fatura que chega como se tudo estivesse na maior normalidade!

Sistema Telebras:


Todas as empresas do Sistema Telebras deveriam ter sido mantidas. Sou testemunha do bom trabalho exercido pelos seus técnicos. A Embratel estava desenvolvendo nosso satélite, produto de extremo interesse para a Segurança Nacional.

Foram os maus políticos que impediram que se aumentassem os investimentos. O alto preço de uma linha telefônica, nessa época, foi causado por essa política perniciosa que no fundo tinha como objetivo a privatização.

Entregaram tudo, de mão beijada, às multinacionais que descobriram como é fácil crescer seus lucros nessa terra em que tudo podem. Encontraram, de bandeja, todo ativo fixo deixado pelas empresas do Sistema Telebras. Não precisaram realizar investimentos nessa área.

Quanto à corrupção, fica muito mais fácil dentro do sistema privado atual. De uma empresa estatal os desvios são mais difíceis e perigosos. Hoje, é público e notório como é fácil receber dinheiro dessas empresas para as campanhas eleitorais. E quanto desse dinheiro é registrado oficialmente? Estamos fartos desses procedimentos!

Deram o nome de "doação" para campanhas eleitorais e partidos. "Doação" com a segurança de retorno multiplicado e seguro.
O primeiro retorno ficou configurado com o recebimento do capital fixo dessas empresas para total e eterno usufruto.

VAMOS UNIR FORÇAS PELA REATIVAÇÃO DA TELEBRAS e RETORNO DA EMBRATEL!
VAMOS DESTRUIR O MITO CRIADO DE QUE ERAM INOPERANTES!

Sim, tudo isso ainda pode ser feito! Por que não o fazem?

É por isso que clamo por um investimento de pelo menos 15% do PIB para o nosso ensino básico, já!

Tenho um tópico sobre o assunto.
A educação básica pública deve ser totalmente federal!
Um povo sem educação é mais fácil de ser manipulado.
Alguns blogs censuram essa minha mensagem! Por que?

Exibições: 177

Responder esta

Respostas a este tópico

Desde o dia 02.08.2014 fiquei sem a linha fixa e a internet de 15 Mbps. Só, ontem, 13.08.2014, repuseram esses serviços.

Desde o dia 21.07.2014, até a presente data, aconteceram 03 interrupções semelhantes!

O governo precisa fiscalizar para evitar esses abusos!

RSS

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço