Somalia, quatro milhões passando fome. Sabe o que falta?

Todo ano a mesma coisa. Fotos de crianças morrendo de fome. a onu se mobilizando para não fazer nada, só projetos, os artistas cantando as crianças do mundo. e nada muda.

Sabe o que falta nesse pais? Bancos , multis, agronegócios e industrias. Tudo que a auto-denominada esquerda diz que não presta.

Enquanto tiver na onu esse pessoal, tipo graziano, que só faz oba oba, a africa continua como esta. Fome e morte, que não será severina mas graziana.

Exibições: 173

Responder esta

Respostas a este tópico

É deboche, não é possível...

Emílio

Tens alguma ideia de como é a história, a religião ou a cultura da Somália. Como dizia a minha avó "Pretensão e água benta, cada pega o que quer". Eu sou alguém que me acho capaz de se meter em alguns assuntos variados (me acho, não estou dizendo que sou, quando alguém me prova ao contrário, volto para minhas chinelas) e não me meto em diversos assuntos que não tenho a mínima condição (cultura, música....), agora rapaz tu és petulante como nunca vi. Falar da fome na Somália como uma solução neo-liberal fosse melhorar a situação daquele povo é duma tal falta de bom senso que dificilmente li algo semelhante nos últimos trinta anos.

Amigo Rogério. Aceito o petulante. Sou e pago caro por isso. Faço e falo o que quero. Como tenho tempo sobrando, resolví encarnar nesse forum.

Voltando a somália, e querendo levar a discussão para o lado prático, me diga, qual seria a alternativa para acabar de vez com o drama do pais? Já sei, vc não entende disso, não é sua praia então não vai opinar.

Te dou um conselho. Todos os velhos esquerditas da antiga urss e cuba, estão morrendo de depressão. eu chamo SCB (sindrome de chico buarque) , o cara ta muito velho para rever uma idéia que acreditou a vida toda e agora parece desmanchar, como um sonho, diante da realidade.

Respeito quatro dessa espécie. oscar neimar, chico b, fidel e o saldoso prefeito de araras, varley colombini. O único prefeito que ví entrar rico e sair pobre da prefeitura.

 

Meu caro emílio. (respeito sua preferencia) o homem sempre foi, é e continuará sendo uma besta humana e nos últimos tempos vem sofrendo a metamorfose para pior ainda e escolheu a hiena para se equiparar. Tenho verdadeira admiração por aqueles que cultivam sentimentos fraternos pelos irmãos abandonados pelo Poder Público.

Tudo bem seu Ariston. Mas qual é a solução para a somália?

Como o sr acha que estaria o brasil se não tivessemos os bancos, as multis, o agronegócio etc.?

Na mesma que nossos irmãos negros.

 

Emílio

 

Se queres pautar alguém por alguma discussão qualquer que o faça com outro. Porque de mim não terás este prazer. Eu falo o que quero e digo o que gosto. Petulância é mera petulância. Não é a tua vontade que definirá o que falo, quando propuseres algo interessante e instigante, terei o máximo prazer de dialogar contigo, mas não foi desta vez. Sorry.

Emilio, solidarizar-se não quer dizer indicar solução para os problemas, tampouco comparar situações para justificar nossa falta de sentimento para com todos os nossos irmãos espalhados por todos os quatro cantos do mundo, se não podemos fazer algo para aliviar o sofrimento humano, pelo menos rezemos para Deus amenizar esse sofrimento que não queremos para nós e solidariedade é ato de cristandade e nós brasileiros professamos o cristianismo.
Eh! mas o emilio vai entrar nos eixos, ele dá sinal para tal, é gente como a gente, tem sentimento, mas vale os puxões de orelha.

Hoje no estadão o coreano que foi presidente da onu, sujeito inútil, veio dizer que precisa de u$ 1.6 bi, para ajudar os somalianos. Só não falou se essa quantia é por mes, por semana... fome vem todo dia. Essa é a solução da esquerda pública. Pedir dinheiro, mais dinheiro....

No ano que vem, mais dinheiro....

 

RSS

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço