"Eu assisti de camarote
o teu fracasso,
palhaço, palhaço!"

(Benedito Lacerda) 


Na edição que entrou em bancas no dia 16/10/2010, a revista Veja dedicou sua matéria de capa a um bizarro exercício de futurologia e lobbismo, ao proclamar que a eleição presidencial seria decidida em Minas Gerais, graças ao "poder de Aécio".


O ridículo começou pela capa, apresentando Aécio como Super-Homem, e se derramou pelas páginas internas, nas quais se garantia que "Aécio move a montanha" (título da matéria). Eis alguns trechos:


"Ao fazer seu sucessor no governo de Minas Gerais, o senador eleito Aécio Neves demonstrou sua enorme capacidade de transferir votos. Agora, elequer repetir o feito em favor de José Serra. O resultado desse esforçopoderá definir o futuro presidente da República.

"A eleição presidencial de 2010 será decidida em Minas Gerais. Três razões justificam essa afirmação. A primeira é que Minas, o segundo maior colégio eleitoral do país, concentra a parcela mais expressiva dos 10 milhões de eleitores indecisos, cujo voto será crucial num pleito em que a diferença entre os contendores está cada vez mais estreita. (...) O segundo motivo é que se encontra em Minas, em disputa aberta, o espólio de 2,3 milhões de votos que a verde Marina Silva recebeu no primeiro turno.  (...) O terceiro motivo responde pelo nome de Aécio Neves.


"Principal força política de Minas Gerais, o senador eleito declarou que vai por a serviço do candidato tucano, José Serra, todo o seu capital político - e ele é gigantesco...


"No dia 31 de outubro, o Brasil emergirá das urnas com uma nova configuração de poder. Qualquer que seja ela, Aécio Neves terá um papel fundamental. Ele (...) jurou fazer seu sucessor no governo de Minas, planejou eleger-se senador e agora se propõe a trabalhar para dar a vitória a Serra em Minas. Se o tucano ganhar as eleições, Aécio colherá os frutos de ter sido peça essencial na vitória. Se perder, emergirá como o rosto renovado da oposição..."

Eu não espero comodamente o desenrolar dos acontecimentos para detonar tais falácias -- jornalísticas e políticas.

Então, logo no dia 19 lancei também minha profecia, provando ser um Nostradamus bem melhor que os da Veja:

"...não há factóide, propaganda enganosa e alarmismo que façam os eleitores   pés no chão  mudarem seu voto.


"O desejo da Veja, erigido em matéria de capa (!), é o de que a eleição fosse decidida em Minas Gerais, com Aécio Neves como fiel da balança. Dia 31 a revista aprenderá que jornalismo é algo mais do que expressão de desejos".

Aprendeu mesmo.

Apesar da "enorme capacidade de transferir votos" de Aécio Neves, Dilma surrou impiedosamente Serra em MG -- 58,45% x 41,55%, vantagem maior do que a alcançada no País inteiro (56,05% x 43,95%).


Talvez por ser um homem de pouca fé, Aécio não moveu montanha nenhuma. E está sendo disto acusado por vários tucanos, começando pelo coordenador do programa de governo de Serra, Xico Graziano, que colocou este comentário no Twitter, mal acabava de ser conhecido o resultado:  "Perdemos feio em Minas Gerais. Por que será?!"


Ao invés de emergir da derrota "como o rosto renovado da oposição", Aécio, para boa parte do tucanato, sai como o rosto hipócrita da traição.

Quanto à Veja, teve mais uma oportunidade para constatar que, como bem mostrou Walt Disney em seu clássico Fantasia (1940), aprendizes de feiticeiros cometem as piores lambanças.

Exibições: 76

Responder esta

Respostas a este tópico

Só a veja prá forçar a barra com uma reportagem (ou propaganda?) daquelas. Revistinha podre.
Espera-se que esta eleição tenha servido como um divisor de água na relação da mídia com o política nacional. As famosas relações incestuosas com a direita. Está mais do que sacramentado que o projeto político aprovado nas urnas pela 3a. vez consecutiva é o que dará destinos viáveis ao país. O povo brasileiro não quer mais o retrocesso, o atraso, a iniquidade. Ele quer avançar. Não é uma visão ideológica, mas de praticidade mesmo.
Se a imprensa, ou as 4 grandes famílias da imprensa, não quiserem ter que correr atrás do bonde, é melhor reverem seus conceitos.
você é realmente um grande profeta.
Agora ou Aécio sai do PSDB ou o PSDB o engole vivo.

Se tiver um tempinho veja meu blog. Ja postei as fotos da festa da vitória de Dilma em RECIFE.

www.vanraz.wordpress.com
Valeu!!!
O problema Celso, é que Veja e o resto da grande imprensa comprometida com projetos excusos de poder (ou nem tanto), não vão parar a fábrica de factóides e assassinatos de reputação. Os abusos já recomeçam imediatamente.
É preciso que se vote urgentemente uma legislação que puna os abusos criminosos travestidos de "liberdade de imprensa".
Num país honesto com leis que todos têm que cumprir, a mentira, a calúnia, a injúria e a difamação, devem ser exemplarmente punidas.
Sérgio,

é o que eu sempre escrevo, quando nos acusam de querermos controlar a imprensa. Na verdade, para nós bastaria que eles cumprissem as boas práticas jornalísticas -- ouvir várias fontes, checar as informações rigorosamente, conceder direito de resposta, colocar sempre o outro lado, etc.

Não o fazem. Querem manipular à vontade e nunca prestar contas a ninguém.

Mas, para botar ordem na casa, poderíamos começar por baixo: os sites fascistas. São uma máquina de propaganda, espalhando disparates e calúnias. Enquanto o Ministério Público Federal não cumprir com sua obrigação, fazendo respeitar na internet também as leis contra calúnia, difamação e injúria, é irrealista esperarmos que ouse confrontar os barões da imprensa.

Abs.
Vi as fotos, Ferraz. Como diria o velho Chico: foi bonita a festa, pá, fiquei contente...
e as lambanças vão continuar, celso e a minha dúvida é se eles são, de fato, aprendizes de feiticeiro.
acho que não!
representam vozes do atraso, como as de danuza leão, o tal pondé, desconstruídos em outro tópico aqui no portal. e você veja que eles são admirados por setores da elite e por setores de uma classe média que, pensa que é elite, dela herda o pior e sequer percebe que foi barrada no baile.
Luzete,

sei o que eles são. Foi só uma maneira de debochar dos resultados ridículos que a Veja desta vez colheu: desmoralizou-se por completo para não obter ganho nenhum. Não mudou o resultado da eleição, não afirmou o Aécio, nada!

No meu blogue, eu coloquei até o vídeo daquele trecho do filme "Fantasia" em que o Mickey, querendo imitar o feiticeiro, deixa tudo de pernas pro ar. Bolei a frase como gancho para poder usar o filme, que é hilário.

Abs.

RSS

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço