Portal Luis Nassif

Blog de Luciane Apª Vieira (207)

ENFADO...

ENFADO
(Luciane A. Vieira - 25/07/2015 - 21:38h)


Sou qual pequeno rasgo
E me engasgo no fato
E me arrebento por dentro
E me contenho por fora...
Nos passos que reprimo
Existem roucos espasmos
De nós enforcados na garganta
De cismares engasgados
Em meu seio...
Já farto...
É fato!

Adicionado por Luciane Apª Vieira em 26 julho 2015 às 0:55 — Sem comentários

SE AGORA EU PARTISSE...

SE AGORA EU PARTISSE...

(Luciane A. Vieira - 06/06/2015 - 04:49h)



Se agora eu partisse

Falta não faria ao mundo.

Talvez sentiria minha falta

O vento...

... por um tempo apenas...

Afinal a vida se apaga e

Tudo se cura...

Tudo se substitui...

Tudo se cansa... se cai...

Tudo se desmorona.



Se agora eu partisse

Mal algum restaria

Nada de mim

Se perpetuaria

Pois se espalham

As cinzas ao… Continuar

Adicionado por Luciane Apª Vieira em 6 junho 2015 às 8:16 — Sem comentários

REAL VALOR!

REAL VALOR!

(Luciane A. Vieira - 13/05/2015 - 21:56h)





Já tive medo do mundo e em

Muitas noites mal dormidas

Esqueci de abrir as portas da mente,

Travando o coração...



Já tive medo da morte

Robusto... Insano... Desmedido...

Tal sorte busquei... e cravei,

Dentro de mim, a solidão.



Encontrei resquícios de dor

Explodindo meus caminhos...

Agora me sufoco de vida...



Suportei excessos de dor

Quase matei… Continuar

Adicionado por Luciane Apª Vieira em 14 maio 2015 às 1:11 — Sem comentários

MEUS PASSOS PELO MUNDO...

MEUS PASSOS PELO MUNDO...

(Luciane A. Vieira - 05/05/2015 - 01:28h)



Muito já caminhei...

A este mundo meus passos doei

Passei pelo fogo, pelas águas,

Já engoli ar...

Já desafiei tempestades...

Já expeli, de mim, meu ser...



Andei...

Cheguei...

Parti...

Corri...

Parei... e me vi...

Olhei à minha frente,

À minha volta chorei

Nas minhas costas

Esqueci a solidão... e

Dela me despi.



Mirei minh… Continuar

Adicionado por Luciane Apª Vieira em 6 maio 2015 às 4:48 — Sem comentários

SER DE GIZ..

SER DE GIZ...

(Luciane A. Vieira - 21/04/2015 - 22:36h)





Disseste que gasto

A palavra 'amor' sem

Realmente a sentir...

Que palavras são falsas

Não têm um rumo

São incertas...

Inseguras...

Incestos, talvez...

Será que, um dia sequer,

Percebeste meus gestos,

Meus afagos...

Os meus carinhos apenas

A se doar...

Nunca, nem mesmo a

Recíproca pedi em troca...

Quando me magoavas eu

Apenas, no… Continuar

Adicionado por Luciane Apª Vieira em 22 abril 2015 às 2:18 — Sem comentários

SOU PAUSA...

SOU PAUSA...

(Luciane A. Vieira - 19/04/2015 - 23:47h)



Nos teus braços eu

Fui menina...

Nos teus braços eu

Fui mulher...

Nos braços da saudade

Agora estou...

Pelos caminhos da

Solidão eu sigo...

Um dia os passos sentirão

A falta de meu corpo

No teu... mas passado

Não retrocede jamais e

As dores forjadas são cegas.

As feridas são fundas...

As marcas são vívidas e

Lívidas...

Que mal eu fiz… Continuar

Adicionado por Luciane Apª Vieira em 20 abril 2015 às 2:57 — Sem comentários

INSPIRAÇÃO...

INSPIRAÇÃO...

(Luciane A. Vieira - 13/04/2015 - 00:18h)



Ah... Inspiração:

Me abandonaste?

Por que tão distante

De mim estás?

Esqueces, por ventura,

Que dependo de tuas

Benesses?

No vento me compreendes...

No tempo beatificas a minh ' alma...

Me deixaste, ao relento,

Por vezes no esquecimento...

Mas insisto contigo...

Preciso teu alento...

Necessito teu 'escape'

Por vezes louco...

Quiçá… Continuar

Adicionado por Luciane Apª Vieira em 13 abril 2015 às 3:35 — Sem comentários

UM DIA SER...

UM DIA SER...

(Luciane A. Vieira - 24/03/2015 - 00:45h)



Estar errada sempre!!!

Será isto sina?

Será direção?

Será a cura?!?

Meu coração sangra

Já não tem salvação

Já não sente a vida

Já não percebe mais

A mente que mente

Que sabe o que não

Pode. .. o que não

Tem... o que não

Ousa... o que não

Vinga... o que não

Pensa?

O que não

Sente?!?



Será que não tenho

Nada que te faça

Ser… Continuar

Adicionado por Luciane Apª Vieira em 24 março 2015 às 3:11 — Sem comentários

MEU SORRISO VENCEU!

MEU SORRISO VENCEU!
(Luciane A. Vieira - 01/03/2015 - 10:14h)

No auge de meu
Sorriso encontrei um
Soluço convertido... Sozinho
Ele estava e assim,
Tão só ficou...

Encontrei - o, novamente,
Algumas esquinas da
Vida, mais à frente...
Dúvidas não tive...
Mirei-o e, num
Sorriso acenei - lhe com
Calma... 'Adeus!' - eu
Disse... e então parti
Para o tempo e no
Vento o lancei de
Vez...

Adicionado por Luciane Apª Vieira em 28 fevereiro 2015 às 12:30 — Sem comentários

SE EU PUDESSE...

SE EU PUDESSE...

(Luciane A. Vieira - 27/2/2015 - 07:34h às





Se eu pudesse

O mundo giraria

Ao contrário e

Voltaria atrás 20

Anos apenas para

Nossa história mudar...



Se eu pudesse

O rumo da vida

Apagaria do passado

Te pegaria no laço

Te amarraria em um

Nó de ternura... Nó

De desejo... Nó

De felicidade... Nó

De carícias... Nó

De peles que se

Suam... Nó

De abraços que

Se curam...… Continuar

Adicionado por Luciane Apª Vieira em 27 fevereiro 2015 às 10:09 — Sem comentários

AMA-ME COMO SOU

AMA-ME COMO SOU

(Luciane A. Vieira)



Para me amar como sou

Difícil não é

Basta aceitar meus acertos, mas,

Principalmente, aceitar os meus...

... Defeitos.

Perfeita não sou e nem

Dona da verdade serei sempre, mas

Sou um ser que pensa diferente de você

... Sou alguém que gosta da

Fantasia e das Quimeras da vida...

Sou alguém a querer deixar minha

Marca no mundo e

Enfrentar cada momento, mesmo um

Mero segundo como se… Continuar

Adicionado por Luciane Apª Vieira em 26 fevereiro 2015 às 22:56 — Sem comentários

COLHENDO FELICIDADE...

COLHENDO FELICIDADE...

(Luciane A. Vieira - 18/02/2015 - 00:31h)



Quando a paz é semeada

Na vida se encontra a luz

Claros rasgos de luar nos conduz

Aos caminhos da sabedoria

E nos seduz...



Meiga face se ilumina

Em um doce e sereno sorriso

E num suspiro de amor acalenta

Em uma palavra singela

Um abraço que aconchega...



Ah... Felicidade

Que num arfar se eterniza

Que num abraçar se amplia

Que num sorriso se… Continuar

Adicionado por Luciane Apª Vieira em 19 fevereiro 2015 às 1:30 — Sem comentários

AMEI VOCÊ ASSIM...

AMEI VOCÊ ASSIM...

(Luciane A. Vieira - 16/02/2015 - 20:49h)



Amei, tanto, a você

E, de querer ter seus carinhos

Me confundi em caminhos tais

E, foi tentando ganhar, de vez,

O seu coração, que te perdi...

Talvez...



Amei, tanto, a você,

Que deixei ao léu os meus rumos...

O meu destino ao acaso ficou

Com todas as suas lembranças

Açoitando meus pensamentos

No dia... Na noite...

Ao relento...



Por fim, eu… Continuar

Adicionado por Luciane Apª Vieira em 16 fevereiro 2015 às 22:18 — Sem comentários

DESEJO...

DESEJO...
(Luciane A . Vieira - 13/02/2015 - 19:15h)


Malícia e anseio,
Intermitentes lampejos
Ardentes de você
No toque de pele
Em suor de amor.
Paixão ardente sinto
Em meu seio
Aconchegando meus
Sentimentos...
Sinto falta de seu corpo
Sinto a falta de seus beijos
A percorrer, em arrepio,
Meus pêlos e a
Satisfazer os meus
Desejos...

Adicionado por Luciane Apª Vieira em 14 fevereiro 2015 às 0:07 — Sem comentários

O AMOR QUE UM DIA TIVE...

O AMOR QUE UM DIA TIVE...

(Luciane A. Vieira - 12/02/2015 - 12:27h)





Tudo começou com

Uma boa conversa...

Um entrelaçar de línguas...

E foi se aprofundando

E se delineando em desejos

Poucos... mas tão loucos

em chamas... e tão exigentes

De corpos a se inflamar de

Tanta gana um do outro que

Quando explodiu foi uma

Chuva de abraços e beijos

E mãos e pernas se entrelaçando

No pensamento primeiro e

Na cama se… Continuar

Adicionado por Luciane Apª Vieira em 12 fevereiro 2015 às 14:04 — Sem comentários

RESSACA...

RESSACA...
(Luciane A . Vieira - 06/02/2015 - 01:07h)

Hoje estou de ressaca...
Não...
Estou sóbria de bebidas...
Apenas me sinto flácido
Tropeço da vida...
Não tenho mais calor...
O amor de mim se espalha...
Apenas resta uma flor
De singelo perfume
Cujo apelido derradeiro é
HOJE!
Meus passos sugerem trôpegos
Pulsares estranhos... e
Tristes... e
Solitários caminhos...

Adicionado por Luciane Apª Vieira em 6 fevereiro 2015 às 2:39 — Sem comentários

EU & VOCÊ

EU & VOCÊ

(Luciane A. Vieira - 20h - 11/01/2015)



Nosso encontro foi perfeito

Estamos cumprindo nosso destino

Improvável mas perfeito

Pois somos exatamente

O que um do outro precisa.

Eu sou a tua paz

Você o estopim a me impulsionar.

Você a ponderação que me falta

Eu a calmaria em teu mar

Que lhe faz querer se impulsionar.

O céu é nosso limite, pois

18 anos e um oceano

Não foram impecilhos ao nosso… Continuar

Adicionado por Luciane Apª Vieira em 12 janeiro 2015 às 23:43 — Sem comentários

LUZ e SOMBRA!

LUZ E SOMBRA!

(Luciane A. Vieira – 11/12/2014 – 20:53h)

 

Pressinto no vento…

Continuar

Adicionado por Luciane Apª Vieira em 11 dezembro 2014 às 22:29 — Sem comentários

VERDADE...

VERDADE...

(Luciane A. Vieira – 05/12/2014 – 18:52h)

 

Sim, é…

Continuar

Adicionado por Luciane Apª Vieira em 5 dezembro 2014 às 20:55 — Sem comentários

QUAL CHUVA DE VERÃO

QUAL CHUVA DE VERÃO...…

Continuar

Adicionado por Luciane Apª Vieira em 18 novembro 2014 às 1:15 — Sem comentários

Publicidade

© 2018   Criado por Luis Nassif.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço