Blog de Elizabeth -- agosto 2010 Arquivo (8)

La Flor de la Canela- caetano



Do Youtube.

Homenaje a la Sra. María Isabel Granda y Larco, más conocida como Chabuca Granda, cantautora de música popular cuyas letras alcanzaron niveles poéticos y un exquisito uso del idioma castellano.

Como ella misma dijera alguna vez "esta canción fué inspirada en Doña Victoria Angulo, limeña del barrio de Bajo el Puente (Rimac), elegante dama de raza negra; y en una frase del historiador Raúl Porras Barrenechea: Piedad para el río, el puente y la… Continuar

Adicionado por elizabeth em 31 agosto 2010 às 16:07 — Sem comentários

Geléia Geral;Gil / Torquato Neto

Tropicália, bananas ao vento









Geléia Geral-Expressão cunhada pelo poeta Torquato Neto nos anos 60/70, associada ao Movimento Tropicalista,marcado pelo lançamento do disco Panis et Circensis, de 1968. Nome de poema de Torquato musicado por Gilberto Gil e inesquecível coluna de jornal assinada pelo poeta.





Um poeta desfolha a bandeira

E a manhã tropical se inicia

Resplandente, cadente, fagueira

Num calor girassol com… Continuar

Adicionado por elizabeth em 27 agosto 2010 às 2:00 — 4 Comentários

Leminski sempre vivo

Paulo Leminski, virginiano, faria 66 anos ontem.…

Continuar

Adicionado por elizabeth em 26 agosto 2010 às 2:40 — 7 Comentários

A carta do jornalista Lúcio Flavio Pinto aos blogueiros

Do Vi o Mundo



O jornalista Lúcio Flávio Pinto, de Belém (PA), é ganhador dos principais prêmios de Jornalismo no Brasil. É um exemplo de ética, coragem, competência e dignidade para todos nós que atuamos na imprensa.

Por falar a verdade contra os poderosos do Pará, responde a vários processos. Desde que eles começaram, Lúcio Flávio procurou oito escritórios de advocacia de Belém. Nenhum aceitou defendê-lo.

A sua participação estava prevista no 1º Encontro Nacional de… Continuar

Adicionado por elizabeth em 25 agosto 2010 às 0:30 — 8 Comentários

Sobre o I Encontro de Blogueiros Progressistas

Por Luiz Carlos Azenha



A Conceição Oliveira, do Maria Frô, definiu bem: os blogueiros mais velhos devem ensinar aos mais novos como fazer política; e os mais novos devem ensinar tecnologia aos mais velhos. Foi a respeito de um momento que considero simbólico no debate final do Encontro Nacional de Blogueiros, quando aqueles que queriam incluir a palavra “mídia… Continuar

Adicionado por elizabeth em 24 agosto 2010 às 14:55 — 2 Comentários

Bilhete para Bivar- E para que ser poeta em tempos de penúria? -3

De Viva Babel

hoje é o dia que os



anjos descem nas



catacumbas de cimento



sem o aviso das



máquinas de empacotar



sem saltar sobre



caramanchões de poluição



disseminando comportamento



de Lacaio



é o momento do



último homem



e que dura mais



tempo



é o tempo do…

Continuar

Adicionado por elizabeth em 14 agosto 2010 às 21:25 — 4 Comentários

"Para que servem poetas em tempos de indigência?"

Brot und Wein

Hölderlin

sétima estrofe



Tradução Maria Teresa Dias Furtado, em Elegias, da Assírio e Alvim



Mas nós, amigo, chegamos demasiado tarde. Certo é que os deuses vivem,

Mas acima de nós, lá em cima, noutro mundo.

Aí o seu domínio é infinito e parecem não se importar

Se estamos vivos, tanto nos querem poupar.

Pois nem sempre pode um frágil vaso contê-los,

O homem apenas algum tempo suporta a plenitude…

Continuar

Adicionado por elizabeth em 14 agosto 2010 às 0:10 — 3 Comentários

"E para que ser poeta em tempos de penúria?"

O simpático Substantivo Plural ( www.substantivoplural.com.br) vai publicar amanhã, dia 12 de agosto de 2010, às 14:56 , o poema longo “E PARA QUE SER POETA EM TEMPOS DE PENÚRIA?”, do escritor pernambucano Fernando Monteiro.

O título é um verso retirado de poema do poeta Roberto Piva, que faleceu recentemente. O poema homenageia Piva e ao mesmo tempo reage com vigor à atual cena cultural/literária brasileira.

Também…
Continuar

Adicionado por elizabeth em 11 agosto 2010 às 20:21 — 13 Comentários

Publicidade

© 2019   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço