Aproveitando a proposta de moderação da mensagem abaixo do Sérgio, sugiro que esse espaço seja destinado à discussões sobre o tema.

 

 

Caro Nassif, 

O debate sobre a manutenção da civilidade na participação dos membros e visitantes no Blog Luis Nassif foi bem pertinente e gerou uma ampla discussão. Velhos e novos participantes concordaram que os excessos são impertinentes e, inclusive, várias foram as falas de alguns que se afastam do debate por causa da intolerância ou radicalismo de uns poucos.


 

De fato, os casos mais comumente observados, não só no seu Blog, mas de maneira geral, envolve:

 

1.    A agressão verbal direta a um indivíduo participante do blog por sua opinião ou posição ideológica ou pessoal (ex. guerras verbais entre comentaristas de esquerda e direita, desenvolvimentistas e ambientalistas, homofobia etc.);

2.    A agressão verbal caracterizando intolerância ou preconceito a terceiros ou grupo de indivíduos por sua posição ideológica, racial, sexual, religiosa (ex: violência ou menosprezo às minorias como gays, índios, negros etc.);

3.    A agressão verbal às instituições ou segmentos da sociedade ou profissionais, demonstrando menosprezo por suas posições frente a assuntos de interesse do conjunto da sociedade (ex: difamação contra ONGs, partidos, ambientalistas, mineiros x paulistas, sudeste versus nordeste etc.);

 

Não impossibilidade de se estabelecer regras rígidas de participação num blog que se pretende democrático, e sempre acreditando no potencial das pessoas pela busca do conhecimento por meio de troca de informações, fica aqui uma sugestão para os gestores do Blog e para debate dos interessados.

 

O Blog poderia/deveria disponibilizar diariamente um tópico fixo e padrão, gerado automático junto com os outros posts fixos (Clipping, Fora de Pauta etc.) contendo uma abordagem sobre o funcionamento do Blog (objetivos, como ser membro, facilidades na postagem de vídeos e imagens etc.) e sobre os cuidados dos visitantes na participação (regras de convivência virtual, ou netiquetas). Além disso, traria o aviso de que o desrespeito sistemático a algumas regras de convivência podem gerar denúncias por parte de outros participantes e a suspensão do direito de participação.

 

Eu sou moderador de grupos de debate na rede e disponibilizo uma mensagem automática aos membros sobre as regras de participação a cada 2 semanas. Dá super certo. Seria um tópico diário mais ou menos assim, curto e grosso:

 

 * * * Luis Nassif Online * * *
:: Criada e moderada por Luis Nassif em (ano), o BLN é a maior referência jornalística independente da internet brasileira, com mais de 20.000 membros permanentes e cerca de 60 mil pageviews diários.

* * * Objetivos do BLN * * *
:: Destinado à construção do conhecimento visando blá, blá, blá...

* * * Regras de Participação * * *
:: Procure ser claro e conciso em suas mensagens
:: Não agrida a língua portuguesa, revise sua mensagem antes de postar.
:: Seja cortês com os demais membros e visitantes

:: Seja membro do BLN e tenha facilidades na postagem de seus comentários

:: Denuncie atos de violêncoia verbal, apologia ao crime e à violência ou qualquer forma de intolerância racial, religiosa, partidária e sexual pelos participantes

* * * Moderação * * *
:: Agressões verbais, disseminação de preconceitos e apologia à violência podem ser motivo de denúncias por parte dos participantes do Blog.
:: A partir de três denúncias suspendem o comentário até que possamos analisá-lo e decidir se será liberado ou vetado de vez
:: Moderador adverte ou bane membros reincidentes....
:: Dúvidas ou reclamações podem ser acessadas em ....

* * * Construa o Conhecimento * * *
:: No tópico Fora de Pauta você pode apresentar suas propostas de debates no Blog. Os temas são livres e aprovação depende da avaliação dos gestores.
:: No tópico Clipping do Dia você pode disponibilizar as notícias coletadas na mídia impressa e eletrônica para compartilhar com os demais leitores do Blog. A aprovação depende da avaliação dos gestores.
:: No tópico Multimídia você pode disponibilizar imagens e vídeos de interesse. A aprovação depende da avaliação dos gestores.
:: Divulgue o BLN à http://www.advivo.com.br/luisnassif

Grato e seja bem-vindo.
Luis Nassif – Moderador BLN

 

Exibições: 293

Responder esta

Respostas a este tópico

Anarquista,

 

Vou te responder logo aqui.

 

Se formos bloquear os comentários preconceituosos, MUITA coisa seria apagada.

Além disso, preconceito muitas vezes vem dissimulado e não são todos que percebem.

 

Ah, sugiro , qnd vc tiver tempo, que dê uma olhada no post que eu te mandei pq várias pessoas levantaram coisas pertinentes sobre o assunto.

Estou começando a ler, e já dei algumas respostas lá, inclusive a você. Especialmente no caso dos comentários preconceituosos que você listou, eu só denunciaria 2 deles, os mais abertamente grossos e ofensivos. Todos os outros sao revoltantes, OK, mas no meu entender devem ser respondidos, e nao apagados. Prefiro respostas agressivas -- dentro de certos limites -- do que a censura pura e simples. Fora os que nao devem nem mesmo ser respondidos, de tao bobos que sao. Aliás, quase sempre a melhor política é nao responder.

Acho que é preciso meio-termo nessa questao. Nem ficar defendendo "liberdade de expressao" de gente que só vem provocar e insulta, nem ficar censurando todo comentário menos polido. A web nao é internato de moças, quem deixa de participar porque ficou chocado com a "radicalidade" das opinioes, deve mesmo ir fazer outra coisa.

Agora, xingamentos, baixaria, etc., tem mais que ser coibido mesmo.

 

 

raq_uel, em referência a coisas que vc disse no post brasilianas sobre nível de debate.

Vou comentar longamente porque sou francamente favorável ao instrumento de denunciar comentários em blogs, especialmente o que funciona aqui, muito bem construído. Não sei se é original do blog ou inspirado em alguma outra experiência bem sucedida.

 

raq_uel pergunta : Moderar o quê? Usar o bom senso de que modo?”

A meu ver o que conta é perceber uma intenção agressiva, ofensiva ou preconceituosa, talvez até mesmo ilegal, mesmo que velada ou disfarçada. Se é feita uma provocação despropositada a uma causa ou opinião, sem argumento para corroborar, usando-se apenas ironia ou sarcasmo, trata-se provavelmente de uma agressão gratuita, não uma opinião útil. (Ou válida de proteção no que imagino ser o conceito pensado por Voltaire, tão citado ultimamente.)

Bom, o uso de sofismas, último recurso de quem não tem argumentos, do mesmo modo, também não traz ganhos a nenhuma discussão.

Vamos ser práticos:

Hipótese 1 : as pessoas sentem receio de denunciar para não parecerem tolhedoras > o comentário fica por inação > uma agressão preconceituosa fica aparecendo e perturbando o verdadeiro debate > pessoas racionais percebem um ambiente ruim e se afastam > no longo prazo o ambiente de discussão empobrece. Fica como os portais de notícias, ninguém debate neles.

Há severo risco de perdas. (É como assistir a uma agressão e não fazer nada.)

Hipótese 2 : três pessoas (não uma só) têm certeza que presenciam um comentário ofensivo e denunciam; ou podem também ter dúvidas mas levam a "julgamento" > um operador do blog (uma 4a. pessoa e independente) analisa e temos:

situação 2.A : o comentário era mesmo ofensivo e permanece vetado > não há perdas, houve um acerto. (É como chamar um responsável para que atue.)

situação 2.B : considerou-se que não era pra tanto, volta ao ar > não há perdas, houve um erro temporário reparado. (É agir preventivamente, mas perceber que estava tudo bem.)

Alguém só pode se opor ao sistema proposto se desconfiar do discernimento do operador do blog, o que seria um contrasenso, pois ninguém comentaria em um lugar do qual desconfia.

Portanto, não há com o que se preocupar, não há necessidade de ser tímido perante um risco. E não há injustiça irreparável ao tentar se evitar esse risco. É apenas como se o comentário tivesse sido detido para uma entrevista.

A situação da hipótese 1 não tem retorno, os danos à imagem do ambiente ficam, as pessoas que gostam de debte civilizado se afastam. A situação da hipótese 2 sempre tem retorno possível, avaliação dos responsáveis, no mínimo quatro pessoas envolvidas.

Se não houvesse a possibilidade do retorno ao ar do comentário aí talvez fosse necessário se preocupar com regras para estabelecer linhas de conduta. Mas em pouco tempo fica claro quem faz o que.

raq_uel comenta : Falta exemplos concretos de casos que mereçam ser limados.”

Eu denuncio o que me parecer trollagem despropositada, agressões ou ofensas gratuitas sem peso nenhum na consciência. Já escrevi muitas vezes que sou favorável a atitudes que são apelidadas como "politicamente corretas" e que percebo como o conceito de "liberdade de expressão" é usado falaciosamente para a manutenção de climas preconceituosos. Só estou sendo coerente com meu próprio discurso.

Tenho uma visão meio conservadora envolvida nisso, sou muito favorável a boas maneiras, atitudes construtivas, respeito e coisas assim. Com isso acho que contribuo para a manutenção de um bom, sensato e produtivo ambiente.

Ninguém é capaz de condenar ninguém sozinho mesmo... O máximo que pode acontecer é a inconveniência de um comentário ficar uma ou duas horas em um limbo. E pra isso ainda seria necessária a coincidência de duas outras pessoas também terem visto ofensa. E ainda por cima se precisaria que a avaliação do blog corroborrasse. E, na pior das hipóteses, quem fez o comentário vetado pode se acalmar, repensar, reescrevê-lo.

Acho que o instrumento de denúncia, proposto pelo Nassif ao conceber o blog e liberar automaticamente comentários, é ótimo, ágil e prático; apenas as pessoas não usam na frequência que deveriam por acreditar em falsos riscos e, ao crer neles, deixarem permanecer os reais.

Não creio que as pessoas não saibam o quê denunciar. Diferenciar debate de ofensa, mesmo quando esta vem disfarçada, é fácil. As pessoas talvez ainda não tenham percebido é que  essa atitude é fundamental para evitar que o ambiente deteriore e que características únicas do brasilianas sobrevivam. Em particular a riqueza de comentários participativos.

E, novamente, como não há riscos com a denúncia, nem é necessário que se prescrevam exemplos concretos, a própria prática leva a isso, como em uma conversa presencial. Ora, se algo é tido como perturbador em um imaginário debate "ao vivo", pode ser considerado do mesmo modo em um debate "virtual".

A internet têm sido refúgio para atitudes que não são bem vistas em grandes públicos, mas não há benefícios nisso. E o sistema de denunciar exposto pelo Nassif ajuda a evitar os prejuízos.

 

Gunter, você leu os comentários no LNO? Tem gente achando que deves ser censurados comentários com "falácias" (quem julga?), outros sugerindo todo tipo de coisa que desagrada a eles, referências negativas a religioes (???!!!), e até manifestaçoes de gosto de comentaristas. Caminho perigoso, esse.

Acho que denúncias sao necessárias em certos casos, mas devem ser reduzidas ao mínimo indispensável. Ofensas SÉRIAS, xingamentos, incitaçao à violência, manifestaçoes EXPLÍCITAS E INSULTUOSAS de preconceito (as outras devem ser rebatidas, nao apagadas), coisas graves.

Só li as 2 primeiras folhas (já eram 6...) e guardei o link para ler e ter ideias depois.

 

O que eu acho mesmo, e que deve vir antes de maiores criações de regras, é que falta começar a denunciar. O pessoal está tímido a respeito, por isso meu argumento é todo em torno do seguinte : "denunciar tem remédio, não denunciar não".

 

Se as pessoas denunciassem o que incomoda a cada uma (pelos mais variados e subjetivos padrões) isso por si só não leva a nada, faltam mais duas pessoas terem a mesma visão.

 

Bom, aí o Nassif receberia os comentários que incomodaram e saberia como está sendo usado o recurso. (Hoje não sabe nada porque quase ninguém usa)

 

Torço para que tenhamos dois subprodutos:

- pessoas muito ofensivas desistirão de fazê-lo ao verem que o Nassif não retorna os comentários ao ar.

- pessoas muito cricris desistirão de denunciar coisas não sérias (isto é, só por gosto) ao verem que o Nassif (ou o funcionário que faz isso) retorna os comentários ao ar.

 

No final (teoricamente...) teremos pessoas habituadas ao padrão do Nassif. Já que é impossível agradar a todos ele é quem tem que estipular o ponto de corte.

 

Alguma coisa vai ter que acontecer, já que não há lugar frequentado por todo mundo. Se ele (Nassif) for complacente demais com os agressivos, vai afastar o público mais sensível, que poderia dar muitas contribuições boas e acha que não vale a pena (como o exemplo que eu dei em outro lugar: não frequento praia cheia de sargaços ou águas-vivas, procuro outra). Se ele for melindroso demais vai afastar o contraditório mais crítico e ficará como outros blogs : pensamento único em torno do argumento do post.

 

É um desafio portanto pra ele, como manter a abundância de comentários inteligentes. E não é um desafio fácil... Tomara que ele venha de vez em quando ler o que rolar de sugestões por aqui.

onde tá isso no LON Gunter?

http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/pelo-debate-civilizado-de-...

 

O comentário da Raquel e o meu estão na 2a. ou 3a. página.

Eu acho que gente sensível demais nao devia frequentar a internet... E que o Nassif nao tem pessoal para ficar relendo denúncias a torto e a direito. Automatizar é ruim (veja o comentário do Foo sobre isso, que num blog lido por cerca de 60.000 pessoas, 3 coincidirem em denúncias é algo ínfimo, e permite manipulaçoes).

O melhor mesmo é deixar de esperar o paraíso na terra, um blog só formado de pessoas cordiais, inteligentes, etc. Isso nao existe no mundinho real. Só denunciar COISAS SERÍISSIMAS.

Isso nao significa desistir de combater os trolls. Há várias outras maneiras. Nao responder, a melhor na maioria dos casos. Gozá-los, sempre que possível. Rebater com argumentos, nao esperando convencê-los, mas tendo em vista os outros que lerao. Coisas assim.  

Rato ruivo do que usa cuida. Provérbio popular.

 

E, caríssimo senhor, que tal manter distância da minha pessoa? Eu mantenho de bom grado da sua.

Raquel, obrigado por abrir o post e pela referência.

A idéia que coloquei ao Nassif é bem simples: disponibilizar informação prévia aos participantes sobre posturas de convivência. Disponibilizar esta informação diariamente, seja num post, seja num canto da tela, já eliminaria muitos dos conflitos e estupidez de alguns e ajuda a desarmar corações e mentes.

Levando em conta que todos nós gostamos de um bom debate, e as vezes com pimenta, esta informação tem que ser leve para não inibir opiniões mais fortes ou contundentes, mas sim para frear um pouco a agressão gratuita.

O debate franco e direto tem que rolar mesmo, e acho que o Nassif até admite que as polêmicas ajudam na divulgação do blog. A mídia em geral vive um pouco disto. Algumas (que me fAlham a memória) vivem só disto...

relax...
deixa o cara falar sozinho, ou poste coisas em colocacoes da pg 2, que ele cai..bjs
Colocaçoes da pg 2? O que é isso?

RSS

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço