Portal Luis Nassif

Benefícios do Kefir e Probióticos em Algumas Doenças KEFIRDELEITE.COM BENEFÍCIOS DO KEFIR EM ALGUMAS DOENÇAS

Benefícios do Kefir e Probióticos em Algumas Doenças
KEFIRDELEITE.COM BENEFÍCIOS DO KEFIR EM ALGUMAS DOENÇAS
O Kefir e Probióticos pode ajudar no tratamento prevenção e cura de algumas doenças, enfermidades, moléstias ou mal. Algumas pessoas estão tratando com seus remédios convencionais em conjunto com o Kefir ou Probióticos.
Kefir de Leite ou Kefir de Água
 
Promovem profunda depuração no organismo, eliminando as toxinas e regulando o intestino, aceleram o metabolismo auxiliando na perda de peso, mantém pele e cabelos saudáveis, reduzem a ansiedade e a depressão, mantendo uma sensação de bem estar. Solucionam e previnem vários tipos de eczema e desordens da pele, como acne, psoríase e mesmo a candidíase, entre inúmeros outros benefícios.
 
O uso do Kefir de Leite diariamente pode trazer benefícios e auxílio no combate a problemas de:
 
Síndrome do intestino irritável, qualquer doença relacionado ao intestino como diarreia persistente ou constipação, gases, muco nas fezes, sensação de inchaço, dor abdominal ou cólica relacionado ao intestino.
 
Combate também:
 
Estresse, asma, acne, problemas renais, acidez estomacal, problemas circulatórios, colesterol, reumatismo, osteoporose, hepatite, bronquite, catarro, tuberculose, descontrole da produção de bilis, alergias, enxaqueca, males do cólon, úlceras, problemas digestivos, colites, bactérias hostis,prisão de ventre, diarréia, candidíase, inflamações intestinais, ansiedade, depressão, diversos eczemas.
 
O uso do Kefir de Leite como alimento pode também trazer benefícios e auxílio para:
 
Regular pressão sanguínea Sistema imunológico melhorando a resistência contra inúmeras doenças. Regular o açúcar no sangue melhorando o diabetes. Reduzir o processo de envelhecimento. Possui Kefiran um anti-cancerígeno. Beneficia coração, pâncreas, rins, próstata, fígado, músculos, cabelo, pele, sistema nervoso. Kefir de Leite é um alimento probiótico muito potente.
 
Os Benefícios do Kefir de Leite:
 
É um alimento facilmente digerível e uma rica fonte de proteínas e cálcio, que pode ser incluído na dieta diária de qualquer pessoa. Em linhas gerais promove uma purificação orgânica que auxilia a saúde e conseqüentemente a longevidade. Kefir de Leite também é rico em vitamina B12, B1 e vitamina K. É uma fonte excelente de biotina, a vitamina B que aumenta a assimilação das outras vitaminas do complexo B. Seus grãos têm propriedades antitumorais, antibacterianas e antifúngicas e seu consumo diário produz bons efeitos em convalescença após doenças graves. Quando se têm afecções crônicas, deve-se beber kefir de Leite pela manhã, ao meio dia e à noite, ½ litro por vez. Digestivo, dificilmente produz intolerância ou efeitos colaterais. A ingestão diária de 1 litro de kefir de leite tem efeito comprovado no auxílio do tratamento de:
 
– Distúrbios nervosos (ansiedade, insônia, síndrome de fadiga crônica)
 
– Catarros bronquiais e outros problemas respiratórios
 
– Alergias (em caso de erupções cutâneas, a ingestão de ½ litro por dia basta e recomenda-se o uso externo, friccionando o kefir nas áreas afetadas e deixando secar na pele)
 
– Escleroses
 
– Reumatismo e L.E.R. (lesões por esforços repetitivos)
 
– Tumores
 
– Problemas cardiovasculares (infarte e arteriosclerose)
 
– Problemas de vesícula
 
– Disfunções hepáticas
 
– Problemas renais e icterícia
 
– Doenças do estômago: gastrite, úlceras, regulariza a digestão
 
– Problemas intestinais: diarréias, intestino preguiçoso ou preso, hemorróidas.
 
– Problemas de sangue: anemia, leucemia
 
– Problemas de pele: dermatites, eczemas, lúpus, cândida, psoríase, herpes
 
– Males do Século: irradiações, exposições a monitores de vídeo, na desintoxicação de poluentes tóxicos
 
– Excesso de peso: acentua amplamente a assimilação de nutrientes e equilibra de maneira geral as funções do organismo, provoca uma sensação agradável de saciedade, que reduz o hábito de comer por compulsão, depressão ou ansiedade. O kefir de leite, pode ser usado nos lanches entre as refeições, substituindo outros alimentos mais calóricos, mesmo quando batido com frutas e cereais, desde que se evite o uso de açúcar ou mel. No entanto não é recomendada a associação simultânea de kefir com jejum e para os que gostam de jejuar, o uso nestes dias pode ser suspenso. Se alimentar só de kefir é uma atitude errada e contra-indicada.
 
Além disso o Kefir de Leite previne a prisão de ventre, regularizando o processo digestivo, restaurando a microflora intestinal, o que é ótimo para quem se submeteu a longos tratamentos com antibióticos. O kefir de Leite após 12 horas de fermentação produz efeito laxante e com 40 horas atua como normalizador. Quando fermentado por mais de 48 horas ele não deve ser ingerido, deve ser descartado e colocado novo leite.
 
O Kefir pode ser usado como tratamento para muitas patologias.
Listamos aqui abaixo as doenças mais comuns :
 
Abcesso dentário
 
Abcesso Periapical Sem Fístula (Agudo)
O abcesso periapical é um processo supurativo agudo ou crónico da região periapical de um dente.
 
Abcessos cutâneos
 
Os abcessos cutâneos são manifestações purulentas, que surgem na pele, causadas por uma infecção bacteriana. Isto acontece quando, uma lesão cutânea menor permite que as bactérias normalmente presentes na pele penetrem e causem uma infecção.
 
Abstinência alcoólica
 
A síndrome de abstinência constitui um conjunto de sinais e sintomas observados nas pessoas que interrompem o uso de álcool após longo e intenso uso.
 
Acne
 
É uma doença inflamatória da pele em que as secreções das glândulas sebáceas – sebo – são produzidas em excesso e retidas na pele. As bactérias multiplicam-se e libertam enzimas que alteram e provocam a inflamação do sebo.
 
Acromegalia
 
Situação clínica rara, crónica e incapacitante, causada pela produção excessiva, na idade adulta, de hormona de crescimento e que se caracteriza pelo aumento das extremidade do corpo.
 
Aerocolia
 
Distensão do cólon por acumulação de ar ou de gás.
 
Aerofagia
 
Aerofagia é a deglutição de ar, de forma involuntária, que se acumula no estômago e intestino originando dores abdominais e intensa libertação de gases.
 
Afeções Gástricas e Esofágicas
 
Os termos de indigestão e dispepsia são geralmente intermutáveis e são referentes a um conjunto de sintomas do sistema digestivo superior que estão habitualmente associados á ingestão de alimentos.
 
Afonia
 
A afonia, também conhecida como rouquidão ou perda de voz, é um problema que atinge qualquer pessoa. Trata-se de uma situação provocada por alterações da mucosa, de qualquer das partes da laringe, sendo as cordas vocais a zona que mais sintomatologia apresentam.
 
Aftas
 
As aftas são pequenas ulcerações dolorosas que aparecem na mucosa bucal. Caracteriza-se por uma mancha esbranquiçada, redonda, com uma auréola vermelha.
 
Alcoolismo
 
O conceito de Alcoolismo como doença e não apenas vício, desenvolve-se só na segunda metade do século XIX.
 
Alcoolismo Agudo
 
O álcool é um depressor do cérebro e actua directamente em diversos órgãos, tais como o fígado, coração, vasos e na parede do estômago.
 
Alcoolismo Crónico
 
Para se fazer o diagnóstico de dependência alcoólica – alcoolismo crónico – é necessário que o utilizador tenha problemas decorrentes do uso de álcool durante 12 meses seguidos e preencher pelo menos 3 dos segu
 
Alergia
 
A alergia é uma reacção do sistema imunológico a uma série de substâncias como fungos, poeira, pólen, medicamentos, pêlos de animais, produtos de limpeza, picada de insectos e vários outros.
 
Alergia alimentar
 
A alergia alimentar ocorre quando o sistema imunitário (defesas do organismo) acredita que uma substância alimentar inofensiva para o organismo, é perigosa, e reage libertando histamina e outras substâncias para “combater” o “intruso”.
 
Alopecia
 
Trata-se da redução parcial ou total de pêlos ou cabelos em uma determinada área de pele. Afecta ambos os sexos, embora seja mais frequente nos homens.
 
Alzheimer
 
A Doença de Alzheimer é um tipo de demência que provoca uma deterioração global, progressiva e irreversível de diversas funções cognitivas (memória, atenção, concentração, linguagem, pensamento, entre outras).
 
Amebíase
 
Infecção no intestino causada pelo parasita Entamoeba histolytica que pode ser activo (trofozoíto) ou inactivo (quistos).
 
Amenorreia
 
A amenorreia é a ausência completa de menstruação, quer seja porque nunca tenha aparecido anteriormente (amenorreia primária), quer porque foi interrompida depois de ter aparecido (amenorreia secundária).
 
Amigdalite
 
A amigdalite aparece geralmente como parte de uma infecção generalizada da faringe (garganta), e os sintomas mais comuns são dores de garganta, dificuldade na deglutição, febre, perda de apetite e arrepios. Os gânglios do pescoço podem aparecer inflamados e sensíveis.
 
Anemia na gravidez
 
A anemia caracteriza-se pela diminuição do número de células que transportam o oxigénio – glóbulos vermelhos e/ou pela diminuição duma molécula que existe no interior destas células e que é responsável pela fixação e transporte do oxigénio. Esta molécula chama-se hemoglobina.
 
Angina de peito ou Angina “pectoris”
 
A angina do peito, ou angina pectoris, é uma dor ou desconforto transitório localizado na região anterior do tórax, percebido como uma sensação de pressão, aperto ou queimadura.
 
Angioma
 
Estruturas vasculares avermelhadas, planas ou em forma de cúpula, os angiomas são lesões benignas e não constituem motivo de preocupação.
 
Anorexia nervosa
 
A anorexia nervosa, também simplesmente conhecida como anorexia, é um transtorno alimentar que provoca no indivíduo tanto medo de ganhar peso e/ou gordura corporal que se limita severamente a quantidade de comida que ingere.
 
Apendicite aguda
 
A apendicite é a inflamação do apêndice. O apêndice é um segmento pequeno e com forma de dedo que sobressai do intestino grosso, perto do ponto onde este se une ao intestino delgado (cego). Pode ter uma função do tipo imunológico, mas não é um órgão essencial.
 
Apneia do sono
 
A apneia resulta de uma obstrução nas vias aéreas superiores, havendo vários mecanismos inerentes ao sono que favorecem esta obstrução, designadamente oclusão esfincter velo-faríngeo.
 
Artrite reumatóide
 
É uma doença reumática inflamatória crónica de etiologia desconhecida. Pode surgir em qualquer idade mas é mais frequente aparecer entre os 25 e os 50 anos. O sexo feminino é mais afectado e calcula-se que cerca de 1 por cento da população sofra desta doença.
 
Asma
 
A asma é uma doença inflamatória crónica das vias aéreas que ataca o sistema respiratório, que resulta na redução ou até mesmo obstrução no fluxo de ar.
 
Ataque epiléptico
 
Os sintomas da epilepsia, ou dito correctamente, de uma crise epiléptica, são definidos pelos doentes como singulares impressões sensoriais. Na prática o doente exibe sintomas convulsivos, contracções musculares involuntárias e desmaios.
 
Aterosclerose
 
Aterosclerose é um termo geral que designa várias doenças nas quais se verifica espessamento e perda de elasticidade da parede arterial.
 
Balanite
 
Inflamação da glande do pénis. Embora a inflamação da glande seja, na maioria dos casos, provocada por uma infecção, nos restantes casos, pode ter várias origens.
 
Balanopostite
 
Trata-se de uma inflamação conjunta da glande e prepúcio desencadeada por diversos factores.
 
Barotraumatismo
 
Consiste na lesão do ouvido, resultante das alterações da pressão atmosférica ou da pressão da água nesta região. Acontece nomeadamente a pilotos e mergulhadores.
 
Beribéri
 
Doença provocada por carência de vitamina B1 (tecnicamente chamada avitaminose B1) que provoca fraqueza muscular e dificuldades respiratórias. Pode afectar o coração, dando origem a uma cardiomiopatia por deficiência nutricional chamada de Beribéri cardíaco.
 
Bipolar
 
Nome dado à perturbação anteriormente designada por doença maníaco-depressiva. Afecta cerca de 2 por cento da população e tem, habitualmente, início entre os 10 e os 40 anos.
 
Blefarite
 
Inflamação das pálpebras, produzida por uma infecção provocada pela existência excessiva de bactérias na pele, por uma dermatite seborreica na cara ou couro cabeludo ou por estes dois factores.
 
Blenorragia
 
A blenorragia ou gonorreia é uma doença sexualmente transmissível (DST), causada pela bactéria Neisseria gonorrhoeae, ou gonococo, em que há infecção da uretra, do colo uterino, garganta ou olhos pela acção da bact
 
Boca seca
 
Xerostomia ou boca seca caracteriza-se por redução ou falta de saliva, que pode ser induzida por obstrução mecânica à secreção de saliva, por medicamentos (tabela 1) ou por patologias como o Síndroma de Sjögran.
 
Bócio
 
Aumento da glândula tiroideia que pode ser difuso ou nodular e que pode ser acompanhada ou não pela alteração da função.
 
Botulismo
 
Trata-se de uma intoxicação alimentar, potencialmente mortal, que pode causar danos graves aos nervos e músculos e causada pelas toxinas produzidas pela bactéria Clostridium botulinum.
 
Bronquite
 
Designa-se pela inflamação dos brônquios. Existem dois tipos de bronquite, a aguda, geralmente causada por vírus ou bactérias e pode durar vários dias e até semanas, e a bronquite crónica com duração de anos, e que não é, necessariamente, causada por uma infecção.
 
Bronquite aguda
 
Frequentemente causada por vírus que infectam o epitélio dos brônquios, resultando em inflamação e aumento da secreção de muco. Geralmente desenvolve-se durante o curso de uma infecção respiratória, como a gripe comum.
 
Bronquite crónica
 
A bronquite crónica é uma doença que afecta os pulmões dificultando a função respiratória. A bronquite crónica é causada por uma lesão recorrente ou irritação do epitélio respiratório dos brônquios, resultando em crónica a inflamação, edema (inchaço), e aumento da produção de muco.
 
Brucelose
 
Conhecida também como febre-de-malta, estamos perante uma infecção causada pela bactéria brucella transmitida pelos lacticínios não pasteurizados.
 
Bruxismo
 
Comportamento inconsciente que consiste no hábito de ranger e friccionar os dentes e que se acredita estar ligado à ansiedade e ao stress, bem como à forma como os dentes se ajustam.
 
Cálculo renal
 
O cálculo renal, também designado por pedra nos rins ou litíase renal, é uma massa dura formada por cristais que se separam da urina e se unem para formar pedras nos rins. Sob condições normais, a urina contém substâncias que previnem a formação desses cristais.
 
Cancro
 
Doença caracterizada por uma população de células que cresce e se divide sem respeitar os limites normais, invade e destrói tecidos adjacentes, e pode espalhar-se para lugares distantes no corpo através de um processo chamado metástase.
 
Cancro da bexiga
 
Há várias formas de cancro da bexiga, que podem manifestar-se de diferentes maneiras. São bem mais frequentes nos homens do que nas mulheres e sua incidência aumenta com a idade, geralmente após os 60 anos, sendo raro antes dos 40.
 
Carcinoma Basocelular
 
O carcinoma basocelular, ou basalioma,é um tumor da pele, de crescimento lento, que a maioria das vezes aparece na pele exposta ao sol.
 
Carcinoma de Células Escamosas
 
O carcinoma de células escamosas, ou carcinoma espinocelular, muitas vezes tem origem em queratoses actínicas e assemelha-se ao carcinoma basocelular. No entanto, a superfície é geralmente mais elevada e dotada de uma crosta. Por vezes pode ser confundido com uma verruga.
 
Cárie dentária
 
Trata-se de uma cavidade (outra forma de dizer dentes cariados) em que o esmalte é a primeira área a ser atingida, seguindo-se a dentina e posteriormente a polpa dentária.
 
Catarata
 
Uma catarata é uma opacidade (névoa) no cristalino do olho que dificulta a visão. As cataratas provocam uma perda progressiva e indolor da visão.
 
Cirrose hepática
 
É uma doença que conduz à destruição do fígado. É também chamada de doença hepática crónica e caracteriza-se pela morte das suas células (necrose), aparecimento de cicatrizes (fibrose) e alteração da sua estrutura (regeneração nodular). Crónica significa que se estende por meses ou anos.
 
Cistite
 
A cistite é uma infecção (inflamação) da bexiga. Em geral, é causada pela bactéria Escherichia coli, presente no intestino e importante para a digestão. No tracto urinário, porém, essa bactéria pode infectar a uretra (uretrite), a bexiga (cistite) ou os rins (pielonefrite).
 
Clamídia
 
Infeção bacteriana transmitida sexualmente, de maior prevalência nos adolescentes e adultos jovens.
Agente: Chlamydia trachomatis
 
Cleptomania
 
Trata-se de um distúrbio psicopatológico cuja principal característica é o fracasso recorrente em resistir ao impulso de furtar objectos, completamente desnecessários para o uso pessoal e desprovidos de valor monetário.
 
Cólera
 
A cólera é uma infecção do intestino delgado causada pela bactéria Vibrio cholerae. As bactérias da cólera produzem uma toxina que faz com que o intestino delgado segregue quantidades imensas de um líquido rico em sais e minerais.
 
Colesterol
 
Podemos encontrar o colesterol em todas as células do nosso organismo. O colesterol é usado no nosso corpo para construir células saudáveis, e é essencial para a produção de algumas hormonas vitais.
 
Cólica abdominal
 
Uma recente pesquisa global mostra que praticamente um quarto da população é afectada por dor e cólicas abdominais. A pesquisa mostrou que 22% dos homens e 31% das mulheres sofre de cólicas, dor ou desconforto abdominal.
 
Colite
 
Também denominada síndrome do cólon irritável, refere-se a uma condição inflamatória do intestino, cuja origem é ainda pouco clara, podendo depender de factores imunológicos, infecciosos ou até da predisposição genética.
 
Colite ulcerosa
 
A colite ulcerosa é uma doença crónica em que o intestino grosso se inflama e úlcera, provocando diarreia com sangue, cólicas e febre. Pode começar em qualquer idade, mas normalmente surge entre os 15 e os 30 anos.
 
Coma
 
Estado no qual uma pessoa perde completa ou parcialmente a consciência, não tem reacções nervosas ou reage pouco ou nada aos estímulos externos.
 
Congestão nasal
 
Embora habitualmente associada ao aumento das secreções nasais, a congestão nasal, ou nariz entupido como é popularmente conhecido, é devida a uma inflamação da mucosa que dá origem à dilatação dos vasos sanguíneos, aumento da permeabilidade capilar e consequente edema.
 
Conjuntivite
 
A conjuntivite é uma inflamação da conjuntiva, geralmente causada por vírus, por bactérias ou por uma alergia.
 
Creutzfeldt-Jakob, Doença de
 
A doença de Creutzfeldt-Jacob (encefalopatia espongiforme subaguda) é uma infecção progressiva, inevitavelmente mortal, que produz espasmos musculares e uma perda progressiva da função mental. Existe em todo o mundo, mas pouco se sabe de como se transmite.
 
Crohn, Doença de
 
A doença de Crohn é uma inflamação crónica que pode atingir qualquer região do tubo digestivo, desde a boca até ao ânus, embora se localize, mais frequentemente, no último segmento do intestino delgado (íleon) e no intestino grosso.
 
Crupe
 
O crupe é uma infecção viral contagiosa dos canais respiratórios superiores que provoca dificuldade em respirar, sobretudo ao inspirar. Pode ser causado por muitos vírus diferentes, mas no Outono, o vírus parainfluenza é a causa mais provável.
 
Daltonismo
 
O daltonismo (também chamado de discromatopsia ou discromopsia) é uma perturbação da percepção visual onde se vê várias cores caracterizada pela incapacidade de diferenciar todas ou algumas cores, sendo as mais frequentes o vermelho e o verde.
 
Delirium Tremens
 
É a forma mais intensa e complicada da síndrome de abstinência.
 
Depressão
 
A depressão é uma doença mental que se caracteriza por tristeza mais marcada ou prolongada, perda de interesse por actividades habitualmente sentidas como agradáveis e perda de energia ou cansaço fácil.
 
Dermatite
 
A dermatite (eczema) é uma inflamação das camadas superficiais da pele que é acompanhada de bolhas, vermelhidão, inflamação, supuração, crostas, escamação e, frequentemente, comichão.
 
Dermatite atópica
 
A dermatite atópica é uma inflamação crónica pruriginosa nas camadas superficiais da pele e costuma afectar indivíduos que têm febre dos fenos ou asma, ou então familiares com estas doenças, sendo que os afectados por este tipo de dermatite costumam apresentar muitas outras perturbações alérgica
 
Dermatite atópica ou eczema atópico
 
A atopia é uma doença adquirida por herança genética que, na pele, causa lesões inflamatórias, designadas por dermatite atópica ou eczema atópico. A pessoa que sofre de atopia, além da dermatite atópica ou eczema atópico, pode apresentar asma ou rinite alérgica.
 
Dermatite crónica das mãos e dos pés
 
A dermatite crónica das mãos e dos pés inclui um conjunto de perturbações em que as mãos e os pés se inflamam e se irritam com frequência. Dá-se em consequência de uma sucessão de contactos com substâncias químicas.
 
Dermatite de contacto
 
A dermatite de contacto é uma inflamação causada pelo contacto com uma determinada substância. A erupção fica confinada a uma área específica e costuma ser bem delimitada.
 
Dermatite de estase
 
A dermatite de estase é uma vermelhidão crónica com escamação, calor e tumefacção (inflamação) que afecta a parte inferior das pernas, cuja pele no fim adquire uma cor castanho-escura.
 
Dermatite esfoliativa generalizada
 
A dermatite esfoliativa generalizada é uma inflamação grave que afecta toda a superfície da pele e evolui para uma vermelhidão extrema acompanhada de grande escamação.
 
Dermatite numular
 
A dermatite numular é uma erupção persistente que geralmente provoca comichão, aliada a uma inflamação caracterizada por manchas com forma de moeda que apresentam bolhas minúsculas, crostas e escamas.
 
Dermatite por comichão localizada
 
A dermatite por comichão localizada (líquen simples crónico, neurodermite) é uma inflamação crónica superficial da pele que provoca uma comichão intensa. Provoca secura, escamação e o aparecimento de placas escuras e grossas de forma oval, irregular ou angulosa.
 
Dermatite seborreica
 
A dermatite seborreica é uma inflamação das camadas superficiais da pele que provoca escamas no couro cabeludo, na cara e, ocasionalmente, noutras zonas. Afecta habitualmente vários membros da mesma família e o clima frio costuma piorá-la.
 
Dermatofibroma
 
É mais frequentemente observado nos membros inferiores dos adultos, mas pode ocorrer em qualquer localização. A lesão apresenta-se como um nódulo firme, deprimido ou elevado, ou como placas, variando em tamanho de alguns milímetros a vários centímetros.
 
Desnutrição
 
A desnutrição é a ingestão ou absorção inadequada de nutrientes necessários para satisfazer as necessidades energéticas e de crescimento do organismo.
 
Despersonalização
 
A perturbação de despersonalização caracteriza-se por sentimentos persistentes ou recorrentes de estar separado do próprio corpo e dos seus processos mentais e, muitas vezes, ocorre depois de o indivíduo experimentar uma situação com perigo de morte, como um acidente, um assalto ou uma tensão ou
 
Diarreia
 
 
 

Exibições: 155

Respostas a este tópico

CONTINUAÇÃO-

Difteria
 
Pouco frequente nos países desenvolvidos, trata-se de uma infecção contagiosa causada pela bactéria Corynebacterium difteriae que é transmitida através da tosse e por objectos ou alimentos que estejam contaminados.
 
Disfagia
 
A disfagia pode ser definida como dificuldade de deglutição e que pode conduzir a uma má alimentação e desidratação. Caracteriza-se por um sintoma comum de diversas doenças. Trata-se de um problema que afecta principalmente os idosos que padecem de doenças degenerativas.
 
Disfunção eréctil
 
Também conhecida como impotência sexual, traduz-se na incapacidade em atingir ou manter uma erecção que permita uma relação sexual satisfatória.
 
Dislexia
 
Segundo a Federação Mundial de Neurologia, trata-se de uma perturbação que se manifesta pela dificuldade na aprendizagem da leitura, apesar de uma educação convencional, uma adequada inteligência e oportunidades socioculturais.
 
Dismenorreia
 
Também conhecida como cólica menstrual, é uma dor pélvica que ocorre antes ou durante o período menstrual, que afeta cerca de 50% das mulheres em idade fértil. Pode ser primária ou secundária, dependendo da existência ou não de alterações estruturais do aparelho reprodutivo.
 
Dispepsia
 
(Ver também Indigestão) A dispepsia é uma dor ou um mal-estar na parte alta do abdómen ou no peito que muitas vezes é descrita como ter gases, sensação de estar cheio ou como uma dor corrosiva ou urgente (ardor).
 
Diverticulite
 
Consiste na inflamação ou infecção de um ou mais divertículos.
 
Divertículos
 
Os divertículos são pequenas dilatações saculares ou bolsas formadas pela exteriorização ou herniação da mucosa e da serosa do cólon através da camada muscular da parede deste órgão. Em regra são de pequena dimensão, desde alguns milímetros até poucos centímetros.
 
Doença celíaca
 

RSS

Publicidade

© 2018   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço