Portal Luis Nassif

Zé da China
  • Masculino
  • Hong Kong
  • China, terra firme
Compartilhar no Facebook Compartilhar

Amigos de Zé da China

  • Marcos Novaes
  • Adriana Gil Rodrigues
  • CEZAR CANDUCHO
  • Roberta Sales
  • Ana Ribeiro
  • Paulo Ghiraldelli Jr.
  • alberto manoel ruschel filho
  • Alessandro Machado
  • MARIA APARECIDA DE OLIVEIRA
  • Tadeu
  • Miriam Pacheco da Silva Seixas
  • Marcia
  • Carla Genovez
  • NILZA MARIA DE OLIVEIRA CARNEIRO
  • Lira da Vila

Grupos de Zé da China

Discussões de Zé da China

As razões que levam os finlandeses a serem pilotos de arromba (gíria nova).
8 respostas 

Iniciou esta discussão. Última resposta de Sérgio Troncoso 7 Nov, 2010.

A proteção da justiça e o show da manhã - Nada de novo no front
25 respostas 

Iniciou esta discussão. Última resposta de luzete 13 Set, 2009.

China Pop Show; modernidade recauchutada?
21 respostas 

Iniciou esta discussão. Última resposta de Hermê 18 Ago, 2009.

 

O Clã dos Cheques Voadores

Informações do Perfil

Profissão
Camelô e repentista

Brevíssima biografia

papagaio.wmvZé da China – Ficha corrida

De origem obscura, provavelmente gerado em algum barranco junto aos iglus de adobe das gélidas estepes de Harbin, entre o Trópico de Câncer e a terceira margem do Rio Azul Polar, mediante associação joint venture entre uma fogosa pastora de focas da etnia finus-nokiatrend e um garboso oficial da brigada ligeira Tang, empenhado em campanhas de genocídio civilizatório que a dinastia imprimia contra agrupamentos Camp, guerreiros nômades cujo líder, Mastim Hun Mahatma Platon, ambicionava adentrar feito irresistível tormenta pelas pradarias da Terra do Meio para instaurar uma sinarquia democrática inspirada no despotismo da maioria e na instauração da livre chacina de idéias.

Gerado em Harbin e parido em Wanxan, junto ao matadouro 5 da margem esquerda do Rio Amarelo, onde sua mãe, arrastada pela onda migratória do Êxodo das Polacas de 1647, se fixara como prestadora terceirizada de serviços, Zé Finus, tetravô do hexavô de Zé da China desenvolveu atividades várias, sempre obscuras e sorrateiras, conquanto honoráveis, inaugurando pequena, porém sólida, linhagem de negociantes dedicados à cultura e ao lenocínio.

Zé da China é último remanescente de linhagem impiedosamente massacrada pelas forças populares de Mao, inclusive sob aplauso dos demais condenados. Perdoado, por considerarem que não valia o preço de uma bala, Zé foi confinado em um galão (cheio) de aguardente de soja e lançado no emissário submarino de Guandong, que o ejetou ao oceano, onde após homéricas peripécias veio bater em praias tropicais de onde pegou um ita do norte e um pau de arara pra dar na capital da locomotiva de um país que, muitos anos depois, veio saber que se chamava Brasil (até então, julgava estar em Tenochtitlán).

Desgostoso de dar, optou por escrever, e nesta atividade encontrou sua verdadeira falta de vocação, sendo escorraçado das mais conceituadas redações e editoras do país até encontrar seu mecenas, na digna figura do compatriota João da China, dono de pastelaria conjugada a lan-house, que em troca de pequenos serviços prestados na calada da noite lhe franqueou um computador e 3 minutos de acesso semanal a internet, onde Zé vem consolidando fértil carreira de cronista social, político, esportivo, cultural e o que lhe vier à cachola, até alcançar reconhecimento internacional ou até que os meninos de Protógenes o reconheçam.

Zé da China é dos raros escribas que não se vendem, por não achar comprador. Por isso, é um tanto neurastênico. Mas não desiste, um dia chega lá.

Vídeos de Zé da China

  • Adicionar vídeo
  • Exibir todos

Blog de Zé da China

Agosto, sem desgosto

Usa-se associar o mes agosto a ocorrências desfavoráveis, período em se esperam tragédias, insucessos e cataclismos. A crença parece remontar aos tempos da Roma Imperial, apesar de o mes ter esse nome em homenagem (meio imposta) a César Otávio Augusto, enciumado pelo fato de o mes anterior ter se chamado Julho, pra imortalizar um antecessor: Júlio César.



O sentimento refratário em relação a agosto foi assimilado, com devidas adaptações, pelas culturas latinas oriundas da civilização… Continuar

Postado em 1 setembro 2009 às 1:00 — 6 Comentários

Em defesa do papel - "cosa nostra"

Zé adiando esse tópico coisa nossa, que poderia ser interpretado como provocação dado a contundência factual que apóia o certificado de origem desta invenção de importância tal, que se os patrícios da Terra do Meio não tivessem tido idéia, estariam todos hoje tateando na escuridão dos boatos e fofocas, no diz-que-diz desvairado, em vez da transmissão concreta dos acontecimentos passados e presentes, mediante documentos, registros, desenhos, textos literários e matérias jornalísticas isentas… Continuar

Postado em 31 agosto 2009 às 0:30 — 6 Comentários

Do dedurismo como pauta jornalística

Importante jornal paulista, na falta de assuntos mais importantes, colocou repórter como linha auxiliar do governo Serra, na vigilância sobre observação à lei fascista antifumo.



A vítima da vez foi o Studio SP, da rua Augusta, descrito como "clube de moderninhos" (???), pra angariar cumplicidade do prezado leitor classe média. Podiam ter posto "antro de moderninhos", atrairia mais odio e cumplicidade à deduragem explícita travestida de matéria jornalística… Continuar

Postado em 10 agosto 2009 às 1:00 — 8 Comentários

Transdução pra mal-entendedor

Pedindo mil perdões antecipados ao pessoal postando assuntos sérios, realmente sérios, uma singela sugestão: um bom título atrai, seduz, chama ibope.

Afinal, qualquer assunto sério que mereça ser lido com atenção merece uma chamada bombástica, peremptória.

Cecito dá algumas sugestões, pelos sub-itens aí ao lado. Temas cabeludos que requerem leitura atenta, mas arriscam a passar batido.



Assim, por exemplo:



Em Bioenergia:



Resíduo avícola pode… Continuar

Postado em 4 agosto 2009 às 0:00 — 2 Comentários

Brinde à Manuel Vicent (Zé-outonal em acesso copia-e-cola)

BRINDIS



Alguna gente madura, tal vez la más lúcida, suele pensar con acierto que lo mejor que tiene la juventud es que ya pasó. Fue una época breve y radiante, romántica y vigorosa, pero también llena de luchas, temores, dudas, celos y rivalidad. Alrededor de los 50 años, en cualquier biografía llega un momento en que el caballo de fuego que uno llevaba dentro comienza a perder la ansiedad en el galope y aun sin abandonar la curiosidad ante la vida siente que hay que tomarse las… Continuar

Postado em 19 julho 2009 às 11:38 — 3 Comentários

Caixa de Recados (735 comentários)

Você precisa ser um membro de Portal Luis Nassif para adicionar comentários!

Entrar em Portal Luis Nassif

Às 14:45 em 2 maio 2014, Cafu disse...

Zezita e Zuzu,

Entrei na rede e fui para as nuvens:

http://www.vivapoesia.com/

Apareça para uma visita. Os amigos são sempre bem-vindos.

Beijos.

Às 22:41 em 4 outubro 2011, Stella Maris disse...

Oxente!

a gente escreve, e sai já traduzido..

você é um amor...

ahahahahhah

Às 23:07 em 17 setembro 2011, Stella Maris disse...

Oxente!!

que felicidades!!

adorei você ter "aparecido"

 

Às 1:02 em 16 setembro 2011, Cafu disse...

Apareça, Sumido! Gracias e beijos.

 

Às 13:42 em 12 março 2010, Vera disse...
Passando com minha kombi e do megafone ( o bom e antigo megafone) se ouve: FIUUUUUUUUUUUUUU FIUUUUUUUUUUUUUUUUU! HEHEHEH

Às 23:14 em 1 março 2010, Jair Antonio Alves disse...
Pois é seu Zé,

Como sou um dos primeiros que se alistaram como seu amigo aqui vai minha presença - gostei dessa de chefe do Setor Variedades do Portal. Prometo colaborar com alguns números circenses de rachar o bico. Pensei que a forma mais eficaz de colaborar seria contando piadas. Vou dessa forma enviar vez ou outra umas piadinhas para alegrar o ambiente. Vi que a discussão sobre Midia se esvaziou conforme era pretendido então vim agui te aborrecer.

bração do jornaleiro, mas que não é bobo nem nada.

Meu nome é Tonho
Em 8:12pm on janeiro 17, 2010, Solange Teixeira da Cunha deu para Zé da China um presente...
Presente
Oi Zé, estou passeando pelo portal. Cheguei até aqui. Como valeu, beleza pura. Solange
Em 1:37am on outubro 31, 2009, Paulo de Tarso Correa deu para Zé da China um presente...
Presente
Não quero desagradar ninguem e como não tenho creditos suficientes para dar o que quero para todo mundo ai vai
Em 12:28am on outubro 24, 2009, elizabeth deu para Zé da China um presente...
Presente
Sumiu seu Ze?
Às 12:14 em 7 outubro 2009, Cafu disse...


Bom dia, flor do dia! Cecita anda sumida. Muito trabalho empatando sua vida?
Qua quá.
Beijos.
 
 
 

Publicidade

© 2017   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço