Blog de Carla Genovez (7)

O Meio Ambiente e o Paraíso Perdido ainda em nós mesmos

Muito tem-se falado sobre a preservação do meio ambiente, blogs são publicados, pessoas, creio, a maioria, bem intencionadas, clamam pelo salvamento do planeta-a recuperação do paraíso perdido, do Eden, onde o primeiro casal,segundo a saga judaica, foi expulso porque desobedeceu uma ordem divina.Onde está o Eden agora?Alguns arriscam palpites sobre sua localização geográfica-mas ...perdido...há, porém, uma dúvida, mas contundente do que todas… Continuar

Adicionado por Carla Genovez em 30 setembro 2009 às 16:44 — 1 Comentário

O Início de mim mesma, o reencontro

As crises de depressão estão diminuindo, o que não quer dizer

, necessariamente, que as crises desapareceram por completo. A dosagem dos remédios , a cada dia, estão sendo diminuídas, até que ...é engraçado , quando voltamos a nós mesmos, conseguimos enxergar a nossa face diante do espelho,mas sem distorções. Encontrar o elo entre o que ocasionou o curto circuito em meus neurotransmissores , voltar ao passado, buscar a si mesmo dói, mas é necessário e fundamental ,além dos remédios.… Continuar

Adicionado por Carla Genovez em 19 setembro 2009 às 1:00 — 1 Comentário

De Dom João VI ao Presidente do Senado José Sarney

É inacreditável,mas parece que nós, brasileiros, ainda não nos acostumanos com a idéia de que o nosso país sempre foi um celeiro de escândalos- se remontarmos à nossa historiografia, perceberemos que , desde nossa colonização, os cidadãos foram vitmados pelas castas dominantes- exemplo indiscutível, foi a atitude de Dom João VI que, ao retornar a Portugal, levou,como souvenir o ouro ,depositado no Banco do Brasil-o espólio, certamente foi um dos maiores desfalques que a dita instituição… Continuar

Adicionado por Carla Genovez em 12 julho 2009 às 18:00 — Sem comentários

A dosagem diminuída é digna de aplausos e lágrimas, como tdo bom espetáculo

Dosagem dos remédios efetuada- sinal verde dos médicos, mas ...parece que os 100 bilhões de neurônios ainda sentem falta do acalanto que trazia o esvaziamento das idéias- tremores,medos que ressurgem, esporadicamente, produtos de uma nova lei para o meu cérebro- menos ansiolítico, menos antidepressivo, você consegue sobreviver sem altas dosagens, mesmo porque eles são reguladores e não os comandantes do navio- mas o desafio tem sido árduo- olho o vidro de Rivotril e penso que não conseguirei… Continuar

Adicionado por Carla Genovez em 22 junho 2009 às 13:30 — 1 Comentário

Obaaaaaaaaaaaaa

Hoje, mais um dia de luta- digladiando contra mim mesma, como seria isto na antiga Roma?Rsss- os remédios e minha insistente vontade de reviver, de soldar o ponto de ruptura estão reagindo- posso afirmar que, apesar de ainda sentir os efeitos às vezes assustadores da depressão, estou revendo o a luz no final do túnel- é engraçado, quando a lucidez quase que integral(mas ser maluco beleza tem lá seu glamour) retorna , parece que gargalhar não é mais um exercício de aeróbica de alto impacto-é bom… Continuar

Adicionado por Carla Genovez em 30 maio 2009 às 2:30 — 1 Comentário

A cada dia, um leão

Hoje mais um dia de luta- a cada dia, um leão, como diziam os romanos- semana passada, em um surto, tomei 120 gotas de rivotril- dormi o dia inteiro, mas o fato de ter dormido nao foi a parte mais melancólica, afinal, perder um dia de vida dormindo, é sempre menos 24 horas dessa delciosa aventura, que é viver.O mais triste foi o fato de eu ter-me determinado a sair da racionalidade e me jogar à estratosfera, o que nso faz pensar, nestes momentos, que o salto é mortal,sem direito a rede… Continuar

Adicionado por Carla Genovez em 28 abril 2009 às 2:46 — 4 Comentários

Um Blog, um dia, nossa vida cotidiana

Descobri há sete meses que sofro de depressão- depressão mórbida, dessas que nos fazem ficar catatônicos ou com vontade de desaparecer do mapa mundi. A morte, em certas ocasiões, é uma forma de liberdade induzida pela doença, que nos conduz a exterminar com a própria vida-a depressão é uma doença invisível, mesmo monitorada por remédios antidepressivos, as crises surgem repentinamente , como as ondas traiçoeiras, que surgem no meio do oceano tranqüilo -escrevo e reflito, porque, quando as… Continuar

Adicionado por Carla Genovez em 25 abril 2009 às 18:38 — 1 Comentário

Publicidade

© 2020   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço