Em Minas, uma empresa do grupo GP Garantia, a Magnesita, que foi de propriedade, entre outros, de Newton Cardoso, está investindo ao menos 6 milhões de reais em nanotecnologia. A empresa é fabricante de tijolos refratários e outros produtos, como válvulas, para alto-fornos e outras instalações siderúrgicas ou não. Ela quer chegar a tijolos e válvulas feitos com nanomateriais, como nanocarbono e outros. Os nanomateriais vão dão mais "vida" aos tijolos e válvulas. Isto é, vão aumentar a vida útil deles.  
A Universidade Federal de Minas Gerais também tem muitos projetos sendo tocados nesta área. Mas não os conheço; apenas sei que existem. 

Exibições: 50

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço