Felipe Vargas Zillig
  • Masculino
  • Rio de Janeiro
  • Brasil
Compartilhar no Facebook Compartilhar
  • Mensagens de blog
  • Tópicos (3)
  • Grupos
  • Fotos
  • Álbuns de Fotos
  • Vídeos

Amigos de Felipe Vargas Zillig

  • Ana Ribeiro
  • Ronaldo Bicalho

Discussões de Felipe Vargas Zillig

O perigo das privatizações

Started 19 Set, 2008

Financiamento público de campanha
1 resposta 

Iniciou esta discussão. Última resposta de Gabriel Lemos 2 Set, 2008.

Presentes recebidos

Presente

Felipe Vargas Zillig ainda não recebeu nenhum presente

Dar um presente

 

Página de Felipe Vargas Zillig

Informações do Perfil

Profissão
Empresario
É impressionante a velocidade com que a iniciativa privada enxerga excelentes oportunidades de negocio e lucro.
Desde o começo da Republica alguns grupos e pessoas se especializaram, e enriqueceram, graças a esta visão e a conivência dos governantes.
Em alguns casos esta facilitação acontecia em instancias inferiores, e poderiam ser consideradas como acontecimentos inevitáveis em função da colonização, e do processo que leva a proclamação da Republica.
Este processo se intensifica a partir da década de 70 quando os valores administrados pelo Estado, e a possibilidade de novos negócios em função do desenvolvimento da tecnologia e comunicações; torna o Brasil um excelente palco para grandes negócios.
Pulando para o cenário atual fica não exatamente surpresa, mas sim constatação, dos interesses privados nas riquezas do subsolo da região Amazônica. Riquezas alardeadas mas nunca bem explicadas e expostas a sociedade , se a sociedade tiver noção do tamanho e valor destas riquezas, fica muito mais difícil a possibilidade de um negocio nebuloso e prejudicial ao país e a esta mesma sociedade.
Os atuais interesses de um grupo privado na exploração das reservas de urânio devem ser muito bem analisados, principalmente se o Estado tem alguma vantagem em dividir estas riquezas com o Eike Batista.
A AMAZONOBRAS, idéias sugeridas por um dos gênios que temos em profusão neste país, talvez faltando só ocupa-los e coloca-los de melhor forma dentro do quadro publico.Quem duvida que todo aquela região, tendo suas riquezas bem exploradas, não geraria os lucros que o Brasil precisa para resolver seus problemas? A opinião de especialistas e um amplo debate seriam bem vindos. Como financia-la até o começo dos lucros? TUPIBRAS!!! Claro como água, moleza, os lucros dos poços descobertos seriam direcionados para o Tesouro Nacional, e não dividido com os acionistas da Petrobras. Quero que me digam que isto não vai funcionar?Qualquer empresário utilizaria estas riquezas em vez de vendê-las, tratando-se de propriedade do Estado eu acho que não tem porque se privatizar tais riquezas.

Caixa de Recados (6 comentários)

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Às 14:20 em 19 janeiro 2009, Alexandre César Weber disse...
Caro Felipe,
Boas análises, penso como você que o brasileiro precisa de um choque de empreendedorismo, o estado amarra a nação e povo, é preciso deixar essa criatividade solta , o Brasil é um pais plural e merece esta chance.
Às 5:58 em 14 agosto 2008, Felipe Vargas Zillig disse...
O momento histórico da chegada dos migrantes , somando com os ex escravas e população basicamente portuguesa que eram a base da sociedade brasileira, causam transformações que de alguma forma mantem correlações com a atual mudança que vem ocorrendo com o aumento da classe media.
Os erros de trajetória, planejamento e execução de um plano nacional exitoso, descritos no livro Cabeça de Planilha, podem em varios momentos servirem a consolidação do atual plano nacional em execução e formação.Ainda vejo falhas no plano atual de governo, porem não podemos esquecer as condições encontradas, e posteriormente as dificuldades politicas e midiaticas enfrentadas com exito pelo atual governo.
Este movimento historico, assim como as atuais condições financeiras da nação, acontecem em um momento no qual o mundo tambem sofre um processo dos mais importantes com a entrada, e consolidação desta presença, por parte das nações asiaticas.A abertura chinesa e o atual papel economico que hoje representa, muito diferente de 5 anos atras, junto com a recuperação dos tigres asiaticos em novos modelos economicos, que esperamos mais sustentaveis que os anteriores , altamente favoraveis a especulação e entrada livre de profdutos estrangeiros, forma um novo quadro no cenario mundial.
A consequente maior participação asiatica e indiana forma um quadro nunca vivenciado no mundo, muito mais do que interessante estudar este fato , principalmente pelo tambem inedito quadro brasileiro, os comentaristas do blog vão achar bastante material para avaliações nos proximos acontecimentos, os quais o BRASIL e seus homens publicos parecem prontos para enfrentar.
Dono do Blog, tenho que admitir o Cabeça de Planilha é realmente bom, um livro enxuto que aborda e coloca de forma bem clara uma quantidade de fatos historicos, e explicações politicas e economicas de alto nivel.Não vai ficar muito metido...
Às 17:28 em 29 julho 2008, Felipe Vargas Zillig disse...
A aprovação automatica ainda me parece melhor do que a simples repetição de ano, geralmente os alunos não conseguem media em algumas materias, e no caso da repetição ele terá que repetir todas.
Alem disso a presença de alunos mais velhos e com maus habitos, ex alunos de 15 anos junto com os de 10,11 ou 12 anos, seria pessimo para estes alunos mais novos.O clima ficaria completamente diferente dentro da sala com estes alunos-problema.
A oportunidade de permanecer mais 2 anos estudando para recuperar as materias que não teve um desempenho satisfatorio, ou a forma de cadeiras, repetindo em outro horario junto com alunos de sua faixa etaria, seria outra opção.
Fora isso, especificamente em São Paulo e grandes cidades, nas areas mais pobres e violentas, a questão da disciplina virou caso de policia, como um tratamento policial convecional usado com adultos seria um provavel desastre, a melhor opção seria o endurecimento das regras de comportamento e escolas especiais para alunos problematicos, que não devemos desistir, a obrigação do Estado é tentar que estas pessoas se enquadrem, sendo somente em caso de agressão violenta contra os outros, necessario a aplicação de medidas criminais.É isso aí.
Às 21:08 em 14 julho 2008, Felipe Vargas Zillig disse...
A questão no Judiciario vai caminhando para uma situação já esperada.Em algum momento haverá a necessidade de reformas, e maior aproximação com a sociedade, desta instituição.
A nomeação do atual presidente do STF já foi fato que causou discussões, as suas ultimas ações ,despachos, gerou discussões que já são esperadas.Como de se esperar, estas manifestações tem todo cuidado para não afetar a instituição ou a ordem instituida, porem deixam bem claro a insatisfação quanto a forma de agir de alguns membros deste poder.
A importancia da continuidade deste processo e a possibilidade que ele traz para se desmontar grandes, talvez os maiores do país, esquemas de corrupção no judiciario, midia e meios politicos e empresariais(que limpa e que avanço vai ser) é uma oportunidade que torcemos que não seja perdida, e acredito que a nação não aceitaria bem isto.
A não aceitação não significa violencia ou protestos barulhentos e com muitas pessoas, mas sim mais descredito do judiciario e das pessoas e empresas envolvidas. E o aumento do passivo de reclamações e reformas exigidas pela sociedade, até hoje feitas de forma pacifica e democratica como deve ser.
Espanta para leigos o pulo de instancias cometido pelo presidente do STF, mesmo nós leigos sabemos que uma decisão de primeira instancia, deve ser analisada pela segunda instancia, antes de ser avaliada pelo STF.
Isto não só é legal, como o Ministro deve ter tido motivos relevantes para faze-lo.
A participação no gov fhc, durante o qual Dantas fez belissimos negocios, de forma alguma deve ter relação com a presteza e teor das sentenças, e sim o entendimento juridico do Ministro, que temos certeza que como nós, não vê a hora de saber os detalhes destes grandes negocios realizados durante o governo do psdb.
Ficamos na torcida para que isto ocorra o quanto antes, e tenhamos o salto de credibilidade que as nossas instituições e a midia tanto precisam.
Saudações brasileiras.
Às 16:01 em 11 julho 2008, Felipe Vargas Zillig disse...
O esquema fraudulento foi desmontado , o Brasil já não é mais o mesmo , Prédios tremem , porem sabemos da complexidade do processo e direito de defesa dos acusados.
Quanto a ação escandalosa fica a impressão que alguns não estão exatamente preocupados com a forma da prisão , e sim suas conseqüências.
De Sanctis e Protegenes , esses dois brasileiros passam a galeria dos heróis , que independente da intensidade e de onde partem as pressões não negociam seus deveres.
O povo brasileiro provavelmente tentará acompanhar os desdobramentos desta ação , algo que vai exigir um pouco de busca e atenção em relação as futuras noticias a serem publicadas.
Continuo , como falei antes , não entendendo o que leva um profissional como o Dantas a se meter em negócios tão nebulosos . Diferente do Nahas , velho conhecido do mercado financeiro , e do Pitta , este já respondendo a algum tempo pelas lambanças na Prefeitura paulista .
A globo refar o Dantas não é novidade para quem já refou as Forças Armadas e parece ter como única preocupação seus interesses financeiros
Ótimas as reportagens do jornalista Bob Fernandes , mas a roupa mais valiosa do Protegenes é a que veste sua alma.
Engraçado como mudou o tom de alguns políticos que acusavam o atual governo de ser o mais corrupto da Historia do Brasil , imaginem se o Dantas resolver contar os detalhes das privatizações que ele conhece , provavelmente o pfl cabe numa kombi hoje em dia.
O psdb , bem aí vou deixar para os outros colegas comentaristas
Às 15:10 em 10 julho 2008, Felipe Vargas Zillig disse...
O nivel de exigencia de algumas pessoas é bastante elevado , o estado brasileiro , está sendo remontado e se desenvolvendo . Porem vários setores tem um funcionamento longe do ideal , a admissão destas dificuldades pode nos levar a um acomodamento.Em compensação as criticas exageradas podem dificultar as reformas , o uso pessoal e eleitoreiro destas criticas e não uma discussão propositiva destes problemas é o dilema.Se não se critica , vem a acomodação , se critica-se , abre-se as portas para ataques que visam atrapalhar ou impedir as reformas em andamento.
A questão da saúde me parece a mais grave , a educação não é o ideal , a segurança publica tem problemas ,falta infra estrutura , a política economica não me agrada , o tamanho das Forças Armadas não é o ideal , a Amazônia tem que ser defendida , enfim meia dúzia de probleminhas , porem a saúde é grotesca em alguns momentos , as seqüelas e perda de vidas que poderiam ser evitadas é de doer.
É uma situação diferente da causada pela criminalidade , é uma questão humana , não social , momentânea, e que pode ser consertada como a segurança publica.Esse fato existe em função da velhice e falhas do corpo humano , alem de procedimentos em função de acontecimentos que não envolvem criminalidade , lesões , partos , acidentes , situações que ocorrem diariamente. Nestes casos o que se vê é em muitas vezes um Deus nos acuda , para mim é o setor que está mais atrasado , e acho que todos acordam que isto tem que mudar , e não vamos nos esquecer que somente com mais recursos e participação da sociedade isto vai acontecer.Temos um tremendo fator a nosso favor , o Ministro Temporão.E o LULAÇO.
 
 
 

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço