Portal Luis Nassif

Sandra Azevedo Mello
  • Feminino
  • POA_RGS
  • Brasil
Compartilhar no Facebook Compartilhar

Amigos de Sandra Azevedo Mello

  • Plinio Marcos Moreira da Rocha
  • Flavio Tavares de Lyra

RSS

Presentes recebidos

Presente

Sandra Azevedo Mello ainda não recebeu nenhum presente

Dar um presente

 

Página de Sandra Azevedo Mello

Informações do Perfil

Profissão
Sogióloga,Escritora

O BURACO NEGRO DO GOLPE

Gostei do texto compartilho

Quando Temer embarcou na aventura golpista, não o fez sem antes estar municiado até os dentes de todas as garantias legais para não ser derrubado por uma espécie de "contra-golpe". Entrou no poder com um exército de advogados na retaguarda. Os melhores que o dinheiro podia comprar.

Ele sabia muito bem de cada risco que corria e para cada um deles ficou precavido:

A impopularidade nas ruas seria calada pelos grandes meios de comunicação; a Lava-Jato se tornaria aos poucos uma arma exclusiva para combater a esquerda (e para isso contava com o dinheiro da JBS para comprar o silêncio de Cunha e as vistas grossas do juiz Sérgio Moro); No TSE conseguiria forjar os argumentos jurídicos para cassar apenas Dilma e, para engolir suas "teses esdrúxulas", formaria uma maioria nesse mesmo Tribunal.

As coisas caminhavam relativamente bem para Temer... O que aconteceu que de repente tudo parece ter virado de ponta-cabeça?

O seu grande erro foi acreditar que sua aliança com o PSDB de alguma forma estava sob controle... O nosso usurpador tupiniquim não tinha dimensionado o fato de que os tucanos não queriam (e ainda não querem) simplesmente formar uma nova hegemonia política.

Eles querem mudar toda a natureza do Estado brasileiro até o ponto de se estabelecerem novas relações sociais de produção que atendam aos interesses do capital internacional em um nível nunca antes visto na nossa História.

Assim, Temer não percebeu que a sua Ditadura "Temer-Tucana" precisava se tornar em uma Ditadura "Tucana-Temer" para depois se tornar em uma Ditadura "Tucana solo".

Enquanto Temer realizou seus tradicionais pacotes de maldade, como a PEC da morte, a Lei da Terceirização, a Reforma Educacional, etc., tudo estava bem... Mas os tucanos quiseram dar outros dois passos que geraram um verdadeiro descompasso na ordem geral do golpe:

O primeiro foi a Reforma da Previdência. Esse passo é um brutal ataque a TODOS os trabalhadores. E a cadeia produtiva do trabalho está longe de ser simples... Ela oculta uma complexidade e uma pluralidade gigantesca. Isso significa que essa Reforma também acabou por atacar os interesses de uma elite patrimonialista que antes o apoiava... Mas esse ponto ainda pairava de forma embrionária no Congresso...

O segundo passo foi o mais decisivo... trata-se da grande Reforma Trabalhista. Essa Reforma não destrói apenas os direitos dos trabalhadores mais humildes. Ela vai muito além do que a grande imprensa está divulgando...

Ela fratura todas as áreas da Justiça brasileira, alterando na prática toda a essência do Direito brasileiro de forma absolutamente negativa ao Poder Judiciário.

Mais uma vez: não se trata de uma mini-reforma que, entre outras coisas, flexibiliza as relações entre empregados e empregadores e que pode reduzir o seu tempo de almoço. Ela vai muito além... atinge frontalmente os Direitos Trabalhistas, Tributários, Empresariais, Civis, Penais e Constitucionais.

Essa Reforma, com mais de 200 artigos, foi um teste para analisar qual é a disposição do Poder Judiciário em se auto-destruir.

Mas... ao que parece esse poder está longe de querer isso... Ao contrário... ele quer avançar sobre os outros poderes. E foi no momento em que o Poder Judiciário tomou consciência do que se tratava essa Reforma Trabalhista, lançou uma ação contra Temer para, entre outras coisas, paralisar o seu governo.

Vejamos o caos que os golpistas criaram até então:

1 - Em primeiro lugar tivemos o boicote e uma conspiração que tirou Dilma do poder em um processo corrupto e ilegítimo de impeachment.

2 - Depois tivemos um projeto conduzido pela direita para destruir as conquistas sociais dos 13 anos petistas. Sob o argumento do déficit público, cortaram fundo na área social, privatizaram nossas riquezas e devolveram aos banqueiros o monopólio do crédito.

3 - Como ato contínuo, os tucanos quiseram - na surdina - infiltrar o seu próprio golpe sob a máscara das Reformas da Previdência e Trabalhista.

Eles simplesmente subestimaram a capacidade de ler e escrever do Poder Judiciário... E esse poder é muito maior e poderoso do que os seus dois tucanos infiltrados (os juizes Sérgio Moro e Gilmar Mendes) podem sonhar... E o Judiciário partiu para a contra-ofensiva: destruíram Aécio Neves e colocaram uma guilhotina no Palácio do Jaburu para Temer.

A rigor a Globo sempre esteve ao lado do "Judiciário tucano". Agora teve que jurar fidelidade ao "Judiciário maior" e, por essa razão, abandona os tucanos e abraça aos poucos a ideia de cortar a cabeça de Temer... A imprensa paulista, por outro lado, possui antigos laços de vassalagem com os tucanos... Enfim... A grande imprensa rachou...

Ainda assim, se destilarmos os elementos ruidosos desse caos institucional podemos encontrar, enfim, o grande elemento tóxico de toda essa história: os tucanos e sua subserviência total ao capital internacional.

Não deixa de ser irônico que agora, no meio dessa bagunça, todas as peças começam a se encaixar: os Ministérios que o PSDB exigiu, as pastas que os tucanos queriam controlar, os inimigos que queriam combater... Tudo... Absolutamente tudo se encaixa perfeitamente nos interesses do imperialismo que está infiltrado na nossa crise nacional.

Bom... E agora? Os bandidos já não se entendem mais e muito menos confiam um no outro...

Temer não confia no Judiciário que está partido ao meio e muito menos nos tucanos; os tucanos não confiam em Temer e perderam a fé no Judiciário e, por fim, o Judiciário não confia em ninguém, incluindo ele mesmo.

Caso Temer caia na cassação da chapa Dilma-Temer, ele levará consigo todo mundo... De tucanos à Moro, passando pela Rede Globo... Ele vai cair atirando... E a solução das "Diretas Já" se tornará irresistível...

Caso Temer fique, o seu governo cairá em um atoleiro sem fim... teremos a prisão paulatina de todos os seus apoiadores e o término rápido da Lava-Jato sob ordens superiores (a absolvição da esposa de Cunha já é sintoma de fim de feira). Os tucanos chegariam em 2018 como entulho eleitoral...

O projeto neoliberal dos tucanos precisava de dois golpes, mas se esqueceu de contabilizar o Estado patrimonialista brasileiro... Um erro crasso... Quase uma demência... Deveriam ter lido o clássico "Os donos do poder" do jurista-sociólogo Raymundo Faoro... Mas qualquer erudição tucana morreu com FHC...

Se os especuladores acham que o preço do Brasil está por volta dos 65 mil pontos da Bovespa porque contabilizam a Reforma da Previdência e a Reforma Trabalhista como já aprovadas, provam que nada entendem do Brasil e das forças que aqui estão em voga.

Provavelmente quando descobrirem que essas Reformas não vão ocorrer, vão fugir do país com seus preciosos dólares. Resultado: inflação com recessão e um índice de desemprego chegando a extremos inéditos... Quem segurará o rojão das ruas?

No fim, esse golpe se tornou em um grande Buraco Negro... Uma força capaz de atrair e destruir tudo... tão forte e dramática que nem a luz lhe escapa... Enquanto o país inteiro vai seguindo em sua fatal direção esperamos que os aventureiros do golpe comecem a fazer para si mesmos uma simples pergunta:

"A opção Lula é ruim... por que mesmo?"

Estamos próximos do teste final para sabermos se há vida inteligente na direita brasileira...

Carlos D'Incao

Blog de Sandra Azevedo Mello

haddad: fala de 2013 o hoje

Haddad: Dilma e Lula foram alertados por Putin e Erdogan sobre protestos de 2013

"O impeachment de Dilma não ocorreria não fossem as Jornadas de Junho", afirma

Jornal do Brasil.

O ex-prefeito Fernando Haddad afirmou, em uma longa análise da conjuntura política publicada na edição de junho da revista piauí, que o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff dificilmente teria ocorrido se não fossem as manifestações de 2013,…

Continuar

Postado em 6 junho 2017 às 5:59

haddad: fala de 2013 o hoje

Haddad: Dilma e Lula foram alertados por Putin e Erdogan sobre protestos de 2013

"O impeachment de Dilma não ocorreria não fossem as Jornadas de Junho", afirma

Jornal do Brasil.

O ex-prefeito Fernando Haddad afirmou, em uma longa análise da conjuntura política publicada na edição de junho da revista piauí, que o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff dificilmente teria ocorrido se não fossem as manifestações de 2013,…

Continuar

Postado em 6 junho 2017 às 5:59

Caixa de Recados (1 comentário)

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Às 10:42 em 14 julho 2017, stella kwale disse...

Good Day,

How is everything with you, I picked interest on you after going through your short profile and deemed it necessary to write you immediately. I have something very vital to disclose to you, but I found it difficult to express myself here, since it's a public site.Could you please get back to me on:( mrsstellakwale200@gmail.com ) for the full details.

Have a nice day

Thanks God bless.

Mrs Stella

 
 
 

Publicidade

© 2017   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço