Antes nunca visto na história deste país, FINEP investe R$ 10 milhões em tecnologias destinadas a aumentar a performance de atletas.

 

Uma medalha olímpica é mais do que reconhecimento de um talento individual. O esporte profissional envolve muita ciência em busca de melhor desempenho e, além de produzir vitórias, também gera ótimas oportunidades de negócios. Com isso em vista, a FINEP investiu cerca de R$ 10 milhões (dez mil de reais) em pesquisas na área esportiva nos últimos três anos e já prepara um pacote especial para apoioar iniciativas ligadas aos jogos Olímpicos e à Copa do Mundo que o Brasil vai sediar.

Fonte: Revista Inovação - Publicação FINEP - Nov2009/Jan2010

 

Espero que tanto a Copa do Mundo quanto os jogos Olímpicos venham promover enfim o valor agregado que o esporte nacional tanto precisa e esperava a tantos anos, e com isto, além de criar uma nova geração de atletas, no plano socioeconômico, possam trabalhar a inclusão social com geração de trabalho e renda e o desenvolvimento local sustentável. Só a cidade do Rio de Janeiro com os seus 6 milhões de habitantes possui 25% da população residindo em mais de 1200 favelas e é público e notório que o esporte, via políticas públicas, é um singular indutor de inclusão social.

 

 

                                   Prof.  Jorge Barros

 Educador e administrador socioambiental com foco na sustentabilidade e

especialista em planejamento estratégico, políticas públicas e governaça

                                    CRA/RJ 2065344

Exibições: 23

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço