Notas vadias de um domingo de notícias vagabundas

Do Blog do Josias


Josias de Souza, 46, é colunista da Folha de S.Paulo.




1. Veneno: No jantar oferecido por Marta a Dilma, na sexta (13), a candidata companheira comparou-se ao FHC da eleição de 1994.


Naquele pleito, empurrado pelo Real, o tucano voou de um ministério (Fazenda) para o Planalto, deixando pelo caminho um Lula que as pesquisas davam como favorito.


Pelo menos um grão-petista deixou o repasto com a impressão de que alguma coisa subiu à cabeça da presidenciável oficial do Planalto.


Lamentou que Dilma tenha apagado da memória o Serra de 2002, um tucano que também alçou vôo de um ministério (Saúde) e quebrou o bico.


De resto, o partidário cético de Dilma acha que, por ora, o PAC está mais para o programa de genéricos de Serra do que para o Real de FHC.



2. PMDB do S: Orestes Quércia tocou o telefone, neste domingo, para Jarbas Vasconcelos. Cumprimentou-o pela entrevista arrasa-quarteirão.


Noves fora uma ressalva aos ataques de Jarbas a Sarney, Quércia endossou o sabão em Renan, a razia no PMDB e as críticas ao governo de Lula.


O telefonema autoriza duas conclusões. A primeira: A exemplo de Jarbas, Quércia tonifica a impressão de que vai à cena de 2010 como militante do PMDB do Serra.


A segunda: Presidente da seccional paulista do PMDB, Quércia erguerá, em São Paulo, barricadas contra eventuais tentativas de retaliação partidária ao dissidente Jarbas.


3. PT do S: O ministro Celso de Mello segredou a colegas que cogita aposentar-se do STF. Faz par com Eros Grau, outro ministro que flerta com o pijama.


O advogado-geral da União, José Antonio Toffoli, sente avizinhar-se a sua hora. Ele frequenta os subterrâneos no topo da lista de opções de Lula para uma vaga no STF.



Confirmando-se a nomeação, Toffoli iria ao tribunal como o primeiro representante do PT do Supremo. Já advogou para o partido.



De resto, Toffoli traz enganchada à biografia uma assessoria jurídica prestada ao ex-chefão da Casa Civil José Dirceu.

Escrito por Josias de Souza às 21h43

Exibições: 714

Respostas a este tópico

A importância da diagramação:

A colocação da matéria no blog do jeito que está, sem o nome do jornalista abaixo do abominável e grosseiro título do nefasto artigo, dá a falsa impressão de que o responsavel pela excrescência é o próprio autor da postagem.
1)O método depõe contra o caráter do "jornalista" (e o veículo que o abriga), a essência demonstra a preocupação com o crescimento da candidatura de Dilma.
Um termômetro de aparência repugnante, mas que mede com eficiência o desespero nas hostes tucanas.
A resposta de Dilma deve vir com desempenho ainda melhor no combate aos efeitos da crise mundial e no aprofundamento das políticas sociais, inclusive as de gênero.
A baixaria do "jornalista" pode se traduzir em um debate qualificado sobre o machismo.

2) O apoio de Quércia não é exatamente um reforço ético ao "desabafo" de Jarbas Vasconcelos.
Que aliás, cospe no prato que comeu a vida inteira.

3) Talvez o "jornalista" preferisse a eleição de Nélio Machado para fazer dobradinha com Gilmar Mendes.
Ou, quem sabe, extinguir a profissão de advogado e/ou proibir que advoguem para o PT. Ou para quem mais julgarem destituídos de direito de defesa.
Caberia também um debate qualificado da profissão.

Enfim, essa é a democracia que defendem.
Cara Elizabeth

Repare que no final do texto encontra-se o nome do jornalista . Clicando no mesmo será feito o direcionamento para a matéria [? ]
Paulo,

Em um primeiro momento eu tb achei que era vc quem criou esse coisa horrorosa, pois não tinha visto a postagem do Josias no UOL.
Fiquei admirada!
Acho que vc deveria colocar o nome do Josias logo no título ou no início do texto para evitar dúvidas.

Abs
Luíza,

é que somente copiei e cloei a postagem do Josias no seu "blog". Repare [m] que em todos os blog's somente no final aparece o autor assim : postado por Luis; postado por Josias; postado por Noblat [ provocador e golpista].

E não sei editar e colocar o nome desse filho de uma experiência do Joseph Mengele" no topo da pagina.
Abraços e boa semana.
Muito obrigado.
Não tinha reparado no "editar tópico.
Querida Renata, como já coloquei no topico E agora José, não se trata de pendências pessoais, mas de discussão de idéias.

Não tenho o hábio de misturar as duas coisas.

Sinto não ter sido compreendida, mas é da discussão que nasce a luz, não concorda?

Gostria muito que Paulo tivesse respondido, quem sabe chegariamos a pontos comuns?

Um abraço
Cara Elizabeth.

Gostaria de responder. Não cheguei a ler.

Favor enviar para:

kautscher@freenet.de ou pkautscher@web.de


Boa noite.
Paulo,

Só tem um nome para isso. Baixaria.

A foto com destaque aparecendo duas pessoas públicas que o jornal e o colunista execram, com o título cujos adjetivos são disfarçados por "notas" e "notícias".

Puro mau gosto.
Paulo, amigas e amigos,
Na matéria publicada pelo elemento em questão destacam-se no título as palavras "vadias" e "vagabundas". A foto vem logo abaixo do título. Marta e Dilma em primeiro plano, e ao fundo outras mulheres. Depois da foto, quase descolado do título, é que aparece o texto onde as palavras destacadas não reaparecem. Diagramação intencional. Não é um título. É uma legenda para a foto.
Além de grosseiro, Josias de Souza é um sujeitinho covarde. Não merece nenhum respeito.
Abraço,
Henrique Marques Porto
Oi, Paulo

Olhe o que o Eduardo postou sobre isso:

Um filho de chocadeira









Sou casado e tenho quatro filhos, sendo três mulheres. Tenho também uma neta. Além disso, tenho mãe, o que não parece ser o caso desse infeliz desse blog abjeto que aparece na imagem acima, desse empregadinho da mídia golpista, desse sujeitinho à-toa que acha que a escolha dessa manchete para uma matéria relativa a foto mostrando a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, e a ex-prefeita Marta Suplicy, é coisa de homem. Eu não acho. Como filho, esposo, pai e avô, tenho, ao todo, seis bons motivos para não descer a esse ponto na guerra política, ao ponto a que desceu esse degenerado sem mãe.



Escrito por Eduardo Guimarães às 23h56
[(80) Opiniões - clique aqui para opinar] [envie esta mensagem]
Paulo,
oportuno este tópico porque contempla a intençao deste forum que é o de situar o papel da mídia.
E, ao fazer isto, você escancara que aquilo que já estamos carecas de saber: a grande imprensa no Brasil não está para brincadeira... ela vai usar de TODOS os recursos para desqualificar qualquer candidato que o PT/Lula possa apoiar.

Agora, cá entre nós: o que este rapaz da folha fez eu classifico como ataque moral dos mais baixos que jamais vi. jamais pensei que o desespero deles fosse tamanho e custo a creditar que esta seja a prévia do que vai ser a campanha eleitoral em 2010.

Quanto ao "debate" sobre dislexia lhes asseguro que não é nada disto que está sendo insinuado. o que parece ter acontecido por aqui tem um cheiro de mal-entendido que logo, logo, se resolve.

RSS

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço