Blog de Marcos Carnavale -- janeiro 2018 Arquivo (6)

Roleta Russa-Terceira parte

  Como cheguei no hotel antes das 13 hs ,resolvi almoçar no restaurante do hotel,afinal de contas encher a cara o dia inteiro não me daria condições de fazer matéria sobre a Lapa.

  Como o restaurante tinha ar-condicionado escolhi o que self-service me  oferecia( porra neste país tudo é em inglês, até em bares e restaurantes,self-service,ora porra !) e quando vi aquele feijão preto cremoso,que só a culinária carioca sabe fazê-lo ( no DF se come feijão carioquinha,é raro vc encontrar…

Continuar

Adicionado por Marcos Carnavale em 29 janeiro 2018 às 11:56 — Sem comentários

Roleta Rusa -Segunda parte

  No mesmo dia peguei as passagens,embarcaria na sexta-feira e voltaria domingo pela manhã. Fiquei eufórico.

 Bom,antes de prosseguir com a narrativa  será necessário explicá-los porque eu e Maria Clara não tivemos filhos e fomos muito cobrados pelos nossos respectivos pais.É o seguinte,meu chapa,como dois beberrões e libertários poderiam ter filhos ? Impossível ! Nos faltariam paciência e zelo.Acho muito ruim beberrões trem filhos,beber e fumar e usar entorpecentes perto do…

Continuar

Adicionado por Marcos Carnavale em 26 janeiro 2018 às 13:29 — Sem comentários

Roleta Russa- Primeira parte

  Dostoiéviski foi enviado para a Sibéria,eu,ao casar-me tão jovem,fui enviado para Brasília.Boa comparação,não acham ? Exílio longo,tortuoso  e tenebroso.Nunca mais vi o mar !

  Este meu longo exílio me fez envelhecer precocemente ,malgrado eu trepar todos os dias com minha mulher,Maria Clara,e foder outras xotas.Xotas amigas da minha dileta e amada  e esposa ;xotas bem novinhas;xotas bem velhas e sebosas e xotas desconhecidas.Xotas,mil xotas !

 Aos 42 anos já me sentia…

Continuar

Adicionado por Marcos Carnavale em 24 janeiro 2018 às 12:36 — Sem comentários

Os cineastas - Última Parte

  Caros,leitores me esqueci por completo,é a pressa,de escrever sobre quem  seria atriz que faria a avó a ser assassinada pelo   triângulo amoroso.A avó,que só apareceria  em duas cenas.Seria a síndica do bloco onde eu morava com Maria Clara,bloco B da 205 sul,Dona Vera,uma senhora de 67 anos,que ficara viúva há dez  anos e morava sozinha,pois a filha única casara-se com um arquiteto e fora morar em Sampa.

 D.Vera ,como não tinha nada para fazer na vida,além de síndica vivia…

Continuar

Adicionado por Marcos Carnavale em 12 janeiro 2018 às 14:15 — Sem comentários

Os cineastas -Segunda parte

    O motivo da trama criminosa era o fato da sua avó detestá-lo ,mesmo sendo ele o seu único herdeiro.A avó o tratava com desprezo,jogava-lhe na cara que nunca deixara de ser caixa do BRB ( Banco Regioanal de Brasília) com 12 anos de estrada no banco distrital e era infértil -não lhe daria um bisneto ou uma bisneta -e sabia da sua condição de bissexual e da sua relação com as duas mulheres bi.A avó era homofóbica assumida e preferia gastar sua grana com transas com garotões machos há mais…

Continuar

Adicionado por Marcos Carnavale em 9 janeiro 2018 às 11:59 — Sem comentários

Os cineastas

    Isso já algum tempo,eu era um jovem escritor de 23 anos desconhecido - e ainda continuo desconhecido - e sonhava em ser roteirista e diretor de cinema,roteirizar e dirigir grandes filmes,ser um novo Bergman , um novo Marco Ferreri ou Felini ou Valter Hugo Khouri ou Escorel,ou Bunel( o til não entre neste computador) ou um Arnaldo Jabor,quando este era cineasta e não um propagador de merdas como ele é hoje - um traidor da Sétima Arte !

   Enfim,me via escrevendo roteiros ,…

Continuar

Adicionado por Marcos Carnavale em 3 janeiro 2018 às 11:58 — Sem comentários

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço