Wanderlúcia Welerson Sott Meyer
  • Feminino
  • Juiz de Fora/Manhuaçu - Minas Gerais
  • Brasil
Compartilhar no Facebook Compartilhar

Amigos de Wanderlúcia Welerson Sott Meyer

  • Luiz Carlos Almeida de Araujo
  • GILBERTO CAMPOS DE OLIVEIRA
  • irineu xavier cotrim
  • Robson da Silva Martins
  • fernando dezena
  • Geraldo Gotardo da Silva
  • NUBIA CRISTINA ALVES ROCHA
  • claudio souza
  • JOÃO DO ROZARIO LIMA
  • maria rita da conceição
  • José Safrany Filho
  • SILVA FILHO (julio)
  • NONATO AMORIM
  • PEDRO SEVERINO DE SOUSA
  • Tião Simpatia

Música

Carregando...

Grupos de Wanderlúcia Welerson Sott Meyer

Discussões de Wanderlúcia Welerson Sott Meyer

REFLEXÃO FEMININA
38 respostas 

REFLEXÃO FEMININA     Sabendo-me mulher, feminina, com ares de menina. Longe de ser carente... presente, independente e envolvente. Educada rigidamente para servir amando, entre mulheres fortes…Continuar

Iniciou esta discussão. Última resposta de Anarquista Lúcida 9 Mar, 2010.

 

Página de Wanderlúcia Welerson Sott Meyer

Informações do Perfil

Profissão
Professora, pedagoga e psicóloga

Bom dia...com poesia!

Aos poetas... “ Haller é uma animal que vagava por um mundo que para ele era estranho e incompreensível, um animal que não conseguia mais achar a sua casa, sua paixão e o seu alimento (...). Aqueles que não têm um lobo dentro de si, não são por essa razão mais felizes.” Hermann Hesser (O lobo da estepe).
Poetas são Hallers. Estranham o mundo e as sensações incompreensíveis que lhes são oferecidas. Um estranhamento incômodo, que por vezes, causa-lhes dores internas. O simples, que de banal, torna-se complexo. Ou o complexo, que de inatingível, transmuta-se em desejo.
Não conseguem reconhecer sua casa, um interior farto de dúvidas, desconhecido, apesar de explorado, que quase sempre os coloca diante de situações indesejadas, imprecisas e incompreensíveis.
Vivenciam inúmeras paixões que os conduzem a situações inusitadas, diferentes das verdades e certezas estreitas dos homens. Vagam, ainda que presos às convenções, entre pensamentos e inquietudes descabidas e secretas, que poderiam surpreender o mundo.
Têm como alimento a palavra, compreendida pelos corações sensíveis, despercebida pelo cotidiano atordoado que quem apenas passará pela vida.
Vivem... Hora lobos, nunca cordeiros!
Selvagens o suficiente para proclamar verdades que incomodam.
Sensíveis Amores, nunca impossíveis, talvez tardios...

Wanderlúcia Welerson Sott Meyer
Publicado no Recanto das Letras em 08/02/2010
Código do texto: T2076029


Fotos de Wanderlúcia Welerson Sott Meyer

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

Vídeos de Wanderlúcia Welerson Sott Meyer

  • Adicionar vídeo
  • Exibir todos

Blog de Wanderlúcia Welerson Sott Meyer

Subversão feminina

Subversão feminina



Manhã calma, frio e úmido frio que envolve a pele, não sem viço, mas, já definida pelas marcas do tempo. Alma de muitos sonhos, nem todos foram... Mas, sobrevivem, embora submersos as ofuscadas névoas, perdidas... Estrada afora. O caminhar tornou-se tão seguro que a ponderação sobressai à voluntariosa vontade de viver. Houve um tempo em que era mais fácil sentir e tudo o que se…
Continuar

Postado em 2 março 2011 às 10:38

Educar

               De tempos em tempos velhos paradigmas são substituídos por “modernas” e atualizadas formas de vida. Substituídos como se estivessem completamente errados. Exilados... Alguns essenciais e, no entanto, esquecidos.

               Pais e mães não deveriam ser vistos como ultrapassados e dispensáveis, Não somos somente amigos de nossos filhos. Podemos…
Continuar

Postado em 11 fevereiro 2011 às 22:41

ALMA DE POETISA

Alma de poetisa







Quando todos dormem, os pensamentos ainda lhe roubam o sono.

Quando vira ao mundo, sabia-se humana

Hoje, mulher...

Ninguém lhe roubara sonhos,

Alguns se foram...

Outros perderam a…
Continuar

Postado em 15 setembro 2010 às 11:11

Próprio

Postado em 9 setembro 2010 às 19:21

Caixa de Recados (5 comentários)

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Em 4:34pm on setembro 19, 2010, fernando dezena deu para Wanderlúcia Welerson Sott Meyer um presente...
Presente
Parabéns!
Às 23:40 em 29 maio 2010, JOÃO DO ROZARIO LIMA disse...
Às 13:45 em 2 abril 2010, JOÃO DO ROZARIO LIMA disse...
Às 13:04 em 15 março 2010, Antonio Barbosa Filho disse...
Olá Wanderlúcia! Convido-a a participar do grupo "La Pátria Grande", nesta comunidade. Um abraço.
Às 1:33 em 8 março 2010, GILBERTO CAMPOS DE OLIVEIRA disse...
Impossibilidade intraduzível...!!!Que espelho (poesia, vida) lindo que não tem tradução. Vulcão adormecido...pensamentos que despertam outros pensamentos, encorajam outros pensamentos intraduzíveis!!!! parabéns, Wanderlúcia!!!
 
 
 

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço