terça-feira, 2 de novembro de 2010

Fiscais da Mídia!



Vamos continuar fiscalizando todas as notícias  veiculadas pela mídia comum.
Aqui  postaremos as falácias e vamos desfazer todas as mentiras!
Tudo que agregar valor a nossa luta coloque AQUI vamos formar uma enorme corrente amiga . Como disse meu amigo Manuel Filho "...concernente à mídia
e a Redemocratização
que para não parecer extremistas vamos chamar de democratização
controlar a mídia não podemos
mas ai surge a questão:
temos muito sal em uma sopa e nao podemos tirar o sal....o que fazer?colocar água!!!!
ou seja criar outras redes de mídia e fortalecer as outras existentes. Chega de mordidas
agora vai ser no amor
eles estão apavorados com a Dilma
pois sabem disso
se ela tentasse retirar a liberdade de manifestação deles ficaria como ditadora
mas ela vai aumentar a liberdade de todos
ai a voz deles se dilui
perde importância.


No Twitter   vamos usar a hashtag #FiscaisdaMidia

Exibições: 203

Responder esta

Respostas a este tópico

Parabéns garoto e conte com o "vélhinho" aqui.
Nada de moleza pra essa corja.
Valeu amigo!
E sobre o velhinho...rsrs
Quanto mais experiência melhor!
Abraço amigo!
Meu facebook
TWitter
Obrigado Marcelo, acho que ainda tenho alguma "lenha pra queimar".
Abraços.
SEM DÚVIDA! SE NÃO FOSSE A AÇÃO DOS INTERNAUTAS NÓS ESTARÍAMOS A POUCOS CENTÍMETROS DE UM GOLPE CAPITANEADO PELA MÍDIA TRADICIONAL.
Isso mesmo amigo!
Vamos espalhar no Twitter a hashtag #FiscaisdaMidia e quem souber de algo denuncie lá com essa hashtag e no Facebook no grupo Fiscais da Mídia http://www.facebook.com/home.php?sk=group_156342644407163&ap=1
está anotado amigo, vamos em frente.
Acho que um foco de discussão a ser feita são as concessões de radiodifusão (radio e TV aberta), como o número de canais é limitado por condições técnicas não há condições de concorrência e o que eles têm é uma concessão de uma dada freqüência.

Essas concessões devem estar a serviço da boa educação (não estou falando de chatice) e não do monte de bobagens que colocam no ar. Muitas pessoas acham que TV educativa é aquela que mostra aulas disto ou daquilo, ou mostra discussões teóricas intermináveis entre professores universitários, a boa TV educativa deve levar informação, cultura e diversão ao mesmo tempo, isto que devemos perseguir.
Concordo Rogério, a começar pelos dias e horários...Sabado e domingo de manhã??? Faça-me o favor, o resto do dia e da noite é lixo puro, com raríssimas escessões.
Entre no Blog Xeque-Mate-Noticias e copie o código HTML da caixinha e divulgue o grupo dos Fiscais da Midia usando o banner em suas redes sociais, Blogs e sites.
Fiscais daMídia- Estamos de olho! Chega de distorção na informação!

Xeque - Marcelo Bancalero


Os fiscais da mídia estão atentos!
Dilma nem chegou a assumir e já querem distorcer suas palavras e jogar a população contra ela.


Os jornais 1º disseram que havia uma pressão do PMDB sobre os cargos
Dilma desmentiu! "Ao ser perguntada sobre o interesse do PMDB, ao qual pertence o vice-presidente Michel Temer, em ocupar cargos no governo, Dilma disse não ter recebido até agora nenhum pedido do partido.“Esse é um governo que será pautado não por partilha, mas por união”, afirmou."
Veja;

12:14
03/11/2010
Dilma nega pressão do PMDB sobre distribuição de cargos

Pedro Peduzzi
Repórter da Agência Brasil
Brasília - A candidata eleita à Presidência da República, Dilma Rousseff, disse hoje (3) que a relação com o PMDB, na montagem da equipe, não será pautada por uma concepção de partilha, mas sim de equipe, e que em nenhum momento foi pressionada pelos peemedebistas na busca por cargos.
“Esse é um governo que não se pautará por partilhas, mas por processo de construção de uma equipe única”, afirmou Dilma durante coletiva de imprensa no Palácio do Planalto. Segundo ela, as iniciativas do PMDB têm sido em favor dessa concepção “sem conflitos”, e destacou o papel de seu vice, Michel Temer.

Dilma acrescentou que não antecipará a equipe de governo de forma fragmentada. “Vou anunciar os nomes com muita tranquilidade e não cometeria a temeridade de apresentar nomes individuais”, disse a futura presidente, que se negou a definir data para o anúncio da equipe de seu governo.
Edição: Talita Cavalcante//matéria alterada para esclarecer informação.
Em http://agenciabrasil.ebc.com.br/web/ebc-agencia-brasil/ultimasnotic...

Agora distorceram suas palavras sobre o CPMF deixando como se fosse um desejo de Dilma a citação de uma nova CPMF usando como Títulos da noticia frases como;

"Governadores da base vão negociar criação de nova CPMF"

"Para Dilma, CPMF faz falta"

"Base governista deve se mobilizar por nova CPMF"


"Dilma sinaliza apoio à recriação da CPMF por governadores"

E a mais pejorativa
"Lula e Dilma querem a nova CPMF
Presidente e presidenta dão a senha: não vão propor a volta do imposto mas vão topar se novos governadores propuserem"

Quando na verdade, a preocupação era com a saúde da população.
Apenas citou a perca de 40 milhões que eram da saúde com extinção do imposto.


Sem falar de nova CPMF, Dilma quer mais dinheiro para a saúde

CLAUDIA ANDRADE
Direto de Brasília
A candidata petista à presidência da República, Dilma Rousseff, visitou nesta quarta-feira (4) uma unidade da rede Sarah de hospitais de reabilitação em Brasília. Ao final da visita, a candidata falou com os jornalistas sobre a questão do financiamento para o setor de saúde. A ex-ministra da Casa Civil disse que "não é possível considerar a situação confortável com a saúde tendo perdido R$ 40 bilhões".
"Teremos de fazer o possível e o impossível com o que temos. Teremos de fazer um esforço para transferir dinheiro orçamentário para a saúde", disse.
Em 2007, o Congresso Nacional aprovou o fim da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), criada com o objetivo de ser uma fonte de financiamento para a saúde. A candidata já havia criticado a oposição anteriormente por tirar dinheiro do setor.
A discussão no Legislativo passou a ser a criação de um novo imposto, a Contribuição Social para a Saúde (CSS), que não é consenso entre governo e oposição.
Questionada se era a favor do novo imposto, a candidata afirmou que não estava discutindo esta questão, mas sim um programa para o setor. Dilma disse ainda que toda discussão a respeito da saúde passa pela questão do financiamento, mas ponderou que, geralmente, o problema de falta de recursos está acompanhado a um problema de gestão. "Eu acredito que muita coisa pode ser feita melhorando a gestão".
Câncer, mãe e criança
Dilma disse que está finalizando a parte relacionada a saúde em seu programa de governo, e adiantou seu "interesse" em duas questões em especial: a prevenção do câncer e o tratamento da mãe e da criança. A candidata falou ainda do plano de ampliar em oito mil o número de unidades básicas de saúde e em 500 o número de unidades de pronto atendimento.
Em http://noticias.terra.com.br/eleicoes/2010/noticias/0,,OI4603974-EI...

Isso é inaceitável!
É preciso que se dê as notícias sem que haja quaisquer tentativas de fazer com que haja um direcionamento no que o leitor vá pensar.
A sugestão implícita nessas frases dos títulos ,fazem com que se ignore o restante da leitura.
Notícia é notícia!
Basta noticiar e deixar que o leitor exercite seu pensamento sobre o assunto sem nenhuma influência.
O povo não precisa que redatores e editores lhes dêem atestado de "burrice".
Isso não é notícia! Sem falar das notícias veiculadas em rádios e redes de TV onde o assédio ao ouvinte é maior sem falar de maiores técnicas de manipulação.
Chega de distorção na informação!Estamos de olho!
É assim que se democratiza a informação.
Estamos de olho! http://xeque-mate-noticias.blogspot.com/2010/11/fiscais-da-midia.html
Participe conosco e vamos democratizar a informação. Seja um Fiscal da Mídia!

Veja aqui!
Caro Marcelo, conclamo, lógico com a sua autorização, que todos aqueles que lutam pela verdade, pela ética, pela coerência e principalmente pela verdadeira liberdade, que utilizássemos do simbolismo estampado por você como "fiscais da midia" (como segue abaixo), para desmonstrarmos qu estamos sim de olho nas mentiras e deturpações criadas por parte desta midia, com o intuito de manipular as pessoas. Espero contar com apoio para esta simbólica atitude.

este não é um compromisso de ocasião. haverá uma luta muito entre a mídia tradicional e os setores progressistas da nossa sociedade com a regulamentação ou a tentativa de regulamentar a mídia no Brasil

RSS

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço