Marco Aurélio Barroso
  • 72, Masculino
  • Rio de Janeiro
  • Brasil
Compartilhar no Facebook Compartilhar

Amigos de Marco Aurélio Barroso

  • Gustavo Knust
  • ADRIANA TASCA
  • Marcio Marcelo  Nascimento Sena

Grupos de Marco Aurélio Barroso

 

Página de Marco Aurélio Barroso

Presentes recebidos

Presente

Marco Aurélio Barroso ainda não recebeu nenhum presente

Dar um presente para Marco Aurélio Barroso

Informações do Perfil

Profissão
Escritor
Sou o autor de A revolta do boêmio - a vida de Nelson Gonçalves e de um romance, Ela mora em botafogo.

Blog de Marco Aurélio Barroso

Chuva x lágrimas

Não é chuva. São lágrimas!

Rio de Janeiro, vive, hoje, uma de suas páginas mais lamentáveis. A Cinelândia deveria ser implodida.

Por ali, passamos correndo, com a PM aos calcanhares, dando vivas à liberdade; por ali, passamos chorando embalados pela morte do Edson Luís, Por ali, ficamos sentados esperando as bombas covardes do Burnier que Sérgio Macaco corajosamente impediu; ali, Brizola, pós exílio, fez um discurso que jogou Moreira Franco na Proconsult, ali mães choraram a…

Continuar

Postado em 18 março 2010 às 0:09

Arruda, use com moderação!

Começarei por algo trivial. Exigir mais de mim já se torna cruel. Desde que me entendo, não resisto às minhas fraquezas. Estou preso. Mas, amorteci bem a queda e resisto bem. O calor é forte mas no Rio também tá quente. Quando pensava que ia passar um carnaval com exercícios pra minha mão esquerda, me entra o Arruda cela adentro. Vendo-o de perto, percebo que roubaram-lhe os cabelos. Esse me pareceu seu grande problema. Ser humano, em se encontrando em situação congêneres, gosta de puxar os…

Continuar

Postado em 15 fevereiro 2010 às 0:15

Rimas impossíveis...

Pedem-me palavras que não rimam. Impossível!

No Brasil, as rimas, como as frutas, são sazonais. Não devemos ser imprudentes! Há pardais escondidos por todo lado. O tempo rima tudo. Não rimar hoje não quer dizer que não vá rimar amanhã ou, mesmo, antes do sol se pôr. Eu sou minha própria rima.

Meu caro amigo e paciente leitor, o Brasil é uma rima. Brasília, por exemplo, rindo, rima de manhã à noite. Já não é coisa para amadores. Toda rima pede uma sobremesa. Aliás, diga-se, este… Continuar

Postado em 16 janeiro 2010 às 21:21

Feliz 2010 com óculos novos!

Nassif e amigos do blog,

Aproveito esses últimos momentos desonestos de 2009, para uma confissão policial: sim - não há como negar - sou eu mesmo quem, há algum tempo, vem quebrando os óculos praieiros do Drummond. Mas confesso não me arrepender!



Deu-se assim:

A princípio, eu chegava meio tímido, olhava pra ele, e, quando possível, lembrava-me de suas poesias, contos e crônicas... me aproximava... – pega!.... pega!...foi aquele ali.... pega! - sentava... auscultava seu… Continuar

Postado em 28 dezembro 2009 às 23:09 — 1 Comentário

Vídeos

Nassif,
Mesmo que isso já não reúna grande novidade, blog deveria reunir vídeos de depósitos em cuecas, meias e congêneres....

Postado em 30 novembro 2009 às 23:50

Caixa de Recados (6 comentários)

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Às 3:31 em 28 maio 2010, Gustavo Knust disse...
Ah, sobre o romance, vou-lhe enviar o endereço em mensagem privada.
Abraço :)
Às 3:25 em 28 maio 2010, Gustavo Knust disse...
Oi, Marco!
Obrigado por me adicionar e por me responder. Uma 2a edição de seu livro seria uma boa notícia, visto que, para os interessados na vida do Nelson, é referência. O livro da filha dele ainda não foi lançado, de modo que o seu parece ser o único disponível :) Felizmente, consegui encontrar um exemplar dA Revolta do Boêmio num sebo. Já pedi para reservarem-no pra mim.
Grande abraço!
Às 15:34 em 30 março 2009, Luis Nassif disse...
Barroso,
pelo seu conhecimento sobre os velhos nacionalistas dos anos 50, Gondim da Fonseca e tantos outros, acho que você acha - e eu acho também - que a Petrobrás permitiu um salto na industrialização do país.
Às 2:28 em 30 março 2009, Luis Nassif disse...
Você mencionou Gondim. Uma das minhas mágoas jornalísticas foi não te-lo conhecido em 1977, quando fui ao Rio escrever sobre a campanha do petróleo é nosso. Me disseram que tinha falecido. Era o meu ídolo em termos de texto de briga. Depois, soube que morreu apenas alguns anos depois.
Às 6:49 em 29 março 2009, Antonio Barbosa Filho disse...
Olá Marco Aurélio! Participarei do seu concurso, parabéns pela iniciativa.
Sou jornalista, e criei o grupo "La Pátria Grande", nesta comunidade, para trocarmos idéias sobre Cultura em geral, política, viagens e tudo que se relacione aos países da nossa América Latina. Caso compartilhe desses interesses, convido-o a participar. Um abraço.
Às 16:41 em 22 março 2009, Marco Aurélio Barroso disse...
Não esmorecer nunca! Vivemos, no Brasil, o resultado lógico de nosso desleixo. Martirizados pela injustiça, já não nos sentamos, há muito, à mesa da Ética. Não esmorecer! Vamos mudar NOSSO país. Já não nos apraz ser eterna matéria prima para enriquecimento de nações outras. Nosso irmãos brasileiros que se arrastam famintos e sedentos pelas ruas das grandes cidades, esperam algo de nós. Honremos Alberto Torres, Nelson Werneck Sodré, Júlio Caetano Horta Barbosa, Oswaldo Costa, Osny Duarte Pereira, Gondin da Fonseca e muitos outros. Não esmorecer nunca. Nós devemos ser intrumento dos mais frágeis. Eles ainda vivem!
 
 
 

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço