"Nós vamos falar de direitos humanos em todo o mundo? Vamos ter de falar de direitos humanos no Brasil, nos EUA, a respeito de uma base aqui que se chama Guantánamo."

Esta aí uma afirmação da antiga companheira e atual presidente do Brasil, Dilma Rousseff, com a qual concordo plenamente. Sempre considerei mais importante falarmos sobre direitos humanos no Brasil, que é onde temos obrigação de os defender, do que em outros países, a respeito dos quais nossas opiniões dificilmente exercerão a mínima influência (*). Aqui podemos fazer a diferença; alhures, quase nunca.

E a discussão dos direitos humanos no Brasil é fundamental hoje: não só nossa tíbia redemocratização permitiu que presos comuns continuassem até agora, 27 anos depois que o Brasil saiu das trevas ditatoriais, submetidos a torturas semelhantes às que os presos políticos sofríamos nos DOI-Codis dos carrascos militares, como está em curso um processo de fascistização que já registra terríveis violações dos DH na USP, na cracolândia e no Pinheirinho.

Percebe-se claramente que a truculência autorizada por Geraldo Alckmin na capital paulista é um balão de ensaio para, se engolida, nortear a atuação policial em muitas outras cidades brasileiras.

Então, nossa presidente precisa mesmo acordar de sua letargia e começar a agir consistentemente para proteger os direitos humanos no Brasil, antes de ter lições a dar a outros países.

* O senador Suplicy, o Carlos Lungarzo da Anistia Internacional, eu e tantos outros brasileiros com espírito de justiça protestamos infinitas vezes contra as torturas infringidas a cidadãos sequestrados em seus países e arrastados para o inferno de Guantánamo. Fizemos o que tínhamos de fazer, mas sem ilusões: sabemos muito bem que de nossos protestos não adveio resultado concreto.

Exibições: 2023

Responder esta

Respostas a este tópico

Sabe, este nao é um Portal de um partido de esquerda. Você tem todo direito de expressar idéias de direita aqui. Só que o que você está procurando? Aqui suas idéias nao encontram eco; o Portal nao é oficialmente de esquerda, mas a maioria dos comentaristas é, e é gente que nao engole essa de que a propriedade passa acima de tudo (a propriedade tem funçao social, está na Constituiçao), nao engole essa de "aprovada por uma juíza" (está aí o vídeo do defensor público de S. José dos Campos falando do golpe jurídico que houve), nao engole essa dos "extremistas que se utilizam de inocentes úteis", isso é papo usado por Israel para esmagar Gaza, que já era usado na Ditadura Militar, de que você seguramente deve ter saudades. Entao, por que nao vai procurar a sua turma? 

Se este não é um portal de esquerda, o que a sra. faz aqui?

Foi a senhora que me rotulou e trouxe o aspecto Direita x Esquerda a baila... Aliás, esse destempero e falta de educação é MARCA REGISTRADA dos anarquistas. Não sei por que estranho isso... Deve ser por causa do berço que tive.

Ainda mais agora que a cor vermelha está saindo de moda!!!

 

Mas respeito a sua opinião... Quanto a ditadura... Não tenho saudades não, mas não gosto de viver esses tempos em que uma cambada de anarquistas, em nome da Liberdade, fazem de tudo para calar os que se atrevem a manifestar as suas opiniões.

 

Nós também não engolimos mais essa "lenga lenga", essa "conversa mole para boi dormir" dos esquerdinhas... Quem engoliu essas mentiras, está enrolando charutos nas coxas até hoje para colocar a gororoba na mesa.

Quer exemplo?

Depositar flores no túmulo de José Marti... Libertador de Cuba... Isso faz algum sentido?

Pergunte para Yoani Sanchéz o que ela acha de suas ideias esquerdistas...ah ah ah

 

No mais, como já disse e em nome da Lucidez Direitista, a discussão está encerrada.

Minha opinião não está aberta a negociação...

Aqui nao é um Portal OFICIALMENTE de esquerda. O senhor deve saber ler, nao é? Eu disse isso, e tb que a maioria dos comentaristas é de esquerda. E que o senhor está um peixe fora d'água aqui. Quer ficar fica, claro, é seu direito. Agora, vir com esse papo do blog da Veja para cá, francamente. Por que nao vai procurar a sua turma? Foi isso que lhe perguntei. Por mim, terei muito prazer em nao discutir com o senhor, desde que nao venha com os absurdos que disse acima. Que sempre desmentirei, quer o senhor goste ou nao. Nao preciso me dirigir ao senhor para rebatê-los. 

E onde mesmo o senhor viu DESTEMPERO (???) e FALTA DE EDUCAÇAO no que eu disse? Apenas lhe disse, e educadamente, que está mal situado aqui. 

.

Como reconhecer um conservador cabeça ôca.

Alexandre

Só para ver se eu entendi: você perguntou, mesmo, se faz sentido depositar flores no túmulo de José Marti?

Sim...

Perguntei...

E gostaria de obter uma resposta que me ensinasse algo... Afinal de contas eu também tenho dúvidas.

Faz sentido para o Sr.? Por quê?

Comentário hoje no LNO que rebate esse besteirol de "aprovada por juíza", dura lex sed lex (tb é muito bom para mostrar a "democracia" dos blogues de direita, que nao publicam o que nao lhes interessa): 

Por falar em RA, eu estou tentando publicar o seguinte comentário no blog dele, nesse post sobre Pinheirinho: "Aqui, eu lhes ofereço fatos ...". Duas tentativas já foram censuradas. Os fatos são um problema para ele:


Havia alternativas ao Governo de SP sim. Já houve precedente: em 2004, uma ordem de reintegração de posse não foi cumprida pelo governador do Mato Grosso em um caso incrivelmente idêntico e, posteriormente, o *STF* deu razão ao *governador*: [relator no STF] “está demonstrado que o cumprimento da ordem judicial … para satisfazer o interesse de uma empresa, será à custa de graves danos à esfera privada de milhares de pessoas …” “De um lado, o direito à *vida*, à *liberdade*, à ***inviolabilidade domiciliar*** e à própria dignidade da pessoa humana, princípio ***fundamental*** da República Federativa do Brasil (art. 1º, III da Constituição Federal). De outro, o direito à propriedade.”, “Dessa forma, ao contrário do alegado pela requerente, não se trata em absoluto, de descumprimento ou de desobediência as decisões emanadas do Poder Judiciário, *iluminadas* que foram as atitudes tomadas pelas Autoridades responsáveis pela Segurança Estadual, que agiram sob o pálio e o imperativo da cautela, da precaução e acima de tudo, *em respeito* aos atributos *constitucionalmente* consagrados da proporcionalidade e principalmente da razoabilidade.” e mais isso: “[a SGR] veio a opinar no sentido de se negar o pedido de intervenção, por não ser conveniente ao “interesse social uma previsível tragédia, vitimando inocentes, e jogando ao desamparo mais de 1000 famílias, para atender aos interesses particulares dos credores de uma *massa falida*”.

Aí Valquíria,

Arrematou legal!

Cadê o Gobbi?

Estou aqui querido Gilberto... Ontem saí para comer um SubWay

 

NÃO estou defendendo nenhum político... Também NÃO vou defender nem vestir de santinhos aqueles que convidaram a polícia para o pau.

Também NÃO estou defendendo nenhuma forma de violência.

 

Infelizmente comportamento gera comportamento.

 

Repito e reafirmo que o direito a propriedade vale para todos. Se permitirmos que invasões sejam parâmetro para legalização de posses estaremos enveredando por caminhos estranhos.

 

Eu adoraria me filiar a um destes movimentos sociais, invadir uma casa com jardim de inverno, piscina e depois, lutar pelos meus direitos... Exigir que me dessem água e luz cobradas segundo uma tarifa social...

 

 

 

 

 

 

 

Alexandre Gobbi,

Sou participante ativa dos  Movimento Sociais( cebś, mst, teologia da libertação,ovimento de libertação, e etc..)

Realmente o que mais tememos são pessoas como voce frisa acima "Eu adoraria me filiar a um destes movimentos sociais, invadir uma casa com jardim de inverno, piscina e depois, lutar pelos meus direitos... Exigir que me dessem água e luz cobradas segundo uma tarifa social...

Nenhum Ativista e  ou militante tem uma atitude tão infame desta, e sim algumas vezes há os inflitrados,muitas vezes a propria  DIREITA os cria, e a MIDIA  os divulga com grande estardalhaços

esta é a Politica que ELES utilizam pra desmoralizar os lutadores,( GLOBO & Cia l)

não sei se vc. sabe mas a Globo utiliza terreno CEDIDOS pelo Estado . Enquando milhares de trabalhadores, não encontram  lugares onde viver são obrigado a OCUPAR( é diferente de INVADIR)

antes de se Ocupar uma area é feito um estudo das condições destas Terras, geralmente são terras griladas, devedores da UNIÃO,e os OCUPANTES, esperam no minimo, que o Governo,entre em acordo com tais Latifundiários, flaudadores, etc...

Espera-se dos Governantes, o direito constitucional da MORADIA.

dou-lhe alguns exemplos,

lá pelos idos de 90, começou uma luta por estas bandas no Sertão Central, uma fazenda em Canindé, a divida enorme com a União, ( sem falar do trabalho escravo que a mesma  já tinha empregado diversas vezes.  terras que tinham sido griladas etc.. após  um estudo detalhado, OCUPAMOS( não INVADIMOS)

saiu até facadas,

mas com a intervenção do INCRA, hoje se pode mostrar os documento de propriedade deste assentamento modelo:

com creche, posto de saúde, uma capela, um centro comunitário,

a creche funciona diariamente, onde mães que não trabalham vão se revezando, o posto de saude  apenas 2 vezes por semana( mais vale, e as reuniões da comunidade quinzenalmente. fora que a Vacaria é comunitária..

Isto é viver em Comunidade.

à noite muitos pegam caronas uns com os outros ... e vão pra faculdade na cidade mais proxima...

esta comunidade leva em seus corpos as cicatrizes da luta.

**************************************************************************************************

Outro exemplo

ano passado OCUPAMOS na cidade de Fortaleza, um predio da Arquidiocese( Há mais de 5 anos , sem uso?????)FECHADO.

O povo quer moradia.. tá fechado. não tá sendo usado!!. Oxente!!!

Mas  não usaram a força Policial>. até que tentaram.. mas lembramos  aos agentes que vieram nos retirar, que ONTEM eles estavam lutando conosco e hoje estão no poder, surtiu efeito, foram feitas negociações  pacificamente, conseguimos moradias, Mas ainda  estamos em outros PONTOS da Cidades ocupando Predios...QUEREMOS MORADIA!!!!

**************************************************************************************************

Sabe, Alexandre, cada vez que vc. ouvir a palavra INVADIR, substitua por OCUPAR,

invadir, fizeram 0s Portugueses conosco,

invadrir, foram as capitanias hereditárias,

invadir, são os grileios , que com seus documentos falsos,vão incorporando terras.

invadir, são os crimes dos colarinhos brancos, contra INSS, etc.. que  roubam os dinheiros dos impostos, onde  deveraim serem usados pra benefícios da população.

invadir,é o enorme terreno que São Paulo, cedeu pra Rede Globo

INVADIR pode ser tudo menos a OCUPAÇÂO que militantes do mst,  e movimentos sociais fazem,

INVADIR,tá pra acontecer aqui em Fortaleza, com os despejos de que o Governador, quer realizar,

onde estamos lutando quotidianamente.

Invadir, eram quando os CORPOS de  crianças de 11, 12 13, antes dos 17, eram trazidos  pra as cidades, pra serem as babás dos filhos da classe media ou alta, e seus patroẽs INVADIAM estes corpos.

 Corpos, que  hodiernamente  são INVADIDOS pela prostituição infantil, onde muitos Politicos, estão compactuando.

Invadir repito, pode ser tudo menos OCUPAR o direito sagrado a Moradia.

e quando vc. ouvir alguma noticia ( GLOBO & CIA) sobre invasão ,procure outros meios, lá vc. encontrara a VERDADE

saudações desta militante.

E tem mais..

sabe!

Estas Feridas em nossas almas, servem  para que sigamos protestando contra estes abusos.  E elas devem estarem sempre  abertas em nosso coração, as feridas dos oprimidos nunca  poderão ser saradas.

Pinheirinho tem que fincar uma bandeira em nossas almas!

RSS

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço