Walmir José Ferreira de Carvalho
  • Masculino
  • Belo Horizonte
  • Brasil
Compartilhar no Facebook Compartilhar

Grupos de Walmir José Ferreira de Carvalho

Discussões de Walmir José Ferreira de Carvalho

VALE COMETE GROSSA INJUSTIÇA V
10 respostas 

Iniciou esta discussão. Última resposta de luzete 7 Abr, 2009.

VALE COMETE GROSSA INJUSTIÇA IV

Started 3 Abr, 2009

VALE COMETE GROSSA INJUSTIÇA III

Started 3 Abr, 2009

Presentes recebidos

Presente

Walmir José Ferreira de Carvalho ainda não recebeu nenhum presente

Dar um presente

 

Página de Walmir José Ferreira de Carvalho

Informações do Perfil

Profissão
Professor, escritor
VALE COMETE GROSSA INJUSTIÇA I

Em ação incompreensível a Vale retirou o canal de satélite que permitia à comunidade Noiva do Cordeiro ter acesso à internet.
Noiva do Cordeiro é o melhor exemplo de comunidade que eu conheço.



Há uma comunidade socialista no interior de Minas Gerais.

Chama-se Noiva do Cordeiro.

No fim do século XIX, a jovem Maria Senhorinha de Lima, nascida no povoado de Roças Novas, distrito de Belo Vale, casou com um descendente de franceses, Arthur Pierre. Infeliz no casamento, deixou o marido e foi morar com o moço Chico Fernandes no local onde acabou sendo criada a comunidade.

Aquela atitude deixou a população escandalizada e os poderes públicos e religiosos irados. Que direito tinha aquela mulher de abandonar o marido e juntar-se ao homem que amava e amou por toda a vida?

E veio a revanche, a vingança.

Padre Jacinto – santo homem como era conhecido – excomungou-a e à sua descendência até a quarta geração.

Com a excomunhão veio a difamação.

Mesmo quando visitava os parentes, Chico Fernandes não podia dormir dentro da casa deles, era obrigado a dormir no paiol. Era um adúltero também.

Ainda assim, o casal seguiu sua vida, gerou filhos e filhos, fizeram larga descendência, e a comunidade cresceu.

Cresceu, mas o preconceito e o isolamento também cresceram junto. As mulheres, quando iam à cidade de Belo Vale, sede do distrito, eram chamadas de prostitutas. As crianças podiam freqüentar a escola, mas eram apartadas do convívio com outras crianças, ninguém falava com elas, de modo que muitas deixaram de se formar.

Por volta dos anos 1940, o pastor Anísio Pereira se apaixonou por uma das netas de Maria Senhorinha, a jovem Delina, casou-se com ela fundou a Igreja Evangélica Noiva de Cordeiro, que deu o nome do lugar.

Os preceitos dessa Igreja eram duros, restritivos, as mulheres não podiam usar maquiagem, não podiam cortar os cabelos, controlar a natalidade, música era proibida, tinham que usar vestidos compridos.

E havia o jejum. Obrigatório. Dois dias inteiros por semana. E uma hora de oração matinal todos os dias. Aquilo prejudicava o trabalho.

Apartados da fé católica, o preconceito crescia contra eles na cidade de Belo Vale e nos povoados vizinhos. Difícil para os homens conseguirem trabalho, ainda mais que eram limitados pelos dois dias semanais de jejum. Foi uma época longa de duras privações.

As mulheres da comunidade começaram a perceber que a Igreja não trazia tantos benefícios e que, pelo contrário, dificultava a vida e o sustento e, aos poucos, se afastavam dela.

Então uma das filhas de Delina e do pastor Anísio casou-se.

Para a festa do casamento exigiu música. Bateu o pé, queria porque queria.

Foi contratado um sanfoneiro.

Crianças que nunca tinham ouvido música na vida gostaram. Dançaram. Todos entraram naquele forrozinho.

A partir daí, a igreja definhou, até que foi derrubada; no seu lugar ergueram o bar da comunidade onde se reuniam para cantar, dançar, para se divertir.

Simbólico - no lugar da igreja opressora um espaço de convivência e alegrias.




Blog de Walmir José Ferreira de Carvalho

ESTÃO TENTANDO PREJUDICAR O ARRUDA

É maldade terrível o que estão fazendo com o governador Arruda, do DEM, manchando a reputação dele com esse tanto de vídeo exibido na TV e na internet.



Qual o problema dele receber um dinheiro da mão de outro?



Você não ia receber? Claro que ia.



Um cabra chega na sua frente e te dá 50 mil. De bandeja. Você fala que não quer? Que não é certo? Fala nada.



Você pode ser padre, pastor, educador, jogador de futebol, jornalista, empresário, branco, preto,… Continuar

Postado em 9 dezembro 2009 às 17:59 — 1 Comentário

Tornado

Fanny e Freddy lembram-me tornados que assolam o Caribe e o sul dos EUA.

Postado em 8 setembro 2008 às 13:35

Caixa de Recados (8 comentários)

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Às 14:46 em 2 janeiro 2010, DiAfonso disse...
Olá, caro Walmir. Boa tarde!

Obrigado pela recomendação do post da Adélia Carvalho.

Abração!
Às 13:19 em 10 junho 2009, Laura Xavier disse...
Oi tudo bem?
Vai ter um protesto dia 24/06 na rua Goias 226 as 18:00 pedindo a saída do Gilmar Mendes. Compareça e leve sua vela.
Às 21:31 em 3 abril 2009, elizabeth disse...
ah,a gora entendi, lendoo aqui an sua pagina. lá nao dá pra entender, ou sei lá se é dificuldade minha
Às 21:30 em 3 abril 2009, elizabeth disse...
Walmir, seu post foi colocado 4 vezes mas nao dá pra entender algumas coisas. Por que essa comundiade foi excomungada?
Onde fica?
Às 16:07 em 28 agosto 2008, Fábio Alencar disse...
Olá Walmir,

Há muito tempo você não participa de nenhuma mensagem da comunidade de mídia. Não deixe que a virulência de alguns o afastem dos debates. Comigo também já aconteceu, mas continuo lá, porque o que realmente querem é que nos afastemos.

Abraços.
Às 13:09 em 20 agosto 2008, wedencley alves disse...
A propósito, estas mensagens são públicas, mas ficam na sua página. Só as postas lá no box de emais (ver caixa de entrada), que são privadas.

Traga outras contribuições.
Às 13:08 em 20 agosto 2008, wedencley alves disse...
Seja bem vindo ao grupo de discussões Walmir. Grande abraço.
Às 19:32 em 18 agosto 2008, Walmir José Ferreira de Carvalho disse...
Que são os comentários postados aqui?
Eles ficam onde? Nesta mesma página?
Abraço
Walmir
ah, meu blog: http://walmir.carvalho.zip.net
 
 
 

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço