Geoprocessamento aplicado ao desenvolvimento de uma base de dados do município de Botucatu-SP

A deterioração dos recursos naturais constantemente está em debate e em evidência nos meios de comunicação, demonstrando uma crescente preocupação com a conservação do meio ambiente, seja pelo fato da escassez dos recursos naturais, como também pelo fato da responsabilidade do homem pela atual conjuntura desses recursos. Estamos diante de um novo limiar no que se concede à ocupação do espaço físico geográfico. Há responsabilidade dos governos e instituições nos projetos de desenvolvimento. Estes projetos devem levar em consideração o agravo ambiental.

O desenvolvimento de projetos de qualquer natureza necessita de dados e informações que possam sustentar suas propostas e auxiliar na tomada de decisões. Bancos de dados georreferenciados constituem fontes de informações capazes de relacionar osobjetos e associá-los aos elementos da superfície terrestre e, quando conectados a umamexplicação teórica, permitem a formulação de conhecimentos que levam a interpretação dos fenômenos para uma melhor aproximação da realidade.

A formação de bases de dados digitais municipais contribuem diretamente para análises das mais diversas áreas do conhecimento, para diagnósticos e investigações dos recursos naturais, questões legais, sociais e econômicas, planejamento e gestão territorial, monitoramento e rastreabilidade. A nova infra-estrutura da geoinformação deve integrar diversos tipos de representações do universo ontológico e com funções e bases multifinalitárias desenvolvidas para democratizar as informações públicas e racionalizar as intervenções do homem no meio ambiente e nos projetos de desenvolvimento gerando fontes confiáveis de informações que podem servir de “campo” e base na espacialização de dados de trabalhos científicos e levantamentos.

A evolução do geoprocessamento com conseqüente aumento de suas funções é agente fundamental nos diagnósticos das informações espaciais, proporcionando, quando utilizado corretamente, dados com altíssima precisão, confiabilidade e rapidez. Este presente trabalho foi desenvolvido com o objetivo de gerar as representações computacionais do espaço físico geográfico territorial e de construir uma base de dados digital dos aspectos físico - culturais do município de Botucatu - SP utilizando ferramentas, métodos, comandos e procedimentos de geoprocessamento no programa SPRING.
As ferramentas do geoprocessamento são de grande aplicabilidade para a espacialização, caracterização e representação dos dados e também para viabilizar a utilização dos mesmos na elaboração de planos de informação com a finalidade de utilização posterior em planejamentos ambientais e na discussão do plano diretor municipal.

Exibições: 74

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço