Portal Luis Nassif

Informação

Universidade Pública

A proposta é discutir o ensino, o modelo de gestão, o acesso e as políticas de incentivo e financiamento das universidades públicas do país.

Membros: 88
Última atividade: 7 Set, 2015

Ensino Superior

Documento mestre - Ensino Superior

O direito à educação é garantido no artigo 6º da Constituição de 1988. Para assegurar esse direito aos cidadãos, existem leis e programas governamentais instituídos para o desenvolvimento do sistema de ensino no País. No entanto, criar a melhor estratégia exige dedicação e discussão de acadêmicos, organizações não governamentais, instituições privadas e Estado.

São estas questões, mais especificamente sobre o ensino superior oferecido pelas universidades públicas do Brasil, que tentaremos entender, começando pelas discussões legais.

continua


ARTIGOS

Adalberto Fazzio e Armando Z. Milioni - Para o Portal Luís Nassif


UFABC: QUEBRANDO PARADIGMAS NO ENSINO DE ENGENHARIA NO BRASIL

De acordo com o Instituto de Estatísticas da Unesco, no final de 2004, imediatamente antes do formidável processo de expansão das Instituições Federais de Ensino Superior, o Brasil tinha cerca de 18 milhões de jovens com idades entre 18 e 24 anos, faixa etária universalmente aceita como aquela em que se deveria estar matriculado em um curso de nível superior. Todavia, apenas três milhões deles o faziam, ou seja, 16% do total. À época, esse percentual era de cerca de 60% na Argentina e em Cuba, 50% no Chile e 25% no México e na Colômbia. Isso para manter a comparação entre países latino-americanos. Em outro patamar de referência situava-se, por exemplo, a Coréia do Sul, com mais de 90%.

continua

Naomar de Almeida Filho - Para o Portal Luís Nassif

UNIVERSIDADE NOVA: O MODELO DA UFBA

O ano de 2008 marcou a história da nossa Universidade Federal da Bahia. Após intensa disputa, superando obstáculos e resistências de conservadores de toda ordem, os Conselhos Superiores, de modo quase unânime, aprovaram o marco regulatório de implantação do REUNI na UFBA. Esse fato coroa uma profunda revisão de estrutura e funcionamento da instituição, iniciada em 2004, em dois eixos – inclusão social e reestruturação curricular – implantados em duas fases.

continua

Fórum de discussão

Propostas para a USP 12 respostas 

Um grupo de professores elaborou um manifesto com propostas de mudanças na USP. Dentre os pontos abordados constam:- alteração do modelo de escolha dos reitores;- reforma da estrutura academica e…Continuar

Tags: reitor, pública, universidade, usp, folha

Iniciado por Dinheiro Vivo. Última resposta de Elias Marques da Silva 9 Set, 2014.

AS DESIGUALDADES DO ENSINO NO BRASIL 2 respostas 

AS DESIGUALDADES DO ENSINO NO BRASIL O nível da escolaridade da população brasileira é baixo e desigual, em média é menor que 7 (sete) anos de estudo. Muitas são as causas desse baixo nível, mas…Continuar

Tags: Universidade, Pública, para, todos., existe

Iniciado por Alexandre Magno Leão dos Santos. Última resposta de C. de Castro 12 Abr, 2014.

Modelo de gestão das IFES 2 respostas 

Continuar

Iniciado por Cesar Cusatis. Última resposta de Cesar Cusatis 23 Maio, 2010.

Cotas 17 respostas 

Vamos debater aqui as cotas raciais. Há uma discussão sobre o tema no Blog - "COTAS RACIAIS". Leia e participe…Continuar

Tags: vagas, universidade, raciais, cotas

Iniciado por Dinheiro Vivo. Última resposta de Juarez C. da Silva Jr. 26 Abr, 2010.

Educação a Distância 15 respostas 

Abrimos espaço para discussões amplas sobre a educação a distância no Brasil.O modelo é válido?Quais as vantagens e desvantagens?Comente suas opiniões sobre o tema.Continuar

Iniciado por Dinheiro Vivo. Última resposta de Anarquista Lúcida 29 Mar, 2010.

Chico Alencar diz que para o governo “tudo vai bem na educação”

Jornal da ADUFF - Como o discurso sobre o conjunto de reformas do governo Lula chega aos parlamentares?Chico Alencar – Infelizmente, a imensa maioria, a quase totalidade dos parlamentares recebe o…Continuar

Tags: Chico Alencar, Universidades, -, Educação

Iniciado por Anarquista Lúcida 19 Nov, 2009.

Opinião: Deu chabu no Enem!

Assim que o professor Fernando Haddad – ministro da Educação – no final de março deste ano, anunciou proposta de unificar o vestibular das universidades federais, criando novo Exame Nacional do…Continuar

Tags: ENEM

Iniciado por Anarquista Lúcida 10 Out, 2009.

UNE defende 50% dos recursos do pré-sal para a Educação 1 resposta 

A proposta de buscar uma nova forma de financiamento para toda a rede pública integra o PL de Reforma Universitária da entidadeNesta segunda-feira, 31, o governo federal lançará o marco regulatório…Continuar

Tags: Pré-Sal, Educação, Estudantes, dos, União

Iniciado por Marcio Ortiz Meinberg. Última resposta de Anarquista Lúcida 9 Set, 2009.

Dinheiro do REUNI já acabou, diz ministro 6 respostas 

Os R$ 2,5 bilhões destinados a financiar os quatro anos de implementação do Programa de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni) já foram comprometidos nos dois primeiros anos do…Continuar

Tags: REUNI

Iniciado por Anarquista Lúcida. Última resposta de Anarquista Lúcida 28 Ago, 2009.

Programas de Incentivo/Bolsas 3 respostas 

A universidade tem papel fundamental no incentivo à pesquisas, mas para tanto é necessário investimentos. As pesquisas e estudos da pós-graduação, mestrado e doutorado, contam com os subsídios de…Continuar

Tags: pesquisa, incentivo, estudos, de, cnpq

Iniciado por Dinheiro Vivo. Última resposta de Dinheiro Vivo 17 Ago, 2009.

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de Universidade Pública para adicionar comentários!

Comentário de Elias Marques da Silva em 9 setembro 2014 às 21:49

Mais de 100 dias de greve na USP, UNICAMP e UNESP, não é a preparação para privatizar num futuro próximo, alguém duvida disso?

Comentário de Alexandre F. Corrêa em 10 junho 2011 às 21:39
Maestri, compreendo seu ponto de vista, só me intriguei com a difusão dessa 'estrutura de sentimento' hoje dominante; o cinismo. Alastra-se não só como uma estratégia, um meio para atingir fins pragmáticos, mas como um tipo mais profundo de caráter geral. Acho que foi isso o que me chamou a atenção... Saudações!
Comentário de Rogério Maestri em 10 junho 2011 às 5:00

Caro Alexandre

A minha proposta que é cínica e não a postura da banca. Estou na universidade há mais de 30 anos e tenho assistido e comentado inúmeros concursos. Tenho visto também inúmeros examinadores que não entenderam o que foi proposto no programa e examinam o candidato pelo o que conhecem. É inevitável, já montei no mínimo uns cinco programas para concursos, logo sei o que está sendo pedido, porém como não se consegue membros externos que sejam exatamente da área, há um natural desvio.

Poderia dizer que o candidato deve falar o que sabe, porém se o que ele sabe não corresponde o que a especialidade da banca ele será prejudicado por outro que mesmo sabendo menos falou o que a banca quer ouvir.

Há quase 15 anos, fui procurado por um aluno de mestrado que ia fazer concurso na mesma área do que a minha, porém numa Universidade a mais de 3000 km de distância, ele me trouxe o programa e analisamos o mesmo, ao olhar o programa identifiquei que dados assuntos tinham uma ênfase maior do que deveriam ter. Disse para o ex aluno, "Provavelmente este ou aquele professor fizeram um doutorado nesta área, procure este trabalho e estude". Não deu outra, ele teve sorte e o ponto sorteado foi exatamente aquele, ele é um excelente professor até hoje e todas as vezes que vem até o RGS me trás um rapadurinha da terra ou uma coisa do gênero.

Comentário de Alexandre F. Corrêa em 9 junho 2011 às 21:53
Li o comentário de Maestri, logo abaixo. Ele termina sua reflexão, sobre como passar em concurso público, afirmando: "Cínico, porém eficiente"! O candidato deve falar o que a banca quer ouvir, e não o que 'sabe'. Entendo essa afirmação, foi sincera! Mas, pergunto, é isso que devemos tomar como correto e ético? Será muito romântico, acreditar que o cinismo não deveria estar atravessando tais avaliações sobre 'sabedoria' e 'conhecimento'? É uma pergunta fora de lugar, sei, pois o que interessa é a eficiência; daí o tal cinismo se alastrar e com ele o conformismo. A crise na educação, não é uma crise de técnicas e referências didáticas ou pedagógicas (de como e o que ensinar), é uma crise de ética. Afinal, depois de passar num concurso, por ter sido eficiente na esperteza de passar por uma banca, entroniza-se na estabilidade do empregão e aí, adeus aos compromissos universitários, ao espírito público, a tudo o mais que não seja apenas a reprodução de seu capital cultural e acadêmico... Essa é a lei da selva, seja esperto e encontre uma forma cínica de passar pelos concursos e depois siga em frente na sua carreira acadêmica promissora, com dinheiro "público"! Creio que é por isso que o "conhecimento" e a "sabedoria" não estão nos bancos escolares e universitários: o que encontramos nesses centros de confinamento e adestramento cognitivo, é a "razão instrumental" cínica e plácida!
Comentário de Olavo Marques em 29 abril 2010 às 23:06
Funcionários da USP, UNESP e UNICAMP votaram pela greve a partir do dia 5 de maio (parece que a UNICAMP entra dia 6).
Comentário de Anarquista Lúcida em 2 fevereiro 2010 às 13:30
Para a Márcia Barbosa
Para você participar, é só clicar no link que tem logo abaixo da faixa com as abas Principal, Convidar, Minha Página, etc. O link fica mais à direita.
Comentário de Marcia Barbosa em 2 fevereiro 2010 às 8:44
Gostaria de ser incluída neste grupo.
Comentário de Rogério Maestri em 23 agosto 2009 às 17:16
Cara Angelita
O mais grave de todo o teu comentário está bem no fim, tu dizes “Ninguém entra com recurso contra os resultados porque sabe que se o fizer, a notícia se espalha, e jamais passará em concurso público algum.” Explico o meu espanto, não enxergo isto desta forma, sou professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, pois participei de bancas de alguns concursos e acompanhei de vários outros e nunca detectei problemas como este. Tanto em nossa universidade como outras, que conheço bem, nunca houve uma predisposição contra candidatos que entraram com recursos contra concursos públicos. Posso dizer inclusive de dois professores que entraram contra determinadas manobras feitas por outras universidades, para alegria dos mesmos, não tiveram sorte nos seus recursos e passaram posteriormente na UFRGS e UFSC.
Acho que está faltando sentimento de cidadania desses candidatos prejudicados por fatos grosseiros visando favorecer um ou outro candidato, os concursos são públicos e não acredito que qualquer juiz federal não acolheria a impugnação de um concurso em que a correção das provas não fosse pública. Posso até relatar um fato hilário ocorrido num concurso para professor titular em nosso departamento. No concurso havia um só candidato e feita a prova escrita o presidente da banca pediu para os presentes se retirar para a banca deliberar, anotado isto em ata, o professor que passou no concurso demorou um ano para ser integrado, pois o conselho de Ensino e Pesquisa da UFRGS considerou que o concurso não tinha sido público!
As pessoas estão perdendo o sentido de cidadania e ficando com medo de reclamar ou denunciar qualquer coisa, isto estimula novos episódios delinqüentes em todos os níveis.
Não vejo como regra expediente para favorecer claramente um ou outro candidato, o que há muitas vezes é uma condução para um perfil mais restrito. De novo vou contar outra história. Um ex-aluno meu ia fazer concurso numa universidade do nordeste, ele me pediu auxílio para saber como estudar, como a banca já estava nominada eu analisei o currículo dos professores e indiquei o que ele deveria estudar com mais ênfase, conclusão, ele passou em primeiro lugar. Qual é a regra? Os membros da banca perguntam o que eles conhecem bem! È mais ou menos elementar, mas ao entrar num concurso público para professor sugiro que se leia com atenção o currículo dos membros da banca para responder o que eles querem ouvir (HeHeHe) não o que o candidato sabe!
Cínico, porém eficiente!
Comentário de Anarquista Lúcida em 23 agosto 2009 às 4:13
Ué, recebi uma mensagem falando sobre concursos públicos nas Universidades, e chego aqui nao a encontro. Onde foi posta, se tb nao está em nenhum tópico?
Comentário de Marcus Rocha em 23 julho 2009 às 15:50
Sugiro um tópico específico para debate sobre "Reforma Universitária", Reuni, Universidade Nova, etc.
 

Membros (86)

 
 
 

Publicidade

© 2018   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço